Publicidade:

Horta urbana: 5 dicas para fazer a sua e o que plantar com pouco espaço

Há 5 vegetais que podem crescer na sua horta urbana, com pouco espaço e sem grandes mistérios. Descubra-os e comece o seu novo hobby.

Horta urbana: 5 dicas para fazer a sua e o que plantar com pouco espaço
Mais verde na cidade

Já não precisa de adiar o sonho da horta urbana. Neste artigo encontra todas as dicas que precisa para começar a trazer o campo para a cidade. Vamos começar?

5 dicas para criar a sua horta urbana


horta urbana

1. Separe e tenha à mão os materiais que vai usar

Antes de se aventurar na criação duma horta urbana, tenha sempre à mão as ferramentas de jardineiro que vai precisar. Tome nota:

    1. ferramentas (a pá transplantadora, o plantador e um ancinho);
    2. acessórios de proteção (luvas, botas/sapatos de jardinagem, viseira);
    3. acessórios hortícolas (telas protetoras, sementeiras/bandejas, mini estufas, estufas pequenas, etc.);
    4. substratos e adubo;
    5. sementes.
    6. tutores para as plantas.

2. Escolha o melhor local, delimite os espaços e prepare o solo eleito

Seja no terraço, na varanda ou no seu jardim, tenha sempre em mente que deve ter em conta a exposição solar. Quando criar a sua horta urbana não esqueça que o sol é o melhor amigo do crescimento de frutas e legumes.

Se o espaço é pequeno, utilize estufas pequenas para delimitar e organizar a sua área de plantação. Faça rotação dos cultivos.

Comece por preparar o solo ao adubar com um adubo universal – que se adapta a diversas plantações e diferentes tipos de solo.

3. Escolha o que quer semear

Na hora de escolher o que vai plantar na sua horta urbana, lembre-se da dimensão do espaço que tem disponível. Opte por plantar hortícolas e frutos que convivam e cresçam bem lado a lado.

O clima e a estação do ano vão sempre ter influência no que vai semear, por isso, leve em consideração esses critérios quando for altura de escolher entre as sementes aromáticas, florais e hortícolas.

4. Saiba como cuidar corretamente da sua horta urbana

A rega é um fator fundamental para o sucesso de qualquer horta. Caso a sua horta urbana tenha um espaço considerado razoável – algo acima de 6 m2 – e não fique exposta à queda de chuva ou de um ponto de água (como uma mangueira), pondere a instalação de um sistema de rega gota a gota.

Se a horta urbana for menor em dimensão, não descuide da rega necessária.

Mais dicas úteis:

  1. use tutores de aço ou de bambu para garantir que a planta tem estabilidade para crescer;
  2. mantenha as infestações e pragas longe da sua horta, utilizando repelentes e produtos indicados e seguros para o que está a cultivar.

5. Inspire-se noutras hortas urbanas para criar a sua com pouco espaço

Não importa se não tem disponível um local para ser a sua área de cultivo, pois há soluções para os mais diferentes espaços.

Que tal usar vasos na varanda ou mesmo na sua cozinha? As jardineiras que têm reserva de água são ideais para serem usadas em hortas urbanas cultivadas em espaços interiores. A boa notícia é que estas jardineiras tornam mais fácil o processo da rega, uma vez que já estão preparadas para ter uma reserva – estes reservatórios controlam a quantidade de água que a sua planta está a precisar.

Também pode escolher ter uma estufa pequena, que pode ser montada em espaços de menor dimensão.

Seja como for, se quer trazer o campo para dentro da cidade, há sempre uma boa forma de cultivar a sua horta urbana. Para somar mais vantagens, além do lazer que este hobby pode trazer, a agricultura biológica é uma excelente aliada da saúde e, claro, do meio ambiente.

Plantar legumes em apartamento: saiba quais escolher >>

O que plantar numa horta urbana: vegetais para cultivar com pouco espaço


Plantar legumes em apartamento: 10 vegetais que crescem bem em vasos

1. Alface

Há variedades de alface que se adaptam melhor aos climas mais frios ou mais quentes. Informe-se na hora de comprar e plante as sementes ou mudas num vaso exposto ao sol.

Regue com frequência, mas sem deixar a terra encharcar. Garanta apenas que o solo está sempre húmido.

A colheita pode ser feita em períodos variáveis, entre os 55 e os 130 dias após a semeadura.

2. Cenoura

Este vegetal gosta bastante das temperaturas mais amenas, por isso, pode plantá-lo entre os meses de outono e inverno.

Coloque as sementes diretamente na terra, garantindo uma profundidade mínima de 0,5 cm e máxima de 1 cm. Lembre-se que a cenoura não resiste bem ao transplante. Escolha um local com boa luminosidade e mantenha o solo húmido.

Quando fazer a colheita: entre os 60 e os 120 dias.

Lembre-se ainda que as variedades de cenouras com raízes arredondadas, especialmente, apenas devem ser plantadas em vasos que tenham profundidade para as suportar.

3. Couve

A couve adora crescer entre o outono e o inverno. As sementes devem ser plantadas diretamente na horta (com 1cm de profundidade) ou em sementeiras. Pode transplantar a couve quando tiver uma altura mínima de 10cm, mas lembre-se de irrigar bem de seguida.

Escolha um local com alta luminosidade e sol direto, e mantenha o solo húmido. A colheita pode ser feita entre os 70 e os 112 dias depois do plantio.

Descubra 12 segredos de quem sabe cuidar (bem) das plantas >>

4. Rúcula

A rúcula gosta de temperaturas entre  os 16°C e os 22°C, por isso, escolha os meses entre março e julho para fazer o plantio – que deve ser feito diretamente no local definitivo, num solo com profundidade de 5cm. Use sementeiras e apenas transplante a muda em crescimento quando alcançar os 5 cm de altura. Tenha cuidado com as raízes.

Durante verão, escolha a exposição solar com sombra parcial, mas nos meses de outono e inverno aposte no sol direto todo o dia. Regue com frequência, mas sem exagero, e pode pensar na colheita a partir do 20º dia após a semeadura.

5. Tomate Cherry

O tomate gosta de temperaturas (diurnas) entre os 20°C e os 26°C, mas suporta bem algumas quedas mais bruscas à noite. Pode plantar as suas sementes em vasos, sementeiras ou diretamente no solo definitivo, garantindo que têm sempre 10cm de profundidade e 7cm de diâmetro. Para transplantar as mudas de tomate dos vasos/sementeiras para o solo, espere que alcancem uma altura entre os 15 e os 25cm.

Use suportes de madeira para o crescimento esta planta trepadeira. Não esqueça de amarrar a planta em crescimento ao suporte.

Garanta que o tomate está exposto ao sol durante algumas horas por dia, mantenha o seu solo húmido e só pense na colheita depois de 90 dias (após germinar).

Veja também:

Luana Freire Luana Freire

Estudou Jornalismo e Assessoria de Imprensa no Brasil, transferindo a paixão, bagagens e coração para o Porto, onde estudou Ciências da Comunicação na UP. Mãe, simpatizante do feminismo, devoradora de novidades, louca por viagens, boa música, boa conversa e boa comida. Mulher das letras, é adepta da escrita criativa e acredita que a palavra, com todas as suas máscaras e possibilidades, é infinita e capaz de mudar o mundo de quem a lê, ouve, toca, espalha e constrói.

Limpeza e Arrumação