Publicidade:

10 destinos para solteiros cheios de aventura

Engana-se quem acha que é preciso ter uma cara-metade para viajar. Para o provar, temos 10 destinos para solteiros que vai querer conhecer.

10 destinos para solteiros cheios de aventura
Viajar sem companheiro abre-lhe as portas a novas perspetivas

Poder experimentar o mundo sem a influência dos gostos, preconceitos ou preferências de um parceiro, é a base desta lista de destinos para solteiros, que provam que o mundo não pára, só porque ainda não encontrou a sua cara-metade. Ao optar por descobrir um destes perfeitos destinos para solteiros perceberá como a sua predisposição para conhecer novas pessoas e para optar por atividades diferentes é bem maior e pode trazer verdadeiras surpresas.

E sim, claro que há algumas preocupações legítimas para quem viaja a solo, no que à segurança diz respeito e por isso mesmo, estes destinos para solteiros são alguns dos países mais seguros do mundo, tendo em conta dados do Global Peace Index, esperando que, com esse facto, se possa sentir mais tranquilo e partir numa aventura especial.

10 destinos para solteiros: sugestões para aproveitar


As experiências de viagem para quem viaja sozinho ou sem um parceiro amoroso irão aproximar essa pessoa de muitas coisas que abdicaria se viajasse de outra forma. É bem mais fácil conhecer novas pessoas, fugir do roteiro, estar predisposto a conhecer locais mais típicos e menos conhecidos. E estes são alguns dos melhores destinos para solteiros onde pode tornar a experiência de viajar sozinho/a verdadeiramente inesquecível.

1. Nova Zelândia

nova zelândia

Fonte: Max Pixel

Todos conhecem a Nova Zelândia principalmente por ser o exuberante cenário da saga cinematográfica “O Senhor dos Anéis”, pelo que não será de estranhar se o seu imaginário se perder já por entre serras e montanhas verdejantes, por florestas tropicais e pela quantidade de atividades outdoor que todo esse cenário propicia. Além disso, os neozelandeses são conhecidos por ser um dos povos mais simpáticos do mundo, com uma mente tão aberta que se sentirá quase como em casa.

2. Noruega

noruega

Fonte: Max Pixel

A Noruega não é um país pequeno e também não muito acessível do ponto de visto económico. Todavia há duas formas muito interessantes de descobrir e de, caso viaje sozinho, não colocar já de parte este destino. A primeira sugestão é viajar a bordo de um dos barcos a vapor costeiros de Hurtigrutenm que navegam pela costa da Noruega, passando pela cidade de Bergen, bem como por alguns dos mais belos fiordes do país, parando em dezenas de portos ao longo do caminho.

A segunda sugestão é consultar uma empresa local que organize caminhadas de sete dias ao longo dos fiordes, com acomodações que vão desde hotéis confortáveis a cabanas de montanha. Mas fique descansado: as luzes do norte são totalmente gratuitas e um dos espetáculos mais bonitos do mundo.

3. Áustria

áustria

Fonte: Max Pixel

Se a Noruega é um país gigante, a Áustria é exatamente o posto: bem mais pequeno e compacto, mas verdadeiramente encantador e cheio de atividades culturais. Quem adora este tipo de descobertas ficará verdadeiramente surpreendido. Principalmente na capital, Viena, mas também um pouco por todo o país, a música clássica é uma forte presença e pormenor característico, com uma grande abundância de salas de concerto, dezenas de museus e cafés onde pode simplesmente ficar a relaxar durante horas e a absorver por completo a experiência austríaca.

4. Japão

japão

Fonte: Pixabay / Kanenori

É certo que o Japão é um país mais conhecido pela enorme inovação tecnológica e preservação de tradições culturais típicas e facilmente reconhecidas. Parecem duas realidades tão diferentes, mas que, na verdade, convivem em perfeita harmonia, comprovando que os opostos realmente se atraem.

Depois de alguns dias a explorar a fascinante, cosmopolita e irreverente cidade de Tóquio, entre no “comboio bala” – nome dado pelo seu formato e velocidade, pelos 400 quilómetros por hora e perceber o que realmente é viajar rápido e de forma bem confortável. E terá a oportunidade de ver de perto o bonito e gigante Monte Fuji, cuja paisagem proporciona uma tranquilidade contrastante da cidade e de descobrir destinos mais relaxantes que lhe permitem descontraídos em alojamentos e jardins zen.

5. Indonésia

indonésia

Templos, ioga na praia, comida barata, massagens à beira-mar e alojamento acessíveis: são apenas cinco dos atrativos mais óbvios que o podem levar a ponderar fazer uma viagem até à Indonésia. É o destino típico para ser descoberto com calma, sem grandes planos e, claro, de mochila às costas – a imagem típica de quem decide viajar sozinho e entrar numa aventura de auto descoberta e auto conhecimento.

6. Holanda

holanda

Fonte: Max Pixel

A Holanda é um país a ser descoberto por pessoas sem ideias pré-concebidas, sem vergonhas, sem tabus – lá tudo pode acontecer e irá, definitivamente, surpreendê-lo. É um país cheio de políticas sociais liberais, onde a cultura das viagens de bicicleta está totalmente enraizada e os canais percorrem muitas das cidades.

7. Islândia

islândia

A Islândia é uma verdadeira sinfonia de elementos, que desperta todos os sentidos e arrepia qualquer pessoa, sendo assim um dos melhores destinos para solteiros, para quem viaja com amigos, família e até mesmo com aquela pessoa especial. O importante é mesmo tirar um tempo da sua vida para se dedicar a descobrir este encanto no norte da Europa.

A Islândia é um vasto laboratório vulcânico que parece moldado por forças poderosas, que se sobrepõem à mão humana: geisers e vulcões cobertos de neve e glaciares, que cortam grandes caminhos por entre as montanhas. Este país também tem um efeito transformador sobre as pessoas e serviu de inspiração para tantas obras literárias, para servir de cenário a grandes produções cinematográficas e também poderá ser o ponto de viragem para quem procura transformar a sua vida por completo.

8. Tailândia

tailândia

Fonte: Pixabay / sasin

Na Tailândia terá a oportunidade de usufruir de paisagens e experiências incríveis e não, este país não é só um sorvedouro romântico de braços abertos para receber casais felizes. É um destino bastante atrativo para viajantes que não querem gastar muito dinheiro numas férias com pequenos luxos e verdadeiramente descontraídas. É um país de brandos, mas sinceros costumes, que se reflete numa forma de ser e estar pacífica e serena, algo facilmente percetível na relação que sentirá com os locais, extremamente acolhedores. Além disso, não faltam paisagens de cortar a respiração, praias paradisíacas, uma cultura ímpar e nunca falta um cocktail refrescante para se sentir que chegou mesmo ao paraíso.

9. Grécia

grécia

Este autêntico baú cultural cheio de antigas ruínas banhadas pelo sol criam um cenário mágico, enquanto o mar Egeu se depara com o litoral infinito. Ao aproximar-se da Acrópole, qualquer pessoa terá que esfregar os olhos para sentir que está mesmo ali. E a Grécia é mesmo um país onde tais momentos acontecem com grande frequência, cheio de resquícios históricos que nos lembram dos primeiros atletas olímpicos, dos oráculos onde se rezavam e faziam promessas aos deuses. E a tudo isto alia-se uma arte moderna ousada, baseada em técnicas tradicionais que vão preservando pedaços do passado.

E a gastronomia? De comer e chorar por mais. A comida grega tem por base ingredientes básicos como queijo feta e azeite – num verdadeiro exemplo de culinária mediterrânea, muitas ervas aromáticas e verduras produzidas das montanhas e cujos nomes nunca ouviu falar.

10. Singapura

singapura

Singapura começa a tornar-se num dos destinos mais procurados da Ásia, fazendo justiça ao seu caldeirão de culturas diferentes. Não terá qualquer dificuldade em deslocar-se, visto que este país possui um dos sistemas de transporte público mais eficientes e completos do mundo, o que permite conhecer muitas coisas diferente em pouco tempo. E em cada canto encontra um bom lugar para comer, pois cada bairro é o lar de vendedores ambulantes locais e pequenos cafés, que fornecem algumas das melhores refeições a preços simpáticos.

Deixe os receios de lado e pense no quanto pode receber ao embarcar numa aventura de uma vida. Escolhe um destes destinos para solteiros e desfrute ao máximo!

Veja também: