Publicidade:

Não tirar férias: 5 motivos porque deve evitar esta prática

O trabalho constante e sem descanso não é recomendável e pode afetar a sua saúde. Não tirar férias é prejudicial e hoje mostramos-lhe 5 motivos porquê.

Não tirar férias: 5 motivos porque deve evitar esta prática
Todos precisamos de descanso

As férias do trabalho são um direito constitucionalmente reconhecido e, acima de tudo, uma necessidade. Trabalhar meses a fio, 5 dias por semana, deixa qualquer um exausto, podendo, por vezes, originar situações de burnout devido ao esforço e ao stress diários e constantes. Para evitar este tipo de situações é muito importante que preze o seu descanso e que não caia no erro de não tirar férias. E se pensa que isso o beneficiaria, fique a saber que está bastante enganado.

Não ter horários a cumprir, passear e aproveitar o tempo para fazer aquilo que lhe dá mais gosto são regalias que dão prazer a todos. E, mais importante, dão saúde – até os especialistas defendem esta ideia. Por esse motivo, não deve abdicar do direito ao descanso em prol da carreira. Fique agora a conhecer os motivos pelos quais deve pegar imediatamente no calendário e marcar as férias pelas quais tanto anseia e tanto trabalhou.

5 motivos para esquecer a ideia de não tirar férias


pessoa a agendar as férias no calendário

Passamos o ano inteiro a contar os dias para a chegada do calor e do sol, altura em que, regra geral, os trabalhadores optam por tirar a maior parte dos seus dias de férias. Seja apenas um fim de semana prolongado, uma semana inteira ou 15 dias, o importante é que tire férias. Afinal, o que pode ser melhor do que uns bons dias para recarregar baterias e relaxar a beber um cocktail à beira-mar numa praia de sonho?

Com empresas e chefias cada vez mais exigentes e rotinas aceleradas, não admira que sinta a necessidade de se desligar do emprego e ocupar-se com atividades que o ajudem a desanuviar. Não é por acaso que até a própria lei afirma que “o direito a férias deve ser exercido de modo a proporcionar ao trabalhador a recuperação física e psíquica, condições de disponibilidade pessoal, integração na vida familiar e participação social e cultural”.

Neste sentido, parece óbvia a importância deste período para o seu bem-estar. Ora, está na altura de conhecer todos os motivos pelos quais deve deixar de parte a ideia de não tirar férias e investir esse tempo precioso no trabalho.

1. As férias melhoram a sua saúde mental e física

Que o descanso é uma necessidade básica já não é novidade, mas talvez não se aperceba que isto vai muito além das 8 horas de sono diárias. Os fins de semana e dias de férias longe do trabalho são mesmo cruciais para a sua saúde. De forma geral, quem não é capaz de fazer a pausa necessária no trabalho vive com altos níveis de stress. Resultado? Não só a saúde mental é afetada, como também a saúde física. 

São libertadas hormonas na corrente sanguínea que têm consequências negativas, por exemplo, no seu apetite, na qualidade do seu sono, no sistema imunitário e até no aparecimento de dores ou doenças. Este tipo de comportamento aumenta também a probabilidade de ter distúrbios psicológicos, como uma depressão.

2. As férias aumentam a sua produtividade

Talvez lhe pareça estranho, mas a verdade é que os dias de descanso estimulam realmente a sua produtividade no emprego. Com energias renovadas, pressão arterial normalizada e cabeça limpa de preocupações, as tarefas serão realizadas com maior brio e atenção ao detalhe.

Quando exige demasiado do seu organismo e o leva ao extremo, está a trabalhar no limite da sua força física e mental. Isto significa que a sua produtividade diminui a olhos vistos e o trabalho perde qualidade. Assim, se quer atingir bons resultados e, quem sabe, conseguir aquela promoção para a qual tanto se esforça, o melhor é tirar férias.

3. As férias melhoram relações

O que é que pode ser melhor do que algum tempo de qualidade e sem interrupções com aqueles que mais ama? Da família aos namorados, passando pelos amigos, as suas relações ficaram fortalecidas com o tempo de férias em conjunto.

O período de descanso contribui positivamente para uma maior aproximação, melhor comunicação e até solidariedade. Por isso, não tirar férias pode ter um impacto negativo direto na construção de ligações positivas e duradouras.

4. As férias melhoram a sua percepção das coisas

De certeza que já lhe aconteceu estar tão stressado e cheio de preocupações que tudo lhe parece um problema e toda a gente à sua volta o tira do sério. Este é um cenário bem negativo e, muitas vezes, só lhe apetece estar afastado de tudo para desanuviar e não se incomodar com nada, o que é totalmente legítimo. Isto pode acontecer, precisamente, por não tirar férias há algum tempo.

Então, o que pode ser melhor do que o descanso das férias? Não só quebra este ciclo de stress como fica capaz de enfrentar as exigências do dia a dia. De facto, novas experiências podem até fazer com que tenha uma visão distinta acerca de um problema de trabalho e o consiga resolver de forma inovadora.

5. As férias aumentam o nível de felicidade

Especialistas confirmam que quem nunca vai de férias se encontra mais desmotivado ou até infeliz. Todos merecemos um tempo para usufruir de momentos de lazer, caso contrário não vamos atingir um equilíbrio pessoal-profissional e não vamos estar bem em nenhuma dessas esferas.

Dias de férias nos diferentes países


não tirar férias provoca cansaço

Portugal é um dos países onde, felizmente, temos o direito legal a, no mínimo, 22 dias de descanso por ano. Mas isto não acontece em todo o mundo. Aqui ficam alguns exemplos.

  • Angola e Egito: em ambos os países, são atribuídos 18 dias de descanso aos trabalhadores cada ano que passa;
  • Canadá: os canadianos têm direito a 10 dias de férias todos os anos;
  • Japão: aqui a lei atribui aos trabalhadores 8 dias de férias por cada ano de trabalho;
  • México: os mexicanos podem, legalmente, gozar de 6 dias de férias por ano;
  • China e Nigéria: nestes países, os trabalhadores têm direito, por lei, a 5 dias de descanso anuais;
  • E.U.A. e Índia: nos Estados Unidos e na Índia não existe nenhum limite mínimo de dias de descanso por ano, sendo que o colaborador pode até não gozar de nenhum dia!

Veja também:

Inês Pereira Inês Pereira

Licenciada em Jornalismo e Pós-Graduada em Branding e Content Marketing, sempre se deu bem com a escrita. Embora prefira escrever com um teclado, não acredita nessa ideia de ler um livro através de um ecrã: um livro lê-se em papel e tem um marcador. Gosta de fotografia, de história e de conhecer o mundo.

Saiba tudo sobre emprego