Publicidade:

Materiais naturais na decoração estão de volta e em força

Sabia que os materiais naturais na decoração vieram para ficar? Seja em pequenos móveis ou em estruturas mais sólidas, os elementos naturais são tendência.

Materiais naturais na decoração estão de volta e em força
Crie um ambiente natural na decoração da sua casa

No final do ano de 2018, a tendência da utilização de materiais naturais na decoração já se fazia antever. E em 2019 não há mesmo volta a dar! Ditam os “gurus” que é super trendy ter elementos naturais abundantes um pouco por todas as divisões da casa, mas especialmente nas salas de jantar e de estar.

E quais as grandes vantagens de utilizar materiais naturais na decoração? De um modo geral, estes elementos conferem aos espaços um toque minimalista, amplo e despojado.

Tal como acontece na natureza, com este tipo de decoração não só se valorizam, como celebram as pequenas falhas e imperfeições, o que torna a sua manutenção muito mais fácil. Afinal ninguém vai estranhar que uma peça não esteja impecavelmente limada, com as medidas certas ao milímetro, nem sem altos ou socalcos.

Têxteis de casa em fibras naturais, papel de arroz, cerâmica, vime ou bambu, são alguns dos materiais naturais mais utilizados na decoração. Seja em candeeiros, móveis, loiças e vasos de aspecto mais tosco e inacabado, estes elementos criam uma excelente interação com plantas naturais, flores e vidros.

Por isso, aceite as perfeitas imperfeições dos materiais naturais e tire partido deles na sua decoração! Se o fizer, é garantido que conseguirá criar um espaço bem relaxante, acolhedor e, claro está, natural.

Inspirações para a utilização de materiais naturais na decoração


1. Mobiliário sustentável

Recorrer a móveis feitos em materiais naturais (como a madeira ou o vime) ou reciclados é sempre uma boa opção. Se estivermos a falar de peças feitas à mão ou de mobiliário restaurado ainda melhor, uma vez que não têm o aspecto standardizado que é habitual em algo mais industrial e são normalmente opções mais sustentáveis.

2. Cores terra

 

Seja em que divisão for, vai querer utilizar cores associadas à Natureza! Tons verdes (especialmente verde-escuro) e tons terra e ocre são os mais associados a estilo decorativo.

Como alternativa pode ainda recorrer a cores que remetam para os minerais. A título de exemplo, temos os azuis, os roxos e os violetas. E onde aplicar estas paletas? Papéis de parede, de preferência pintados à mão, é uma das opções.

3. Iluminação

A iluminação deve estar em linha com este tipo de ambiente. Não só nos equipamentos de iluminação, como os candeeiros que podem ser feitos em barro, mas também no aproveitamento da luz natural propriamente dita. A utilização de materiais naturais na decoração, como por exemplo um piso em madeira clara, ajuda mesmo a refletir a luz solar dentro de casa.

4. Acabamentos metálicos

 

Os acabamentos metálicos, como o bronze ou cobre, podem ser utilizados nestes ambientes! Eles vão dar o toque final que tanto procurava. Uma das sugestões de utilização será, por exemplo, nas saboneteiras ou torneiras da casa de banho.

10 materiais que deve privilegiar num estilo de decoração natural


1. Vime

O vime (ou verga) é um dos materiais de eleição daqueles que preferem este estilo de decoração. Pode optar por cestos feitos em vime e utilizá-los para arrumar mantas ou lenha, ou então como meros elementos decorativos. Além disso, existem também poltronas, cadeiras e sofás neste material, que tornam os espaços mais charmosos e naturais.

2. Rattan

 

O rattan consiste numa fibra utilizada sobretudo em cestos, móveis e molduras para espelhos que se tem popularizado cada vez mais. Esta fibra é excelente para criar um mood natural e um dos materiais mais indicados para decorar uma zona exterior.

3. Linho

Sim, também é possível integrar o linho no cenário de materiais naturais na decoração! Como? Nas cortinas ou persianas de correr, por exemplo. Se não gostar muito desta solução, pode também experimentar forras de sofá ou de almofadas em linho.

4. Algodão

O algodão é um dos materiais mais versáteis e utilizados em diferentes tipos de objetos. No caso da criação de ambientes decorativos, o destaque vai para a roupa de cama e as tapeçarias e forras, com ou sem estampados. No caso de optar por padrões, prefira os que apelam à natureza, ou seja, os mais florais.

5. Sisal

O sisal é um material muito comum para fazer cordas ou cordões, sejam mais utilitários ou decorativos. Além disso, é possível utilizar esta fibra também em tapeçaria, de pequena ou grande dimensão.

6. Lã

 

À semelhança do algodão, a lã é muito versátil, e pode ser encontrada em mantas, que podem ser colocadas dobradas sobre o sofá.

7. Madeira

A madeira é o ex libris de qualquer decoração que privilegie a ligação à Natureza. E deve ser utilizada, preferencialmente, no seu estado mais natural possível! Como alternativa, pode também recorrer à reutilização de madeiras velhas ou a madeira reciclada. Um bom exemplo de reutilização é a transformação de paletes em mesas baixas, estruturas de sofás e poltronas ou até mesmo em estantes. As opções são infindáveis!

8. Barro

Acrescente o barro ao leque de materiais naturais a utilizar na decoração. Falamos de pequenos acessórios decorativos, desde vasos a peças de autor, que conferem um ambiente rústico e natural à sua sala ou quarto.

9. Cortiça

 

Procure utilizar a cortiça como um material para pequenos elementos decorativos: frascos, individuais ou bases para copos são algumas das hipóteses. Além disso, pode também criar painéis de cortiça para afixar documentos e fotografias ou até mesmo para forrar por completo uma parede.

10. Papel

O papel de parede é muito importante num ambiente natural, sobretudo se for pintado à mão! Sugestão: pode até apostar em criar um cenário real, como um floresta ou uma paisagem inspiradora.

Materiais naturais? Claro que sim, mas com conta, peso e medida


Os materiais naturais na decoração são, sem sombra de dúvida, uma grande tendência. Mas atenção! São os próprios profissionais de decoração que alertam: é preciso dosear! Não queira exageros pois pode conseguir o efeito contrário: poluir o ambiente visual.

As madeiras, por exemplo, quando usadas em revestimentos já não devem estar presentes nos móveis – que podem ser de palha. Procure sempre um equilíbrio.

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação