Publicidade:

Marcas brancas: o segredo da poupança ou armadilha que sai cara?

As marcas brancas permitem uma grande poupança, mas às vezes o barato sai caro. Aprenda a avaliar os produtos e faça compras mais inteligentes.

Marcas brancas: o segredo da poupança ou armadilha que sai cara?
Nem sempre o preço dos produtos está diretamente ligado à qualidade

Atire a primeira pedra quem, no supermercado, nunca ficou com produtos de marcas brancas na mão sem saber se levá-los para casa era um truque genial de poupança ou uma falha monumental.

Estes produtos existem em praticamente todas as grandes superfícies e prometem tudo o que as marcas mais famosas prometem – mas a preços incrivelmente mais baixos. Em alguns casos, a despesa pode descer para metade, mas… e se a qualidade do produto também descer?

Marcas brancas: as respostas às dúvidas mais habituais


O que são marcas brancas?

As marcas brancas são aquelas que vendem os produtos de acordo com a sua designação geral. Por norma, vendem-se muito mais baratas do que as marcas mais famosas porque não investem em marketing nem em embalagens mais atraentes, o que se reflete no valor final cobrado ao consumidor.

comprar marcas brancas

Marcas brancas: sim ou não?

A resposta a esta pergunta vai sempre depender de duas coisas: o produto que quer comprar e a sua sensibilidade às alterações na qualidade.

Se é verdade que muitos produtos de marcas brancas são feitos pela mesma fábrica que faz os de outras marcas, também é verdade que, em muitos casos, o processo produtivo é diferente.

Isto quer dizer que, por exemplo, a receita de um produto alimentar pode ter diferenças nas quantidades de ingredientes, da mesma forma que um produto utilitário pode ser feito com matéria-prima mais fraca ou até nem ter exatamente as mesmas peças que os produtos semelhantes de outras marcas.

A escolha da marca no momento de comprar vai, por isso, obrigar a uma análise dos materiais de fabrico. O nosso conselho é que olhe para os rótulos das embalagens e, se tiver tempo, compare na loja a qualidade dos produtos lado a lado. Vai ver que, provavelmente, nem precisa que o plástico da garrafa de água seja tão rígido ou que os cotonetes tenham os cabos coloridos.

Quanto se poupa com produtos de marcas brancas?

Dependendo das marcas que usa habitualmente e da quantidade de produtos que troca por marcas brancas, surpreenda-se: o valor final da compra pode ser três vezes mais baixo.

Para lhe servir de exemplo, reunimos meia dúzia de produtos que constam na lista de compras de qualquer família e comparámos os preços do conjunto só de marcas brancas com o do conjunto das marcas mais caras.

Na nossa lista estão:

  • 1kg de arroz agulha;
  • 500gr de massa esparguete;
  • 1 garrafa de azeite de 75Cl;
  • 1 lata de atum de 120gr;
  • 1 embalagem de cereais de 500gr;
  • 1 embalagem de detergente para a loiça de 1L.

O valor deste cabaz composto só por marcas brancas fica por 7,12€, mas se quiser comprar o mesmo conjunto optando apenas pelas marcas mais caras pode preparar-se para desembolsar… 24,24€!

Se este cálculo o convenceu, é altura de rever a lista de compras.

Quais são os melhores produtos de marcas brancas?

escolher marcas brancas

Como dissemos, nem todos os produtos de marcas brancas são exatamente iguais aos equivalentes de marcas mais caras. Assim, e se ainda não estiver totalmente confiante, opte por começar pelos produtos cuja diferença dificilmente vai notar:

  • Água;
  • Especiarias;
  • Legumes congelados;
  • Leite;
  • Cereais e bolachas;
  • Massas.

Por outro lado, evite produtos que são de uso mais íntimo ou em que a qualidade tem um impacto direto na saúde ou na higiene da família ou em produtos que podem afetar os materiais onde são aplicados:

  • Produtos íntimos;
  • Produtos de higiene;
  • Combustíveis;
  • Produtos para animais.

Em todo o caso, lembre-se que há normas europeias de qualidade que todas as marcas são obrigadas a cumprir e, por isso, enquanto consumidor está sempre protegido de efeitos adversos graves. É o caso dos produtos de cosmética e dos preservativos, por exemplo: independentemente da marca, há um nível de qualidade e segurança mínimo que é sempre garantido.

Marcas brancas ou marcas próprias?

Antes de terminar, fica uma última nota: além das marcas brancas, muitos supermercados oferecem também produtos de marcas próprias.

Estes produtos são vendidos com o nome da marca-mãe e até chegam, em alguns casos, a ser ainda mais baratos do que as marcas brancas. Na hora de comprar, compare: o importante é sempre manter o equilíbrio entre o preço e a qualidade do que consome.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro e não é responsável pelos produtos apresentados. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se quiser sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].