Publicidade:

As 15 melhores cidades para visitar em 2018

Tem curiosidade sobre quais são as melhores cidades para visitar em 2018? Conheça o top 15, todas elas muito diferentes e muito interessantes.

As 15 melhores cidades para visitar em 2018
Cidades que deve visitar este ano

Quer saber quais são as melhores cidades para visitar em 2018? Então, este artigo é para si! Revelamos locais irresistíveis, que irão proporcionar experiências inesquecíveis em cidades que são verdadeiras tendências que precisa conhecer.

Num planeta tão grande, com culturas tão diferentes, pode ser difícil eleger apenas alguns destinos, mas acreditamos ter uma seleção suficientemente abrangente para todos os gostos.

Melhores cidades para visitar este ano: 15 boas opções


Antes de fazer as malas, atente às nossas sugestões e deixe-se inspirar para escolher o local das próximas férias e aventuras.

1. Londres, Reino Unido

londresFonte: Max Pixel

Muito na moda por receber mais um grande acontecimento a envolver a família real, Londres é sempre uma boa escolha, pelas oportunidades invejáveis que disponibiliza. Das compras ao modo de vida, a uma gastronomia cada vez mais requintada que coloca o “fish and chips” como uma escolha do passado.

É uma cidade cheia de história, com provas de antiguidade um pouco por todo o lado. Os edifícios da cidade são marcos importantes para qualquer turista que se preze: Torre de Londres, a Abadia de Westminster, o Big Ben – são pontos de referência instantaneamente reconhecíveis. Também a grandeza arquitetónica que se ergue ao redor de West End, os pubs charmosos que pontuam os bairros históricos, os subúrbios arborizados e as margens do rio fazem de qualquer visita algo a desfrutar em pleno.

2. Nova Iorque, EUA

new yorkFonte: Max Pixel

Não é por acaso que a chamam de “a cidade que nunca dorme”, pois há muito que a vida em Nova Iorque parece não parar nunca, havendo sempre algo para fazer, um novo sítio para visitar, um canto novo para descobrir.

É nessa combinação de abertura, diferentes espíritos, densidade populacional e de tanto contraste que o potencial da cidade se desencadeia.
Esta cidade revela-se como o epicentro das artes, o local perfeito para qualquer tipo de jantar, para fazer compras, para conhecer tendências. Há sempre algo para todos os gostos e feitios.

3. Paris, França

parisFonte: Max Pixel

Os parisienses são, muitas vezes, caracterizados por serem um povo arrogante, mas, na verdade, têm uma forma de viver muito peculiar, alegre e orgulhosa. Orgulho esse que foi cultivado, defendido, esmagado e recapturado ao longo das margens do Sena.

As avenidas, museus, cafés e lojas clássicas de Paris são realçadas por uma nova onda de galerias multimédia, bares de vinho criativos, lojas de design e empresas iniciantes de tecnologia. Um destino a não perder este ano.

4. Chiang Mai, Tailândia

A cidade de Chiang Mai É a segunda maior cidade tailandesa. Esta cidade conquista pelas suas montanhas e colinas coloridas e cativa quer aqueles que querem fazer compras, quer os mais aventureiros.

5. Moscovo, Rússia

moscovo

Qualquer pessoa que conheça esta cidade ressalvará a sua vertente dinâmica, que torna a cidade tão fascinante.

Moscovo vive na atualidade uma pequena “revolução da criatividade”, o que lhe confere uma atmosfera de exuberância jovem e de pensamento livre que influencia todos os aspetos da vida da cidade, nomeadamente na cena artística e gastronómica.

A tudo isso soma-se a realização do campeonato do mundo de futebol neste país, com Moscovo a ser o palco central, recebendo o jogo de abertura e a grande final (onde esperamos que Portugal esteja presente e expanda o seu título de Campeão Europeu).

6. Tóquio, Japão

tóquio

A mobilidade cinética, a inovação e a eficiência constante de Tóquio fascinam qualquer visitante, independentemente da sua proveniência.

Mas é somente quando a motivação para essa engenharia lendária e design grandioso é considerada que surge outra característica de destaque nesta cidade: a resiliência – em face da radiação nuclear, terramotos e tsunamis, que seriam motivos mais que suficientes para abalar qualquer sociedade. Mas Tóquio dá sempre a volta por cima, fruto de uma história forte, que a colocou como uma das cidades mais cosmopolitas do mundo.

7. Quioto, Japão

A cidade de Quioto, no Japão, poderá não ser a mais bonita cidade do país, contudo, são os seus hotéis, templos, santuários, restaurantes e palácios que a tornam um destino obrigatório e uma das melhores cidades para visitar. Quioto é ainda o lar das arquiteturas tradicionais mais bem conservadas do Japão.

8. Singapura

singapuraFonte: Max Pixel

Poucas cidades alcançaram tanto, tão rapidamente, quanto a cidade-estado de Singapura nos últimos 50 anos.

A ascensão meteórica da ex-colónia politicamente instável, pobre em recursos e pouco qualificada foi de tal forma que, atualmente, é uma verdadeira superpotência financeira asiática emergente, cujos líderes municipais adotam uma abordagem metódica para o planeamento urbano, tendo sempre em conta a melhoria da qualidade de vida da população.

De tal forma que possui um dos sistemas de transportes públicos mais eficientes e mais completos do mundo. Num instante pode ir até Hankering para tomar o pequeno-almoço, passear por Little India, ou visitar os templos em Chinatown.

9. Dubai, EAU

dubai

O Dubai é uma mistura sedutora de arquitetura exagerada e herança árabe, cultura beduína, souks tradicionais e lojas de luxo. Parece uma cidade erguida, como que por magia, das areias douradas, parecendo uma miragem de riqueza, requinte e elegância.

Tudo isto é conseguido por se sonhar e projetar cada vez maior. Isto resulta num local onde pode encontrar o edifício mais alto do mundo, a corrida de cavalos mais rica do mundo, as fontes de água e luz coreografadas mais altas do mundo e até por deterem a única unidade hoteleira de sete estrelas do mundo e o centro comercial mais visitado do planeta. Sim, está tudo aqui, na cidade mais populosa dos Emirados Árabes Unidos.

10. Barcelona, Espanha

barcelona

Barcelona é uma cidade europeia quase ideal. Repleta de história e exibindo orgulhosamente a sua identidade cultural, a capital da Catalunha é uma região autónoma da Espanha com uma história de tentativas de independência e que aprendeu a viver ao seu próprio ritmo.

Não se surpreenda quando ouvir os habitantes locais a falar em catalão enquanto caminha pelas estreitas vielas de Barri Gòtic, o maior bairro gótico da Europa e o coração de Barcelona.

11. San Miguel de Allende, México

San Miguel de Allende é uma cidade colonial rica em tradições e cores, com uma arquitetura que não deixa ninguém indiferente. Uma parte desta cidade foi designada Património Mundial da UNESCO. A cidade tem lindíssimas casas históricas e muitos eventos e festivais a não perder.

12. São Francisco, EUA

são francisco

Muitas das revoluções sociais americanas tiveram aqui o seu início, desde a procura frenética ao outro às marchas hippies.

O que surpreende em São Francisco são as linhas de tetos vitorianos, as copas esculpidas pelo vento e a neblina que cai sobre a gigantesca ponte Golden Gate. E o esforço cardiovascular que é necessário para percorrer qualquer uma das 43 colinas da cidade… Felizmente existem vários teleféricos e elétricos que proporcionam fácil acesso a locais enigmáticos como Russian e Nob Hills, Coit Tower, jardins da Telegraph Hill e Land’s End.

13. Chicago, EUA

chicago

Chicago possui uma arrogância natural na cidade grande, com algumas das infraestruturas mais desenvolvidas da América do Norte, uma forte rede de aeroportos e transportes públicos de excelência, apesar de terem demorado largos anos a serem construídos e que são indispensáveis para a vivência diária atual.

A cidade possui exemplares de arquitetura de grande qualidade e espalhados por todo o lado, como a estratosférica Willis Tower, com piso de vidro, o Pritzker Pavilion prateado de Frank Gehry, e a vitrine Robie House, de Frank Lloyd Wright. O destino perfeito para viajantes cosmopolitas.

14. Charleston, Carolina do Sul, EUA

Charleston é a mais antiga e a maior cidade do Estado da Carolina do Sul. A beleza das suas igrejas e o estilo de vida discreto que tornam esta cidade tão imperdível.

15. Florença, Itália

florenca

Florença é uma cidade que emana arte e cultura por todos os lados. Esta cidade tem museus e monumentos imperdíveis. Além disso, é em Florença que existe uma das pontes mais bonitas da Europa.

Veja também: