Publicidade:

Encantos e mistérios: 8 grutas em Portugal para conhecer este verão

Descubra onde estão as grutas em Portugal e deixe-se encantar por estas formações naturais de uma beleza absolutamente arrebatadora e magnífica.

Encantos e mistérios: 8 grutas em Portugal para conhecer este verão
Também há grutas nas ilhas!

Nos seus passeios e escapadinhas pelo país, não esqueça de dedicar um fim de semana ao roteiro das grutas em Portugal. Há sugestões também para quem está nas ilhas e o encanto e beleza dos seus exemplares não são menores. Se gosta de apreciar a Natureza no seu estado mais puro, não perca a oportunidade de visitar com a família grutas em Portugal. O custo das entradas é acessível e o percurso vale realmente a pena.

8 grutas em Portugal: património natural deslumbrante e surpreendente


Grutas da Moeda, São Mamede (Batalha)

Estas grutas calcárias situam-se no distrito de Leiria e foram descobertas em 1971. Conta-se que foi encontrada por dois caçadores que andariam a perseguir uma raposa e que, motivados pela curiosidade, decidiram explorar o algar em toda a sua extensão, verificando a presença de várias formações calcárias.

Durante dois meses, estes bravos aventureiros terão escavado as estreitas fendas, desbravando pouco a pouco as diversas salas e galerias que hoje fazem parte do percurso visitável destas grutas. A apenas 3 minutos de Fátima, estas grutas com 350m de extensão e 45m de profundidade, recebem anualmente cerca de 100mil visitantes que percorrem os seus 10 principais espaços: Lago da Felicidade, Sala do Presépio, Algar d’Água, Pastor, Cascata, Cúpula Vermelha, Marítima, Capela Imperfeita, Abóbada Vermelha e a Fonte das Lágrimas.

 

Preço: 6€
Horário: Das 09h às 17h/18h/19h (hora de fecho dependente da época do ano)

Gruta dos Moinhos Velhos, Mira de Aire (Porto de Mós)

Esta gruta pertence ao conjunto de Grutas de Mira de Aire e localiza-se no concelho de Porto de Mós, no distrito de Leiria. Ela foi descoberta a 27 de julho de 1947, quando foram feitas as primeiras tentativas de exploração da gruta. Um ano mais tarde, alguns dos primeiros exploradores resolveram formar a Sociedade Portuguesa de Espeleologia, a primeira associação portuguesa do género.

 

Grutas de Alvados, Porto de Mós

Estas grutas foram descobertas em 1964 por um grupo de trabalhadores das pedreiras de calcário da Serra dos Candeeiros. Situadas numa região calcária – em pleno Parque Natural da Serra de Aires e Candeeiros, no Maciço Calcário Estremenho -, estas grutas são compostas por uma sucessão de salas de estalactites e estalagmites, a saber as salas: Planeta Maravilhoso, Lago da Ponte, Sala das Estátuas, Lago das Maravilhas, Sala Bela Adormecida, Sala dos Ciprestes. Calcula-se que terão mais de 180 milhões de anos!

 

Preço: 5,80€
Horário: Das 10h às 17/18h30 (hora de fecho dependente da época)

Algar do Carvão, Porto Judeu (Angra do Heroísmo)

Este algar fica na ilha Terceira, nos Açores, na Caldeira Guilherme Moniz, um antigo vulcão adormecido. Aqui os visitantes podem descer até cerca de 100 metros de profundidade e observar estalactites únicas pelas suas caraterísticas de silicatos, além de poderem admirar uma lagoa subterrânea de águas cristalinas. É Monumento Natural Regional e recebe cerca de 20 mil visitantes por ano.

 

Preço: 6€
Horário: Das 14h às 18h (hora de abertura e de fecho dependente da época)

Gruta da Nascente do Almonda, Torres Novas

A gruta da nascente do Almonda prolonga-se por mais de 10 km e é considerada um santuário da espeleologia nacional, pois representa a mais extensa rede cársica atualmente conhecida em Portugal. Possui várias ribeiras subterrâneas que originam a nascente do rio Almonda.

 

Grutas de São Vicente, Madeira

Esta grutas de origem vulcânica situam-se na ilha da Madeira e formaram-se há 890 mil anos, a partir de uma erupção vulcânica ocorrida no Paul da Serra, a qual foi descendo até ao mar. A parte exterior, exposta a temperaturas mais baixas, solidificou rapidamente, enquanto o interior continuou a escorrer o que, juntamente com os gases existentes, resultou numa série de tubos de lava, que hoje constituem as grutas de São Vicente.

Foram dadas a conhecer pela primeira vez em 1885, pela população local, e ficaram abertas para visitas do público a 01 de outubro de 1996, sendo uma das primeiras grutas de génese vulcânica portuguesa a estar aberta ao público. Durante 30 minutos, um guia conduzirá a visita que conta com lagos de água transparente, câmaras amplas, música ambiente e uma iluminação pensada ao pormenor.

 

Preço: 8€
Horário: Das 10h às 19h

Gruta das Lapas, Aldeia das Lapas

É na aldeia das Lapas, a 2 km de Torres Novas, que se situam estas gruta de formações labirínticas. Constituídas por galerias que se desenvolvem sob a aldeia, elas formam um labirinto de difícil acesso em algumas zonas, apresentando noutras largos corredores e salas espaçosas. Inicialmente, a sua utilização seria residencial/funerária tendo, ao longo dos tempos, servido como arrecadação, adega e até curral para os habitantes das Lapas. É, desde 1943, Imóvel de Interesse Público.

Gruta do Escoural, Santiago do Escoural (Montemor-o-Novo)

Esta gruta é um dos principais atrativos do sítio arqueológico do Escoural, situado na Herdade da Sala, em Montemor-o-Novo. Até ao momento, esta é mesmo a única caverna com gravuras e pinturas rupestres datadas do Período Paleolítico Superior. É composta por várias salas e cerca de 30 galerias que serviram populações há cerca de 50 000 anos e que ilustraram, no interior, cenas do seu quotidiano.

A primeira ocupação remontará ao Paleolítico Médio, quando grupos de caçadores-recolectores neandertalenses terão utilizado esta gruta como abrigo temporário. Já durante o Paleolítico Superior (35 000 a 8 000 a.C.), o espaço é aproveitado como Santuário, daí serem visíveis vestígios decorativos da Arte Pré-Histórica.

 

Preço: 3€ (visitas apenas mediante marcação prévia no Centro Interpretativo do Escoural)
Horário: Terça a sábado, 10h30 e 14h30

Se o seu plano de férias é explorar os encantos escondidos do país, então explorar estas grutas em Portugal pode ser uma excelente proposta, não acha? Os mais novos vão delirar e você irá também ficar surpreendido com todas as maravilhas “escondidas” dentro destas grutas em Portugal. Siga as nossas sugestões e acrescente uma componente cultural às suas férias de verão.

Veja também: