Publicidade:

Mudar o óleo da caixa de velocidades: quando e como

Para saber quando mudar o óleo da caixa de velocidades é necessário estar atento ao desempenho do seu carro e efetuar algumas verificações ao longo do tempo. Saiba qual o procedimento correto.

Mudar o óleo da caixa de velocidades: quando e como
Saiba mais sobre esta operação

Os automóveis são compostos por centenas de componentes que exigem uma manutenção atenta e cuidada para garantir a longevidade do veículo e a máxima segurança em todas as viagens. Com o passar dos anos é necessário proceder a algumas substituições para prolongar o tempo de vida útil do carro. Assim sendo, é preciso estar atento ao desempenho do veículo e saber quando mudar o óleo da caixa de velocidades.

Ao longo dos anos o óleo da caixa de velocidades (ou valvulina, como é apelidado à conta da empresa norte-americana especializada em lubrificantes por motores, a Valvuline) deteriora-se e, por isso, é preciso mudá-lo para que a limpeza e respetiva lubrificação das peças não seja influenciada, garantindo dessa forma uma correta manutenção da caixa de velocidades.

Mudar o óleo da caixa de velocidades: sinais de alerta

mudar óleo da caixa de velocidades

Existem alguns sinais que devem deixá-lo alerta na altura em que está a verificar o óleo da caixa de velocidades:

  • Cor está mais escura;
  • Existência de espuma à superfície;
  • Cheiro a queimado;
  • Existência de partículas de metal, plástico, aço ou areia.

Também deve considerar mudar o óleo da caixa de velocidades se ouvir ruídos durante a transmissão ou se for difícil alterar a engrenagem.

Quando mudar o óleo da caixa de velocidades

Não há uma resposta exata para esta questão. Depende sempre do veículo e do estilo de condução a que é sujeito diariamente. Os especialistas aconselham a verificação do estado do óleo da caixa de velocidades a cada 20 mil quilómetros.

Em alguns casos, a mudança deste fluído poderá acontecer a cada 50 mil quilómetros (nos casos em que o veículo é usado para reboque ou se a condução for feita em estradas com más condições).

Nos casos em que estamos perante a chamada “condução normal”, poderá ter de mudar o óleo da caixa de velocidades entre os 96 mil quilómetros e os 144 mil quilómetros (ou seja, dependendo do carro e do fabricante poderá nem ter de se preocupar com este componente).

Depende do veículo e da condução a que este geralmente é sujeito. A verificação do estado deste fluído deve ser feita a cada 15 mil/30 mil km. Os intervalos aconselháveis para a mudança do fluído da caixa de velocidades variam entre os 48 mil km e os 50 mil km, caso use a sua viatura para rebocar outros veículos ou se conduzir em estradas lamacentas ou com más condições.

Ainda assim, aconselhamos a leitura do manual do condutor para descobrir as especificidades do seu veículo.

Se precisar de mudar o óleo da caixa de velocidades procure sempre a ajuda de um técnico especializado: dessa forma não correrá riscos durante a operação nem colocará em causa o bom funcionamento deste componente depois da intervenção.

Veja também: