Janeiro de Cima: o paraíso das margens do Zêzere

Em Janeiro de Cima ainda se grita “Ó da barca!” para fazer a travessia do rio. E é precisamente o Zêzere que confere uma beleza única à aldeia.

Janeiro de Cima: o paraíso das margens do Zêzere
Umas das maravilhas do concelho do Fundão

Janeiro de Cima é uma das Aldeias do Xisto do concelho do Fundão, no distrito de Castelo Branco. Localizada no Vale do Zêzere, entre serranias e pinhal, esta aldeia foi desde sempre marcada pela sua proximidade ao rio: as casas foram construídas com seixos redondos e brancos oriundos do leito do Zêzere, os terrenos agrícolas foram regados pelas suas águas e os ofícios tradicionais prestam-lhe uma eterna homenagem.

A aldeia também é habitat de diversas espécies de fauna e flora, como a lontra e a águia pesqueira, por exemplo. Para quem visita Janeiro de Cima as oportunidades de lazer são inúmeras. Piqueniques à beira-rio, diversão no Parque Fluvial da Lavandeira, passeios de barco no Zêzere, canoagem, caminhadas pelas belíssimas paisagens, são algumas das experiências que a aldeia e a região oferecem. Mas há muito mais para ver, conhecer, sentir e partilhar. Venha, as gentes da aldeia convidam-no para uma estadia inesquecível.

Janeiro de Cima: o que visitar e onde ficar

janeiro-de-cima

janeiro-de-cima

Janeiro de Cima é uma das Aldeias do Xisto da região do Zêzere, juntamente com as aldeias de Álvaro, Barroca, Janeiro de Baixo, Mosteiro e Pedrógão Pequeno.

Segundo reza a lenda, a origem do nome da aldeia remonta a meados do século XVI. Um senhor da região, possuidor de inúmeros terrenos e pai de dois filhos – ambos com o nome Januário – decidiu dividir por eles as suas posses: um ficou com os domínios da margem direita e o outro com os domínios da margem esquerda. Este facto terá dado origem à designação Janeiro, aplicada às aldeias de Janeiro de Cima e de Janeiro de Baixo.

Atualmente, a aldeia tem mais de 100 habitantes permanentes e o núcleo central da aldeia, onde foram construídas as primeiras casas, situa-se em redor da Igreja Velha. É daqui que saem um conjunto de ruas estreitas que se articulam com becos e ruelas, pátios e quelhas, numa estrutura medieval de grande valor patrimonial.

O que visitar?

janeiro-de-cima

Se quiser aproveitar um fim-de-semana prolongado ou umas mini-ferias para conhecer a aldeia, então partilhamos consigo um roteiro a não perder em Janeiro de Cima. Divirta-se e boa viagem!

Igreja Velha

janeiro-de-cima

Igreja do século XVIII, localizada no ccoração da aldeia. Extremamente cuidado, o interior da Igreja Velha ou Igreja de Nossa Senhora da Assunção apresenta três altares em talha datável dos finais do século XVIII e um arco cruzeiro de volta perfeita com pintura de marmoreados.

Casa das Tecedeiras

janeiro-de-cima

Espaço cultural e pedagógico, onde se reinventa a tradição do linho, apostando em peças de design moderno. O espaço funciona não só como oficina e loja, mas também como centro interpretativo, onde os visitantes ficam a conhecer o ciclo do linho e podem experimentar um tear antigo.

Capela de São Sebastião

janeiro-de-cima

Edificada em honra do Mártir que salvou os habitantes da aldeia. É aqui que se celebra a Festa do Bodo, festividade que reúne a comunidade e atrai muitos visitantes a Janeiro de Cima. A festa celebra-se, anualmente, sempre no dia 20 de janeiro.

Roda de Janeiro

janeiro-de-cima

Evoca tradições antigas de rega. É o testemunho da criativa engenharia popular, mostrando como os habitantes da aldeia souberam aproveitar o movimento do rio, retirando do seu leito as águas para regar os terrenos de cultivo mais próximos.

Tear Gigante

janeiro-de-cima

Construção recente e simbólica, que presta homenagem à tradicional atividade de tecelagem;

A Barca

janeiro-de-cima

Esta é uma tradição da aldeia que ainda perdura. Uma pequena embarcação que faz a passagem de pessoas, animais e mercadorias de uma margem do Zêzere para a outra.

Parque Fluvial da Lavandeira

janeiro-de-cima

Esta é uma belíssima zona de lazer da aldeia. Neste espaço convive-se, fazem-se piqueniques, observam-se as barcas ali atracadas e a antiga Roda de Janeiro, recentemente recuperada.

Onde ficar?

Casa de Janeiro 

janeiro-de-cima

janeiro-de-cima

A Casa de Janeiro oferece um ambiente muito confortável e acolhedor. O preço de um quarto duplo ronda os 60€/noite – agora 42€. Faça aqui a sua reserva >>

Casa da Pedra Rolada

janeiro-de-cima

janeiro-de-cima

 

A Casa da Pedra Rolada disponibiliza dois quartos duplos e uma suite para os seus hóspedes. Com cozinha e casa de banho totalmente equipadas, a casa tem um ambiente muito confortável e acolhedor. É alugada em regime de exclusividade para 6 hóspedes por cerca de 160€/noite – agora 112€. Faça aqui a sua reserva >>

Casa Cova do Barro

janeiro-de-cima

janeiro-de-cima

Esta casa tem todas as comodidades de que precisa para relaxar e desfrutar da região.Um quarto para duas pessoas, com acesso a todos os espaços comuns, ronda os 60€/noite – agora 42€. Faça aqui a sua reserva >>

Onde comer?

Restaurante Fiado

janeiro-de-cima

janeiro-de-cima

Um dos ex-libris da aldeia e da região, este restaurante tem uma ementa indulgente e deliciosa. Aconselhamos a provar a sopa de peixe, o bacalhau em pão de centeio, os maranhos com aroma de hortelã e, para sobremesa, a famosa tigelada. Reserve já o seu lugar à mesa >>

Conheça toda a oferta de alojamento das Aldeias do Xisto, experiências e outros restaurantes da região na plataforma Book in Xisto. Planear uma viagem nunca foi tão fácil.

Veja também: