Publicidade:

8 ideias originais para mealheiros personalizados

Poupar pode ser uma tarefa difícil, mas se tiver incentivos é mais simples. Os mealheiros personalizados podem ajudá-lo. Veja as nossas sugestões.

8 ideias originais para mealheiros personalizados
Sugestões para miúdos e graúdos

Anda a sonhar comprar aqueles sapatos lindos de marca? Já está a fazer planos para a próxima viagem? Quer ensinar os seus filhos a poupar? Os mealheiros personalizados são uma ótima ferramenta para motivar qualquer pessoa a poupar para um objetivo definido.

O mealheiro é um conceito antigo, mas muito eficiente enquanto estratégia de gestão financeira. Alimentar um porquinho mealheiro (ou outro tipo de mealheiros personalizados) é um incentivo à poupança, já que ajuda a tornar palpável o compromisso de juntar dinheiro.

Ter mealheiros para diferentes objetivos, usar mealheiros transparentes para ver o seu dinheiro “crescer” são formas de o motivar a poupar mais. Os mealheiros personalizados, que têm tudo a ver consigo, são um estímulo adicional, e giros! Deixamos algumas ideias.

8 ideias de mealheiros personalizados

1. Porquinho mealheiro

 

Não há nada mais típico do que o porquinho mealheiro. Se quer manter-se fiel à tradição mas dar um toque pessoal pode comprar um porquinho em cerâmica, sem quaisquer elementos decorativos, e pintar ao seu gosto. Nas lojas de artesanato encontra todos os materiais e até workshops onde pode personalizar o seu porquinho com a ajuda de uma profissional.

2. Molduras

 

As molduras não servem apenas para colocar fotografias. Pode usar uma moldura com profundidade extra para fazer mealheiros personalizados muito bonitos. Se quer poupar para uma viagem coloque uma imagem do mapa-mundo ou do seu destino. Pode também colocar uma frase inspiradora. Depois basta fazer uma ranhura no topo para colocar o dinheiro.

3. De madeira pintados à mão

 

Nas lojas de material de artesanato encontra mealheiros de madeira com diversas formas (casinha, flores ou animais) para personalizar. Esta pode ser uma boa opção para as crianças. Brincando com as palavras, também pode comprar um banquinho de sentar e decorar para fazer o “banco” dos seus filhos.

4. Copos de take away

 

Se pediu um café americano para levar, não deite fora o copo. Com um pouco de imaginação pode fazer mealheiros personalizados e cheios de estilo. Use tinta spray de uma cor que goste, coloque uma etiqueta bonita com o objetivo da poupança e abra um pouco mais a ranhura por onde bebeu o café para poder meter moedas e notas.

5. A partir de garrafas de plástico

 

Recicle garrafas e faça um porquinho mealheiro. Com tesoura, cola, tinta e papel colorido consegue fazer um mealheiro divertido, ideal para crianças. Faça este projeto com os seus filhos. É uma oportunidade para lhes passar dicas de trabalhos manuais e poupança.

6. Frascos de vidro com nova vida

 

Reutilize frascos e potes de vidro. Têm a vantagem de serem transparentes para que possa ver o seu dinheiro crescer e motivar-se a poupar mais. Coloque uma etiqueta ou ícone com o objetivo da poupança.

7. Latas recicladas

 

Todo o tipo de latas de comida dão excelentes mealheiros personalizados. As latas de batatas fritas, que existem em vários tamanhos, são ótimas para o efeito. Como têm uma tampa de plástico é mais fácil fazer o orifício para colocar o dinheiro. A decoração pode fazer com papel colorido, tintas e fitas.

8. Caixas de papel

 

As caixas de papel também são ideais para reciclar e dar nova vida. Por exemplo, se tem uma caixa de sapatos perdida lá por casa forre-a com um tecido bonito e use-a como mealheiro. Pode usar tecido autocolante, ou colar com cola quente ou cola de tecido.

Veja também:

Alexandra Nunes Alexandra Nunes

Alexandra Nunes é jornalista com experiência em imprensa e rádio. Depois de quase uma década a trabalhar na Rádio TSF partiu rumo ao Médio Oriente. A sede de conhecer novos mundos levou-a até ao Dubai, onde vive atualmente. Por lá, tem-se dedicado a explorar novas áreas da Comunicação e escreveu a biografia “Uma Mulher no Topo do Mundo” sobre a primeira portuguesa a chegar ao topo do Monte Evereste. É apaixonada por viagens, pessoas e as suas estórias.

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].