Publicidade:

Deve usar online ou on-line? Tire a dúvida aqui

Deverá usar a expressão online ou on-line? Conheça mais sobre este assunto e descubra de que forma deverá usar, na norma portuguesa europeia.

Deve usar online ou on-line? Tire a dúvida aqui
Esclareça as suas dúvidas

É absolutamente normal e frequente que este tipo de questões do foro linguístico tenha lugar entre os falantes da língua portuguesa. Neste contexto, poderá surgir a dúvida referente ao uso das expressões online ou on-line.

Qual destas expressões será, na verdade, a mais correta, na norma portuguesa europeia? Se deseja conhecer mais sobre este tema, para uma performance linguística mais correta, esteja bem atento à informação que lhe apresentamos de seguida.

Online ou on-line, na norma portuguesa europeia?


Com o desenvolvimento da tecnologia e a chegada da internet, novas palavras entraram no Português, para designar novas realidades ligadas ao mundo da informática e ao seu uso no quotidiano.

De facto, à medida que as realidades tecnológicas surgem, a língua está permanentemente a ser atualizada, recebendo no seu seio novas palavras de origem estrangeira, que depois mantêm regular presença no discurso quotidiano das pessoas.

Então, qual expressão usar: online ou on-line?

online ou on-line

Existe uma forma preferencial?

Com hífen ou sem hífen, estas expressões são sempre estrangeirismos, uma vez que existe uma forma portuguesa equivalente: em linha. O significado é o mesmo: usa-se como referência a alguém ou a algo ligado à internet ou a uma rede, assim como tudo que é realizado via net.

Desta forma, usar online ou on-line torna-se indiferente e ambos os usos aceitáveis na norma portuguesa europeia, sendo sinónimos de conectado, em linha, em rede, disponível, em conexão, entre outros possíveis.

Online e on-line são formas que se encontram registadas em dicionários de língua inglesa, o que permite sempre que se opte por uma delas. Na verdade, existem vários outros vocábulos no inglês em que se verifica a coexistência de formas com e sem hífen. É o caso de e-mail ou emailback-up ou backup. Portanto a dúvida que se prende com usar online ou on-line pode estender-se a outras palavras.

Assim, ambos os exemplos abaixo estão corretos:

  • estes produtos já se encontram disponíveis online;
  • estes produtos já se encontram disponíveis on-line.

No dicionário

No dicionário online Priberam, a palavra surge a referência de que ambas as formas podem ser usadas:

“on-line |òneláine|
(palavra inglesa, de on, em + line, linha)
adjetivo de dois géneros e de dois números
1. [Tecnologia] Que tem ligação direta ou remota a um computador ou a uma rede de computadores, como a Internet. = EM LINHA
advérbio
2. [Tecnologia] Com ligação direta ou remota a um computador ou a uma rede de computadores, como a Internet. = EM LINHA
Nota: também se escreve sem hífen: online.”

Em suma, o que pode concluir acerca deste tema?

Pode, desta forma, verificar que, se optar por não utilizar a expressão “em linha”, poderá, então, escolher utilizar uma destas expressões, usando online ou on-line.

O que é relevante é que, ao longo de um texto que esteja a redigir, seja coerente, optando sempre pela mesma versão da palavra. Ou seja, se usa uma vez “online”, deve continuar a usar desta forma ao longo do resto do texto. Por sua vez, se começar a usar “on-line”, deverá, então, manter essa mesma forma no restante discurso escrito.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.