Publicidade:

Não sabe a quem doar as roupas a mais que tem no armário? Conheça a Humana

O que faz com as peças de vestuário que já não quer? Saiba como a doação de roupa pode ter um forte impacto não só social, mas também ambiental e ajude!  

Não sabe a quem doar as roupas a mais que tem no armário? Conheça a Humana
Saiba por que e como doar roupa, calçado e têxtil-lar

Não é difícil descobrir no interior do armário dezenas de peças que já não servem ou, simplesmente, já não fazem parte da indumentária diária, sendo que, com a mudança dos tempos, mudam também as vontades. Há, porém, soluções para essas peças – para nós, obsoletas – esquecidas nas gavetas mais recônditas. Uma sempre boa opção é dá-las a quem lhes poderá injetar nova energia. Saiba mais sobre a doação de roupas e a ação da Humana, em Portugal e no mundo.

Humana Portugal: a doação de roupas com um fim social


Humana Portugal

Fundada em 1998, a Humana Portugal é uma associação sem fins lucrativos que promove a proteção do meio ambiente, através da reutilização têxtil e empreende não só programas de cooperação para o desenvolvimento em Moçambique e na Guiné-Bissau, como também iniciativas de apoio local em território luso. Só em 2018, a Associação recolheu em Portugal 2.875 toneladas de têxtil usado, o que equivale a cerca de 6 milhões de peças de roupa que, através da reutilização e da reciclagem, terão uma nova vida na vida de muitos.

Depois dos resíduos orgânicos, das embalagens e plásticos, do papel, do cartão e do vidro, o resíduo têxtil é a quinta fração mais gerada pelos portugueses – desfazemo-nos, anualmente, de 195.000 toneladas de roupa usada e, no entanto, é singela a quantidade recolhida seletivamente por uma entidade autorizada para promover a sua reutilização ou reciclagem.

Daí, a importância de refletirmos sobre o conteúdo dos nossos armários. A necessidade da recolha seletiva de têxtil é real, urgente – visto que, em 2025, será obrigatória por exigência da União Europeia – e importante na economia circular, permitindo às administrações locais uma poupança significativa.

É com base nesta ideia – de que a roupa pode servir como motor de cooperação para o desenvolvimento, apoio local e sensibilização – que a Humana age há mais de duas décadas, tendo já beneficiado dos seus programas de desenvolvimento 13 milhões de pessoas nos países do Hemisfério Sul. Em Portugal, em conjunto com entidades públicas e privadas com a qual a Associação estabeleceu parcerias, os recursos gerados pela valorização da roupa revertem para iniciativas de sensibilização e de apoio local.

Porquê fazer a doação de roupas através da Humana?

Não são poucas as vozes que se fazem ouvir com questões como qual o impacto da doação de roupa no regulamento do mercado ou qual a finalidade real das peças doadas. Questões pertinentes que revelam a consciência de que é importante conhecer as associações por trás das iniciativas para as quais pretendemos contribuir. A Humana Portugal, membro da Federação Humana People to People, é uma associação com um alvará de licença para a realização de operações de gestão de resíduos e certificado na área de recolha, gestão e venda de roupa e calçado usados, que tem ctualmente acordos com mais de 150 Câmaras e entidades privadas e está, assim, consolidada como uma associação de relevância na sociedade portuguesa. Assente na promoção do Humanismo Solidário, desenvolve projetos de cooperação para o desenvolvimento, apoio local e sensibilização, com base numa “mobilização local e multidisciplinar de trabalho lado a lado com todos os que participam nas [suas] iniciativas tanto em Portugal como em África”.

Como fazer a doação da roupa?

Humana Portugal

É simples: coloque a roupa, calçado e/ou têxtil lar num saco fechado e deposite-o num dos 1025 contentores Humana espalhados pelo país ou numa das 11 lojas Humana (7 em Lisboa, 4 no Porto). A Associação tratará do resto.

O que acontece à roupa depositada nos contentores da Humana?

As peças de vestuário depositadas nos contentores da Humana Portugal são enviadas para os centros de classificação em território espanhol e posteriormente distribuídos:

  • 61% é preparado para reutilização, sendo que 15% é enviado para lojas em segunda mão da Humana em Portugal e 46%, correspondendo a roupa de qualidade, é exportado, principalmente para África, onde é vendido a preços muito reduzidos;
  • 29%, não se encontrando em estado que permita a reutilização, é vendido a empresas de reciclagem têxtil;
  • 9%, tratando-se de resíduos que não podem ser reutilizados, reciclados ou valorizados energeticamente, é enviado para um centro de tratamento de resíduos de forma a serem eliminados;
  • 1%, sendo resíduos impróprios, como plástico e papel, é enviado para os gestores autorizados correspondentes.

Qual o impacto ambiental da doação de roupas?

A reutilização e a reciclagem têxtil contribuem para a poupança de recursos e para a proteção ambiental, ao reduzirem o desperdício em depósitos controlados e usinas de incineração. Segundo cálculos da Comissão Europeia, por cada quilograma de têxtil reutilizado e não incinerado, é evitada a emissão de 3,169 kg de CO2 para a atmosfera, sendo que, ao evitar o fabrico de uma nova peça, a reutilização reduz também o consumo de água. A doação de roupas, quando feita de forma consciente e através de associações que, como a Humana, aplicam a regras dos 3 R’s – Reduzir, Reutilizar, Reciclar – promove, portanto, a sustentabilidade global e um consumo responsável, reduzindo significativamente a nossa pegada ecológica.

Veja também: