Publicidade:

4 motivos para fazer pausas no trabalho

Fazer pausas no trabalho pode aumentar significativamente a sua produtividade. Mas há ainda três outros bons motivos que vai querer conhecer.

4 motivos para fazer pausas no trabalho
As pausas no trabalho trazem benefícios

Atualmente, são inúmeros os profissionais que passam o dia de trabalho sentados numa secretária em frente ao computador. Contudo, fazer pausas no trabalho é extremamente importante para aumentar os níveis de produtividade, mas não só.

A sucessão de tarefas ao longo de um dia de trabalho, assim como os compromissos aos quais temos de comparecer e/ou dar resposta rápida e de um modo eficaz, são um dos motivos pelos quais os profissionais se sentem stressados e preocupados. E trabalhar ininterruptamente, não é certamente aquilo nos vai conduzir ao sucesso.

Pelo contrário, fazer pausas no trabalho pode trazer grandes benefícios. Descubra quais.

4 motivos para fazer pausas no trabalho


pausas no trabalho

1. Aliviam o stress

O stress e a ansiedade fazem parte dos nossos dias. Mas é essencial encontrar estratégias para reduzir estes fatores prejudiciais à nossa saúde mental e física.

As pausas no trabalho, além de contribuirem para aliviar a tensão que se vai acumulando durante o dia, ajudam-nos a lidar melhor com situações complicadas que possam surgir. Pontuar o dia com pequenas pausas é também fundamental para diminuir os níveis de ansiedade.

2. Estimulam a produtividade e a criatividade

Uma pausa pode fazer a diferença entre o trabalho bem feito ou mal feito. Senão pense. Quantas vezes não deu por si bloqueado numa determinada tarefa ou projeto, perdido em busca de uma resposta, solução ou ideia brilhante?

E pior, quantas vezes não ficou horas sem as encontrar? Muitas?! Então saiba que se tivesse parado por alguns minutos, talvez pudesse ter resolvido o problema mais rapidamente.

Neste tipo de situações, fazer um intervalo para tomar um café, pedir uma opinião a um colega ou falar sobre qualquer outro assunto, mesmo que não seja relacionado com trabalho, é sempre uma boa ideia.

As pausas são essenciais para o ajudar a relaxar, descansar a sua mente e estimular a sua criatividade. É que muitas vezes, essas respostas, soluções ou ideias não aparecem devido ao cansaço. Depois de parar por alguns momentos, vai perceber que, quando voltar para a sua secretária, estará mais relaxado e o trabalho vai fluir melhor.

3. Melhoram a sua concentração e atenção

Se insistir em trabalhar horas seguidas sem parar, o mais provável é acabar por ter um mau desempenho, como resultado da distração e da falta de foco.

Só para ter uma ideia, alguns estudos indicam que a atenção de um adulto se mantém durante 15 a 40 minutos. Por isso faz sentido que ao fim de algum tempo, necessite de uma pausa para “reiniciar” a sua atenção e, consequentemente, manter a sua concentração elevada.

Precisa de uma dica? Temos um exercício simples que pode fazer. Levante-se da sua secretária, estique as pernas e dê uma caminhada à volta da secretária. Vai ver que é o suficiente para ajudar o seu cérebro a manter bons níveis de concentração.

4. Ajudam a relaxar e melhoram a tomada de decisões

Como todos sabemos, trabalhar ininterruptamente, não faz bem a ninguém e só prejudica o seu desempenho.

Lembre-se que o burnout é um dos maiores problemas laborais e que está diretamente relacionado com o alto nível de stress provocado pelo trabalho, afetando a vida de muitos profissionais.

Além de ser útil para evitar este tipo de complicações, fazer pausas entre as inúmeras tarefas diárias que tem a seu cargo não só irá contribuir para melhorar os seus níveis de produtividade, como fará com que se sinta capaz de tomar decisões de uma forma muito mais rápida e segura.

Quanto tempo devem durar as pausas?


pausas no trabalho

Para reestabelecer os seus níveis de produtividade e criatividade, as pausas devem ser breves. Apenas o suficiente para “recarregar as baterias”.

Vários especialistas afirmam que o ideal seria fazer pausas de 15 minutos, por cada 90 minutos de trabalho. A verdade é que nem sempre é fácil. O ritmo do mercado de trabalho atual, a alta competitividade ou os prazos apertados fazem com que os profissionais passem muitas horas seguidas a trabalhar, sem qualquer pausa. O que acaba por ser contraproducente.

Em matéria de legislação, a União Europeia recomenda que se faça uma pausa por cada 6 horas de trabalho. No entanto, a especificação da duração desta pausa fica remetida às leis dos acordos coletivos e à lei nacional. Quanto à lei portuguesa, esta diz prevê um intervalo de descanso a cada 5 horas de trabalho seguidas e que deve ter no mínimo 1 hora e o máximo de duas.

Assim, num meio termo entre o que diz a lei e o que recomendam os especialistas, uma pessoa que trabalhe entre 8 a 10 horas diárias, deve fazer uma pausa maior com a duração de 1 hora para almoçar e duas pausas de 15 minutos durante todo o dia.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.

Saiba tudo sobre emprego