Publicidade:

Conheça as melhores profissões para trabalhar sozinho

Ser introvertido ou solitário não é impeditivo para seguir uma carreira. Continue a ler e conheça as melhores profissões para trabalhar sozinho.

Conheça as melhores profissões para trabalhar sozinho
Das artes à saúde, são várias as áreas profissionais

Já alguma vez se perguntou se há empregos para quem gosta de trabalhar sozinho? Se é um verdadeiro introvertido, com uma forte apetência para ser solitário e com tendência a manter a energia quando está sozinho, trabalhando de forma independente e sem distrações dos outros ao seu redor, este artigo é para si. Conheça as melhores profissões para trabalhar sozinho.

Empregos com pouca ou nenhuma interação social? Sim, porque não?


freelancer

Os introvertidos são definidos como pessoas que ficam esgotadas pelos encontros sociais e revitalizadas por atividades solitárias que, muitas vezes, são de carácter criativo. Cada introvertido tem uma personalidade única, um conjunto de capacidades e competências próprias, o que significa que nenhuma profissão individual atrairá instantaneamente os introvertidos. As pessoas que preferem trabalhar sozinhas podem encontrar bons empregos em praticamente qualquer área.

A vida não é fácil para quem prefere trabalhar sozinho, os empregos que exigem pouca ou nenhuma interação social podem parecer difíceis de encontrar. No entanto, a verdade é que existem carreiras para pessoas que não gostam de trabalhar com outras pessoas.

Para um introvertido, ter uma carreira que permita usar todo o potencial e minimize o contacto com outras pessoas pode ser de grande ajuda. Pode significar a plena realização profissional, que é em si uma fonte de energia, garantindo a confiança profissional e satisfação pessoal.

Muitas profissões oferecem aos introvertidos a possibilidade de utilizarem as suas capacidades inerentes como, por exemplo, a concentração profunda, pensamento não convencional, compromisso, observação poderosa, escuta ativa, entre outras.

Encontrar um emprego que nos faça feliz, é complicado para todos. Mas ter uma personalidade introspetiva torna ainda mais difícil a procura. O facto é que, praticamente qualquer trabalho, exige sempre qualquer tipo de interação com outras pessoas e não há muito a fazer. Ainda assim, algumas ocupações tendem a ser melhores profissões para trabalhar sozinho.

Encontrar um emprego onde estará totalmente isolado da interação humana é quase impossível. Há sempre chefes, clientes, colegas de trabalho, etc. Numa escala de interação social, a lista de sugestões das melhores profissões para trabalhar sozinho que apresentamos têm uma interação humana mínima.

Se anda à procura de um trabalho que envolva pouca interação com outros, fique a conhecer algumas áreas profissionais e possibilidades.

Conheça os 13 melhores empregos para trabalhar ao ar livre >>

Melhores profissões para trabalhar sozinho


Media, Artes e Design

  • Arquiteto
  • Editor de som e vídeo
  • Animador digital
  • Designer de jogos
  • Escritor
  • Engenheiro de som
  • Designer de interiores
  • Artista plástico
  • Designer gráfico
  • Fotógrafo

Computadores e Tecnologia da Informação

  • Programador de software de aplicativos
  • Engenheiro de software
  • Administrador de banco de dados
  • Administrador de sistemas de rede
  • Programador web
  • Engenheiro eletrotécnico

Cuidados de Saúde

  • Técnicos de medicina laboratorial
  • Especialista em codificação clínica
  • Técnico de esterilização
  • Veterinário

Gestão e Negócios

  • Contabilista
  • Agente imobiliário

Ciência e Pesquisa

  • Físico
  • Astrónomo
  • Engenheiro biomédico
  • Engenheiro ambiental

Lei

  • Advogado
  • Detetive privado

Áreas especializadas

  • Eletricista
  • Canalizador
  • Técnico de energia eólica
  • Técnico de AVAC
  • Carpinteiro
  • Mecânico
  • Motorista de pesados

Como encontrar o emprego certo?


Guia de profissões: como escolher a carreira certa

Se o que o faz prosperar é um ambiente onde trabalha sozinho, uma das profissões acima pode ser ideal para si. Vão permitir que a interação com pessoas seja reduzida, mas vão garantir que seja uma parte ativa no mundo do laboral. Aceite a sua personalidade e fique um passo mais perto de uma carreira feliz e bem-sucedida.

No fundo, não importa se é introvertido, extrovertido ou está no meio destes dois. O que realmente importa é que seja feliz e o seu trabalho desempenha um papel importante na sua felicidade geral, então, porque não escolher um emprego que se adapte à sua personalidade?

Trabalhar sozinho: vantagens e desvantagens


Como já percebeu, trabalhar sozinho não é, necessariamente, um problema. Pode até ser uma preciosa alternativa de produtividade para atividades que necessitem da atenção redobrada e esforço de um único cérebro para atuar de forma independente. Isto não significa que a socialização seja necessária ou que, para aumentar a produtividade, tenhamos todos que nos isolar. Trabalhar sozinho tem as suas vantagens e desvantagens.

Vantagens

  • Autonomia para criar o seu ambiente de trabalho;
  • não tem que conviver com as diferenças individuais, ou seja, não há conflitos;
  • concentração profunda;
  • mais possibilidade de reflexão.

Desvantagens

  • Duas cabeças pensam melhor do que uma;
  • o silêncio, por vezes, pode ser incomodativo;
  • o isolamento pode ter efeitos psicológicos negativos;
  • a criatividade pode perder-se na rotina.

A não esquecer


O termo “introvertido” engloba um vasto leque de personalidades que partilham algumas características em comum e, por isso, “rotular” alguém de forma leviana é uma tolice. Ser introvertido não significa ser socialmente ansioso ou tímido. Portanto, assuma as nossas sugestões de carreira como um incentivo e saiba que preferir trabalhar sozinho, não faz de si um anti-social ou bicho-do-mato. Na verdade, este traço é partilhado por milhões de pessoas em todo o mundo.

Apesar de, na maior parte do tempo, estas profissões permitirem que trabalhe sozinho, saiba que nunca ninguém trabalha totalmente sozinho. Terá de trabalhar ocasionalmente com outras pessoas, colegas ou chefias com orientações, mas numa dose menor do que e outras profissões.

Veja também: