Publicidade:

7 maus hábitos no trabalho que deve eliminar já

Aprenda a identificar os seus maus hábitos no trabalho e elimine-os de modo a melhorar a sua imagem e reputação perante os colegas e superiores.

7 maus hábitos no trabalho que deve eliminar já
Maus hábitos no trabalho: o que fazer para eliminá-los?

Todas as pessoas fazem ou dizem, frequentemente, coisas que prejudicam a sua imagem profissional. Os maus hábitos no trabalho têm o condão de irritar colegas, superiores, clientes e fornecedores, por isso, livrar-se deles o quanto antes é essencial para que possa melhorar a sua relação com os outros.

Maus hábitos no trabalho: o que fazer para eliminá-los?


Resultado de imagem para site e-konomista.pt trabalho

Ser bom profissional não significa apenas ser excelente tecnicamente. Também se exige a um profissional de excelência que tenha uma uma postura adequada e que mantenha uma boa convivência com as pessoas com quem colabora e partilha o espaço diariamente no local de trabalho.

Identifique os maus hábitos no trabalho que mais frequentemente apresenta

O primeiro passo é conseguir identificar os maus hábitos no trabalho que está constantemente a exercer. Isto é mais difícil do que parece, e a razão é muito simples: na maioria dos casos, quem pratica maus hábitos no trabalho não os percebe, ou passa muito tempo sem os identificar.

Muitas vezes, é já tarde demais: imagine o colega do lado que um dia está uma pilha de nervos e confessa que já não aguenta mais os ruídos que está a fazer com a sua caneta de mola. Se isto acontecer ao fim, digamos, de alguns anos, é sinal de que vinha exercendo este e, provavelmente, outros maus hábitos no trabalho e irritando os outros ao seu redor há muito tempo, sem que se tenha disso apercebido.

Se tiver a sorte de trabalhar numa empresa que promova uma cultura de feedback, os seus colegas terão maior disponibilidade para lhe dizer honestamente quais os seus hábitos mais “irritantes”; caso não seja assim, poderá ter que ser você mesmo a fazer um exercício honesto de auto-análise.

Quando já sabemos quais são os nossos maus hábitos profissionais

Muitas vezes as pessoas até têm consciência do atos que cometem e que são suscetíveis de prejudicar a sua imagem, mas por alguma razão, não lhes dão importância e recusam-se a enfrentá-los; algumas vezes, porque consideram que tais hábitos não são assim tão prejudiciais ao bom ambiente de trabalho; noutros casos, porque são hábitos tão profundamente interiorizados que a pessoa se sente incapaz de mudá-los.

Mas, olhemos para a questão sob este prisma: esses maus hábitos no trabalho podem custar-lhe caro, ao prejudicarem a sua credibilidade. Eles abatem ou desgastam a sua imagem profissional! Importa também constatar que os maus hábitos no trabalho tendem a intensificar-se ao longo do tempo, uma vez que vamos ganhando mais e mais confiança e à vontade com os nossos colegas ao longo dos meses ou anos em que trabalhamos juntos.

Depois de se comportar continuamente de forma desadequada, pode ter a certeza de que a sua reputação irá sofrer, e as suas oportunidades de progressão na carreira também.

São motivos mais do que suficientes para colocar mãos à obra, não acha? Tire então alguns minutos do seu dia para tentar identificar em que é que pode melhorar.

Maus hábitos no trabalho que arruinam a sua reputação


Quais são então os hábitos mais nefastos para a sua reputação no trabalho?

1. Chegar sempre atrasado

A pontualidade é uma regra de ouro para quem não quer ver manchada a sua reputação profissional. Por muito exímio que seja o seu trabalho, o facto de chegar sempre atrasado a todo e qualquer compromisso acaba por ter um efeito desgastante, especialmente sobre aqueles que prezam, usam e abusam da pontualidade britânica. Atrasar-se de vez em quando é normal – qualquer um o faz – mas ser um atrasado crónico já entra para o ranking dos piores hábitos que pode demonstrar no trabalho.

E os efeitos disso podem-se notar de forma imediata – imagine que numa reunião terá que se defender de algum ponto de vista. Se as pessoas já estiverem tensas, mais tensas vão ficar com o seu atraso, e mais propensas a conflitos. Como identificar este mau hábito? Analise as suas reuniões e chegadas ao trabalho no último mês. Se chegou atrasado à maior parte dos seus compromisso já poderá gritar alto: ”Houston, we have a problem!”.

Ser pontual significa que honra o seu tempo e respeita o tempo dos outros.

2. Dar desculpas para os seus erros

Se chegou atrasado – mais uma vez – e se está a preparar para dizer “Estava um trânsito infernal!”, o melhor é ficar calado, ou arrisca-se a ouvir a merecida resposta “Pois, não sei: eu vim de helicóptero!”.

Todos temos imprevistos, manhãs mais complicadas, filhos que demoram a vestir-se, caminhos repletos de trânsito e outros imprevistos. Todos! Por isso, se os colegas chegaram cedo, significa que souberam gerir melhor o seu tempo. Não invente desculpas e assuma que chegar cedo não foi uma prioridade para si. Isto aplica-se a todas as situações: inventar desculpas é extremamente irritante para os outros e este é um dos maus hábitos no trabalho de que deve livrar-se já.

3. Bater incessantemente com alguma parte do corpo numa superfície

Este é um tique muito usual que muita gente apresenta quando está impaciente. Muitas vezes as pessoas não têm a consciência do que estão a fazer e do quanto isso pode transtornar os outros, porque nesses momentos a sua cabeça está a fervilhar tanto com pensamentos, que simplesmente não se apercebem do que estão a fazer. Os tiques mais comuns são bater com a caneta na mesa, ou bater com as mãos repetidamente nas pernas.

Se costuma fazer isto, não demorará muito até que alguém lhe chame a atenção, por isso, pense se já lhe aconteceu alguém lhe ter chamado a atenção alguma vez, lembre-se disso, e faça um esforço para não o voltar a fazer. Se o caso for grave, e mesmo assim tem tendência para continuar com os batimentos, tente arranjar uma caneta que ao bater na mesa seja silenciosa.

4. Queixar-se a todos os momentos do dia a dia

Mais uma vez, por muito bom profissional que possa ser, no momento em que o seu chefe está indeciso entre si e um outro colega igualmente bom profissional, para uma promoção, vai escolher o outro, simplesmente porque ele não passa o dia todo a queixar-se. Se está cansado de ouvir sua própria voz, é provável que seus colegas também estejam.

O ambiente de trabalho não se mantém favorável e saudável se houver alguém constantemente a protestar. Mesmo que seja parte do seu feitio, isso poderá prejudicar um pouco a sua relação com os outros. Uma forma forma de eliminar este mau hábito de trabalho é tentar canalizar as suas frustrações para outros meios – como por exemplo, escrever, em vez de barafustar constantemente.

5. Procrastinar

Entregar trabalho a tempo e horas é algo muito valorizado por todos num ambiente de trabalho comum. Ser uma peça enferrujada na engrenagem da empresa não interessa a ninguém, e isso se for recorrente, deteta-se facilmente ao fim de algum tempo. Não seja essa peça enferrujada, e não faça com que os outros se irritem consigo por isso.

Saiba como fugir à procrastinação >>

6. Usar linguagem descuidada

Mesmo que se sinta absolutamente à vontade com todos lá no local de trabalho, isso não significa que tenha que se desleixar, e usar vocabulário desajustado quando fala com os outros. Faça um esforço para se manter firme e orgulhoso do seu papel como profissional, e empregue sempre os termos mais adequados, em todas as ocasiões.

Da mesma forma não convém deixar de empregar um “obrigado” ou um “por favor” sempre que se justifique.

7. Usar o local de trabalho como local de refeição

Por muito que esteja compenetrado e sinta que não deve largar por nada as suas tarefas, não ceda à tentação de tomar o seu pequeno almoço na sua secretária de trabalho. As razões, essas, são muitas. Uma delas é o barulho que poderá fazer enquanto vai deglutindo os alimentos um a um – isso é realmente capaz de enfurecer os seus colegas.

Depois, há que ter em conta os odores: imagine o terror que será para alguém chegar ao escritório e cheirar intensamente a algum alimento mais fragrante. Mesmo que tenha ficado sozinho no escritório a trabalhar durante a noite e não o faça em frente a ninguém, lembre-se que os vestígios de um bom manjar no local de trabalho são difíceis de se esconder… Faça uma merecida pausa para se alimentar!

Veja também:

Catarina Reis Catarina Reis

Consultora de carreira com mais de 10 anos de experiência, possui formação superior em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia. É naturalmente curiosa, desenvolvendo múltiplos projetos paralelos que envolvem a Fotografia, a Música, o Marketing Digital e o Cinema.