Publicidade:

Como escolher a melhor conta ordenado para si

As ofertas são muitas, mas como saber qual é a melhor conta ordenado do mercado? Siga estas dicas para fazer a escolha mais inteligente.

Como escolher a melhor conta ordenado para si
Seja responsável na gestão diária

Desde que começou a trabalhar que o salário cai, todos os meses, na sua conta bancária. O banco até já lhe acenou com umas opções especiais para trabalhadores, mas está na dúvida: como saber se aquela é mesmo a melhor conta ordenado e que não há bancos com melhores alternativas?

Escolher uma boa conta ordenado é importante e, não fazendo uma diferença gigante no final do mês, pode protegê-lo de comportamentos financeiros menos saudáveis. Entenda porquê.

Como saber qual é a melhor conta ordenado para si?


melhor conta ordenado

Como em todos os produtos financeiros, a resposta a esta pergunta vai depender do seu perfil. Para começar, uma conta ordenado faz sentido para quem, efetivamente, tem um rendimento fixo mensal. Depois, importa avaliar as condições oferecidas por cada instituição bancária para ver quais lhe assentam melhor.

O que é uma conta ordenado?

É uma conta onde domicilia o seu rendimento fixo mensal, ou seja, um acordo em que se compromete a guardar o dinheiro corrente no banco a troco de algumas vantagens.

As opções no mercado são muitas e as diferenças podem ser subtis, por isso, escolher a melhor conta ordenado pode não ser uma tarefa simples.

Quais são as vantagens de ter uma conta ordenado?

A grande vantagem destas contas é o crédito simples, a que os bancos dão o nome de “descoberto autorizado”. No fundo, é um crédito pré-aprovado no valor de 100% do seu salário, que pode usar quando quiser. O valor que gastar para lá do ordenado fica a negativo na conta e é descontado do salário seguinte assim que ele for depositado.

Em alguns bancos, as contas ordenado têm ainda outras vantagens, como a isenção dos custos de manutenção de conta ou bonificações no spread dos créditos. Se vai precisar de subscrever outros produtos, vale a pena investir na procura de uma melhor conta ordenado para beneficiar das vantagens depois.

Há desvantagens em ter uma conta ordenado?

Se for um consumidor responsável, não. No entanto, a facilidade com que as contas ordenado concedem crédito pode fazê-lo entusiasmar-se e perder o controlo das suas finanças pessoais.

Repare: se, além do salário, gastar o plafond extra e deixar a conta a negativo, vai demorar muito tempo até equilibrar o orçamento, porque o banco vai descontar a dívida no salário seguinte e deixá-lo sem dinheiro para as contas habituais. Ora, para pagá-las vai ter de voltar a recorrer ao descoberto autorizado, que volta a ser descontado no mês seguinte. Está a ver onde queremos chegar, não está? Fica completamente “preso” ao crédito bancário.

Uma solução é – e deve ter isto em conta quando procurar a melhor conta ordenado para si – a possibilidade de limitar o descoberto autorizado, ou seja, dizer ao banco que não quer um plafond de 100% do salário, mas apenas de um valor mais residual.

Como escolher?

A procura pela melhor conta ordenado não é difícil nem demora muito tempo, basta “ler as letras pequeninas”, como se costuma dizer. Primeiro, informe-se sobre os custos de manutenção de conta, porque vai querer ser isento. Depois, analise as vantagens na subscrição de outros produtos (spreads reduzidos, por exemplo). Por fim, pergunte pela possibilidade de limitar o descoberto autorizado.

Depois de confirmar que todas as alíneas acima se verificam, passe para a parte mais dura: o banco que lhe oferecer os juros menores pelo descoberto autorizado (ou seja, o que cobrar menos pelo dinheiro emprestado) é o que lhe oferece a melhor conta ordenado.

Como aderir a uma conta ordenado?

Se já analisou as ofertas e encontrou aquela que considera ser a melhor conta ordenado para o seu caso, basta ir ao banco e aderir, ou, se já for cliente do banco, pedir a conversão da sua conta à ordem.

Escolher a melhor conta ordenado é relativamente fácil e rápido e pode ser uma grande ajuda na gestão diária do orçamento familiar. Se tem um rendimento mensal fixo, vale a pena investir tempo no processo e na comparação das ofertas disponíveis.

Veja também: