Publicidade:

9 ingredientes mais comuns nos produtos de beleza

Conheça alguns dos ingredientes mais comuns nos produtos de beleza e fique a saber quais as suas principais funções nos cosméticos.

9 ingredientes mais comuns nos produtos de beleza
Substâncias usadas frequentemente nos cosméticos

Costuma olhar para os rótulos dos seus cosméticos? Se sim, provavelmente já conhece alguns dos ingredientes mais comuns nos produtos de beleza. Todavia, muito provavelmente, não imagina para que servem muitas dessas substâncias que figuram, frequentemente, nas embalagens dos cosméticos.

Para que fique bem informado sobre aquilo que costuma aplicar na sua pele, apresentamos-lhe os 9 ingredientes mais comuns nos produtos de beleza e dizemos-lhe para que serve cada um deles e qual o seu papel nas fórmulas dos cosméticos e itens de beleza, tais como desodorizantes, sabonetes íntimos, maquilhagem, esmaltes, perfumes, cremes, condicionadores, champôs, sprays, entre outros.

9 ingredientes mais comuns nos produtos de beleza


maquilhagem

1. Corretor de pH

Recordando as aulas de química que já lá vão, o pH indica se uma solução é ácida, neutra ou alcalina. Nos cosméticos e produtos de beleza, o corretor de pH serve para aproximar o valor do pH do item ao da área corporal onde é suposto ele ser aplicado.

Se não houver equilíbrio entre ambos os pH, há uma maior probabilidade de haver proliferação de diversas bactérias. Daí, também não dever, por exemplo, aplicar no rosto um produto que é para o corpo ou vice-versa.

2. Emoliente

O emoliente está presente numa série de produtos, não fosse ele responsável por homogeneizar os cremes e champôs, de maneira a dar-lhe uma textura suave e fluida. Quando em contacto com a pele, o emoliente faz com que o produto amoleça e suavize a camada superficial da pele e a epiderme, diminuindo a aspereza e o ressecamento.

3. Propelentes

Os propelentes ou propulsantes são um conjunto de gases que, sob pressão, tornam-se líquidos. É frequente encontrá-los nos aerossóis e em alguns desodorizantes e a sua principal caraterística é formarem uma nuvem de partículas, quando saem da embalagem.

4. Humectante

Este componente tem uma função semelhante à do emoliente. Ele torna a substância do cosmético mais uniforme, enquanto também atrai água para a pele e para os cabelos.

5. Antioxidante

Essencial em qualquer cosmético e produto, o antioxidante evita a degradação da fórmula, conservando-a e impedindo que ela se estrague. Além disso, alguns antioxidantes capturam os radicais livres e combatem o envelhecimento precoce da pele, caso da vitamina C, por exemplo.

6. Conservante

Este é um aditivo presente num sem número de produtos e, assim como o antioxidante, pretender impedir e controlar a ação dos micro-organismos que podem entrar no recipiente do cosmético e anular as suas propriedades. É graças ao conservante que é possível reutilizar um produto de beleza, mesmo depois de aberto.

7. Emulsificante

Através deste componente é feita a mistura e a união da água e do óleo contidas no produto. Assim, ele homogeneiza o preparado, envolvendo todas as suas substâncias. Além disso, ele tem função hidratante, puxando a água das camadas mais profundas para a tez.

8. Espumante

Não, não nos referimos ao espumante que bebe em ocasiões importantes, como o Réveillon. Neste caso, o espumante presente nos cosméticos serve para criar bolhas de ar e, assim, aumentar a quantidade de produto disponível, quando for aplicar o cosmético. Através da fricção e da água conseguirá obter espuma. Mas, atenção, pois mais espuma não é sinónimo de maior eficácia.

9. Espessante

O espessante torna o produto mais consistente e pegajoso, conservando as suas caraterísticas físicas, enquanto contribui para a rápida fixação do produto. Além disso, evita que o cosmético fique aquoso.

Veja também: