Publicidade:

Hemodiálise: tudo o que precisa de saber

Quando os rins deixam de funcionar, é necessário recorrer à hemodiálise. Um tratamento que é realizado de forma permanente ou até ser feito um transplante.

Hemodiálise: tudo o que precisa de saber
A máquina de hemodiálise remove as impurezas do sangue

A doença renal crónica consiste na diminuição das funções dos rins, mais precisamente na incapacidade de os rins procederem à eliminação de certos resíduos tóxicos produzidos pelo organismo. Esta incapacidade, numa fase mais avançada, pode ter como consequência uma falência da função dos rins, com necessidade de iniciar um tratamento de hemodiálise, ou mesmo de transplante. No entanto, caso o transplante não seja bem-sucedido, pode ser necessário voltar a fazer hemodiálise.

Hemodiálise: o que é e como é feita?


rins

A hemodiálise é um tratamento realizado com recurso a um equipamento específico – a máquina de hemodiálise -, no qual são removidas as impurezas presentes no sangue, assim como o excesso de água presente no organismo.

Segundo a Associação Portuguesa de Insuficientes Renais (APIR), a hemodiálise é um tratamento que tende a ser moroso, entre quatro a oito horas e, geralmente, com uma frequência mínima de três vezes por semana.

Durante o tempo do tratamento, não é necessário estar em total repouso, isto é, o paciente pode ler, conversar, estar ao computador, etc. Contudo, não se pode afastar do equipamento.

Para o tratamento, o paciente, por norma, encontra-se sentado num cadeirão, ligado à máquina de hemodiálise, através de duas agulhas que foram anteriormente inseridas através de uma fístula. Estas agulhas são responsáveis pela saída e entrada do sangue.

Deste modo, é retirado ao paciente o sangue que contém os tais resíduos tóxicos, passando depois pelo filtro que purifica o sangue – o dialisador – e, por fim, o sangue volta a entrar no organismo.

Como já foi referido anteriormente, este é um processo demorado e que se prolonga, no mínimo, por quatro horas. Por norma, não é um tratamento que cause dor.

Onde se pode fazer hemodiálise?

assistência médica

A hemodiálise pode ser realizada em três espaços:

  • Na casa do paciente;
  • Nas unidades de diálise satélite;
  • Nos hospitais ou clínicas de diálise.

Em Portugal, os locais mais frequentes para fazer o tratamento são as clínicas de diálise. Aqui, o paciente encontra assistência médica. Realizar hemodiálise em casa também é possível, contudo, vai exigir formação, equipamento e condições especiais.

Cuidados a ter

De acordo com a Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPN), os pacientes que fazem hemodiálise devem ter especial atenção à dieta. Neste sentido, de um modo geral, as pessoas com insuficiência renal devem evitar alimentos com alto teor de fósforo e potássio.

Devem ainda ter especial atenção ao sal e líquidos em geral. Por outro lado, há ainda que considerar que o paciente vai estar mais condicionado devido aos horários dos tratamentos.

Veja também: