Publicidade:

10 melhores BMW de sempre

A BMW já construiu alguns dos melhores carros do mundo, sobretudo no passado mais recente. Conheça estes que são os 10 melhores BMW de sempre.

10 melhores BMW de sempre
Potência e luxo definem desde sempre os modelos da BMW

Bayerishe Motoren Werke em alemão. Fábrica de Motores da Baviera em português. BMW para todo o mundo. A construtora alemã tem como máxima construir carros simultaneamente desportivos e luxuosos, e hoje vamos saber quais são os melhores BMW de sempre.

Com mais de um século de história (mais precisamente 102 anos), a marca de Munique é responsável não só pelo desenvolvimento, fabrico e comercialização de todos os modelos BMW, mas também, mais recentemente, de todos os modelos da Rolls Royce e também da Mini.

Apesar de hoje ser uma das marcas mais conceituadas do mundo automóvel, os primeiros anos da história da BMW jamais fariam prever que algum dia teriam tanto sucesso neste ramo. Os primeiros anos da marca foram passados a construir motores de aviões para a Luftwaffe (a força aérea alemã), uma vez que a BMW tinha sido fundada com esse intuito: dar apoio bélico à Alemanha durante a 1ª Guerra Mundial. Mas o facto de a Alemanha ter assinado o tratado de Versailles em 1919, que ditou oficialmente o fim da 1ª grande guerra, fez com que a BMW tivesse que reduzir a produção de motores de aviões e passasse então a produzir motos nos restantes anos. Na verdade, o primeiro carro construído totalmente pela BMW foi apenas lançado 15 anos depois da sua fundação, em 1933.

Os 10 melhores BMW de sempre

A história da BMW está representada no seu símbolo. O círculo dividido em 4 triângulos iguais simboliza as hélices em do motor de um avião a girar a alta velocidade, e as cores branco e azul simbolizam a região da Baviera.

Desde então a BMW tem produzido algumas das melhores máquinas de 4 rodas que o mundo já viu. Não só para as estradas, mas também para as pistas de corridas, com incursões em vários desportos motorizados, repletos de sucessos. Contam-se inclusive várias presenças no campeonato de Fórmula 1, com os seus motores a terem equipado várias equipas. Entre os sucessos mais recentes estão os carros da Williams entre 2000 e 2005 e a fundação da BMW Sauber F1 Team em 2006, que foi curiosamente a equipa onde se estreou o atual piloto da Ferrari e tetra campeão mundial Sebastian Vettel.

Apresentada a história, conheçamos agora então aqueles modelos que para nós são os melhores BMW de sempre.

1. BMW 507

Na década de 50 a Mercedes havia lançado o famosíssimo Mercedes 300SL, um dos carros mais carismáticos de sempre, e foi então que Max Hoffman, um dos importadores de carros de luxo europeus mais famoso nos Estados Unidos advertiu a BMW para o sucesso que a Mercedes estava a ter no continente norte americano, e que deveriam fazer algo para contrariar a hegemonia dos rivais. Foi então que a BMW decidiu inspirar-se fortemente no 300SL e construiu o 507, e este acabou por se tornar num dos melhores BMW de sempre.

O motor V8 de 3.2 litros de capacidade e que debitava 150 cavalos tornava-o num dos carros mais velozes da época. Isto aliado a um dos design mais bonitos da época levaram a que o famoso rei do rock, Elvis Presley, tivesse dois na sua garagem, e os mostrasse orgulhosamente a toda a gente. Estes carros hoje em dia estão avaliados em 3.000.000€.

 

2. BMW Isetta

Pode não ser a derradeira máquina para conduzir, mas o Isetta, um dos carros mais estranhos do planeta tinha que fazer parte desta lista. Este minúsculo carro de 2 lugares foi bastante popular entre os amantes dos carros pequenos, e podemos até dizer que terá sido uma inspiração para a Smart ter construído o ForTwo. Foi produzido durante 8 anos, entre 1955 e 1963, e o seu motor de 1 cilindro produzia uns incríveis 13 cavalos de potência.

Mas desengane-se quem acha que o Isetta não era um carro rápido. Era extremamente leve e conseguia atingir os 90 km/h! O estilo peculiar deste BMW torna-o ainda hoje num carro bastante apetecido, e é impossível encontrar exemplares deste modelo abaixo dos 40.000€.

 

3. BMW 2002

O BMW 2002 foi lançado em 1969 e foi responsável por catapultar novamente a BMW para as luzes da ribalta, voltando a dar à marca a reputação de carros de luxo e desportivos que havia conquistado nos anos 50. O design desportivo deste modelo, a suspensão traseira independente e o motor de 4 cilindros 2.0 de 130 cavalos tornavam este carro muito divertido de conduzir, ao mesmo tempo que era também extremamente confortável. É considerado o pai da nova geração de sedans da BMW (o série 3, série 5 e série 7). Estes modelos estão avaliados em cerca de 20.000€.

 

4. BMW “E30” M3

Considerado por muitos um dos melhores BMW de sempre, se não mesmo o melhor, este carro não poderia deixar de constar nesta lista. A BMW queria conquistar mais sucessos nas corridas automóveis e, sobretudo, queria conquistar o título do DTM, campeonato alemão de turismo onde apenas os construtores alemães podem competir. A Mercedes, mais uma vez, dominava o campeonato com o Mercedes 190 W201, e um dos requisitos para entrar neste campeonato é que um determinado número de carros fosse vendido para que este pudesse ser homologado para as corridas. Foi então que a BMW decidiu produzir e comercializar o primeiro M3, e não só tornou este num dos melhores carros de estrada de que há memória, como também conseguiu por um fim ao domínio da Mercedes, dando origem a uma das lutas mais importantes da história do desporto motorizado. Estes exemplares do M3 estão avaliados em mais de 70.000€.

 

5. BMW M1

Curiosa e injustamente, o BMW M1 está catalogado como um dos maiores fracassos da marca da Baviera. Na era de maior apogeu da indústria automóvel, onde quase todos os fabricantes estavam a criar super carros, a BMW decidiu aliar-se à Lamborghini e tentaram desenvolver em conjunto o primeiro super carro da marca alemã. No entanto, a parceria não foi um sucesso, e a Lamborghini abandonou o projeto antes de este estar concluído, o que obrigou a BMW a explorar territórios desconhecidos sozinha. A BMW acabou por formar uma nova divisão da companhia, a divisão M, e concluiu assim este projeto contratando ex-engenheiros da Lamborghini. Apenas 453 exemplares foram construídos, o que transforma este carro num dos BMW mais raros do mundo. Estes carros estão avaliados em mais de 100.000€.

 

6. BMW 850CSI

Este foi outro dos fracassos da BMW, e era um carro que prometia ser um marco daquilo que era a inovação e tecnologia da altura. O BMW 850 foi lançado em 1989 e era claramente um carro muito à frente no seu tempo. Ficou marcado na história como um dos melhores BMW de sempre não só por ter um motor V12 com uma caixa manual de seis velocidades, mas também por todas as funcionalidades do carro serem comandadas eletronicamente.

Este carro oferecia uma combinação de luxo, rendimento e tecnologia nunca antes vista até então, e talvez tanta inovação tenha sido o problema deste carro. Apenas foram fabricados 1510 exemplares, no entanto estas bombas ainda estão avaliadas em mais de 100.000€.

 

7. BMW Z8

O Z8 foi uma reinterpretação da BMW daquilo que seria um carro desportivo do passado, mas com todas as tecnologias da época. Este carro tinha uma estrutura totalmente feita de alumínio, pelo que era bastante leve, e o motor, um V8 de 4.9L de capacidade que produzia mais de 400 cavalos, tornaram este carro bastante rápido.

Mas, no entanto, o Z8 não era um carro pensado tanto na performance, mas sim para o prazer de conduzir. O responsável pelo design deste carro foi Henrik Fisker, o famoso designer de automóveis responsável por ter desenhado o Aston Martin DB9, um dos melhores Aston Martin de sempre. Os BMW Z8 custam ainda, em média 200.000€.

 

8. BMW 1M

A divisão M é responsável por alterar os carros de produção de série e torná-los um pouco mais picantes, e até então só os modelos mais prestigiados da marca tinham direito a uma versão M, por isso colocar este emblema no BMW mais barato à venda foi sem dúvida um passo arriscado para a reputação da marca, mas a BMW foi capaz de tornar este pequeno carro num dos melhores BMW de sempre.

Este carro tinha um equilíbrio perfeito entre peso e potência, tornado-o bastante manobrável e divertido de conduzir. Equipado com um motor de 3.0L twinturbo, 6 cilindros em linha e 335 cavalos de potência, o 1M era o brinquedo preferido de qualquer homem em 2007. Hoje em dia, é possível encontrar alguns destes exemplares à venda em Portugal por cerca de 60.000€.

 

9. BMW i8

Com as questões ambientais a gerarem cada vez mais preocupação e mais pressão sobre as construtoras para reduzirem as emissões de gases poluentes, a BMW decidiu converter-se à moda dos híbridos, mas não com um modelo qualquer. A marca alemã criou um super desportivo com um design bastante agressivo, com umas portas a abrirem na vertical que impõem respeito, com capacidade de sentar 2 adultos e 2 crianças (bastante pequenas diga-se de passagem) nos bancos de trás, e com autonomia para circular até 50km em modo totalmente elétrico, sem gastar 1 único cêntimo em combustível.

A combinação do motor 1.5 a gasolina de 3 cilindros com os motores eléctricos totaliza 349 cavalos, o suficiente para dar a este carro prestações equivalentes a super carros movidos apenas a gasolina. Os preços para o BMW i8 começam nos 142.894€.

 

10. BMW 760 Li

A BMW renovou totalmente o seu topo de gama em 2018, dotando-o de toda a tecnologia disponível no mercado. Mas não só de tecnologia de ponta se faz o novo 760 Li. Este carro está equipado com o motor V12 de 6.0L, com 445 cavalos de potência. Os preços começam nos 168.300€, mas ainda assim é substancialmente mais barato do que os rivais da Audi e Mercedes neste mesmo segmento, o de berlinas de luxo na versão longa.

A BMW elevou a fasquia com este carro, tanto a nível de equipamento e de conforto como de segurança, e é impressionante ver como a tecnologia evoluiu ao longo dos anos. É nestes modelos que podemos ver os padrões daquilo que serão os carros de classes mais baixas nos próximos 10 anos, e é por isso que este é um dos melhores BMW de sempre.

 

Veja também:

Marvin Tortas Marvin Tortas

Licenciado em Ciências da Comunicação, homem do Norte, apaixonado por carros e com experiência em desporto automóvel. A seguir a mamã e papá, as palavras Ferrari, Mercedes, Audi e Fiat foram respetivamente as 3ª, 4ª, 5ª e 6ª palavras do seu vocabulário.

Também lhe pode interessar: