Publicidade:

As melhores opções para quem vai pagar material escolar

Angustiado com o início do ano letivo? Conheça as opções para quem vai pagar material escolar e descanse. O regresso às aulas não tem de ser um pesadelo!

As melhores opções para quem vai pagar material escolar
Reduza o impacto das despesas

Está aí a altura do ano mais temida pelos pais das crianças em idade escolar: o início do ano letivo. Livros, cadernos, canetas, mochilas… tudo é necessário e a conta não pára de aumentar. Angustiado? Relaxe. Trazemos algumas opções para quem vai pagar material escolar que – não fazendo desaparecer os euros por completo – ajuda a minimizar o impacto do regresso às aulas no orçamento das famílias.

Opções para quem vai pagar material escolar e não sabe onde comprar


opções para quem vai pagar material escolar

Vamos diretos ao assunto: livros não dá para deixar de comprar. Assim, procure promoções em grandes cadeias de lojas e vá atrás do melhor desconto. Fnac, Continente… peça preços a todos e decida pelo mais barato.

De resto, as opções para quem vai pagar material escolar são muitas no que toca ao material mais corriqueiro. Canetas, cadernos e outros acessórios pode encontrar a preços baixos no comércio tradicional por causa das campanhas típicas desta altura. Se comprar tudo na mesma loja, ainda poderá beneficiar de um desconto suplementar.

Opções para quem vai pagar material escolar e tem pouco orçamento


opções para quem vai pagar material escolar

Aqui o caso é mais complicado, mas não se torna impossível. Se os euros andam curtos, pode apostar na compra em quantidades grandes, por exemplo: junte um grupo de amigos que vão comprar material semelhante e comprem uma quantidade maior. Dividido por todos, o preço unitário fica mais baixo.

Outra alternativa é a compra de material em segunda mão, que é sempre mais económico. Calculadoras, computadores e outros materiais mais caros compensam bastante neste modelo.

Tem ainda a opção de fasear as compras e deixar as menos urgentes para o próximo mês. O seu filho precisa mesmo da calculadora científica para setembro? As sapatilhas de ginástica do ano passado não aguentam até outubro? Olhe para a lista de necessidades e estabeleça prioridades. Não comprar tudo a correr não vai fazer de si um mau pai.

Opções para quem vai pagar material escolar e não tem orçamento nenhum


opções para quem vai pagar material escolar

Aqui pouco mais há a fazer do que esticar o dinheiro até onde for possível. O crédito é uma opção, mas já sabe que vai pagar juros e no final a conta sai ainda mais pesada.

Pedir um empréstimo a familiares pode sair-lhe mais em conta, se tiver à-vontade para isso. Se não conseguir e tiver mesmo de recorrer ao cartão de crédito, tente jogar com as datas e comprar o mais perto possível da entrada do próximo salário; se entre a despesa e o débito na conta não tiver passado um mês, não vai pagar juros – é só um adiantamento.

Outras opções para quem vai pagar material escolar e não tem mesmo dinheiro nenhum passam por tentar negociar a compra com os comerciantes. Claro que em grandes superfícies isto está fora de questão, mas muitas papelarias do comércio tradicional aceitam pagamentos faseados e podem nem cobrar juros por isso. Procure os comerciantes da sua zona e negoceie o mais que puder.

A época do regresso às aulas é sempre complicada para quem tem filhos em idade escolar e o material didático pesa muito na carteira de qualquer família. Quando o orçamento é curto, o ideal é que comece a preparar as despesas ainda no verão. Se não for mesmo possível, resta-lhe negociar com o que tem e tentar encontrar a alternativa mais barata.

Veja também: