Publicidade:

Conheça os países com maiores e menores licenças de maternidade

Existem países com maiores e menores licenças de maternidade. Saiba mais sobre este assunto tão importante para quem está a pensar em ser mãe.

Conheça os países com maiores e menores licenças de maternidade
Saiba que países oferecem melhores condições às recém-mamãs

Por todo o mundo, todos os dias, há mulheres que dão à luz. No entanto, nem todas têm as mesmas condições no que diz respeito à maternidade. Na verdade, existem países com maiores e menores licenças de maternidade. Se formos mais longe, não nos poderemos esquecer de que 800 milhões de mulheres em todo o mundo não têm, sequer, qualquer proteção adequada no trabalho no que diz respeito à maternidade.

Vai ser mãe ou está a pensar no assunto e, por isso, gostaria de saber mais sobre este tema? Então, confira de seguida toda a informação referente a este tema e descubra os países com maiores e menores licenças de maternidade.

Países com maiores e menores licenças de maternidade


países com maiores e menores licenças de maternidade

Europa

Na Europa, os países que oferecem licenças de maternidade mais longas encontram-se mais a leste, destacando-se a Croácia, com 410 dias. Na verdade, pode mesmo chegar a três anos se a família em causa possuir três ou mais filhos. Quanto à Albânia, à Bósnia e a Montenegro, estes países contemplam as mães com um ano de licença de maternidade.

Se olharmos para a Europa Ocidental, a Noruega e o Reino Unido oferecem, respetivamente, 11 meses e um ano de licença paga. Neste contexto, a Alemanha também garante bastantes benefícios às famílias que têm filhos. Assim, neste país, o pai e a mãe têm direito a uma licença paga pelo período que vai até dois anos, podendo ser partilhada da forma que acharem melhor. A Alemanha permite ainda que a licença seja prolongada até que o filho atinja os três anos.

América

No continente americano, os Estados Unidos da América não oferecem boas condições de licença de maternidade. De facto, as mães têm apenas direito a 84 dias de licença, sendo que apenas será remunerada para as mulheres que trabalharem em empresas que possuem acima de 50 funcionários.

No Brasil, todas as mães que sejam contratadas pelo regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), têm direito a 120 dias remunerados de licença de maternidade. Quanto às mulheres que exercem serviço público federal, têm direito a 180 dias de licença paga. Já no privado, o governo dá benefícios fiscais às empresas que tornarem licença de maternidade igual à do setor público federal.

Os países com melhores licenças de maternidades são o Chile e Cuba, com 156 dias de licença paga a 100%.

países com maiores e menores licenças de maternidade

África

No continente africano, as piores licenças de maternidade encontram-se no Sudão, que disponibiliza 56 dias, e Moçambique, que concede 60 dias. Em ambos os casos, a licença é remunerada.

Ásia

Na Ásia, o Vietname disponibiliza a melhor licença de maternidade, com 184 dias pagos a 100%. Já o Japão e China concedem uma licença de maternidade de 98 dias, também pagos na totalidade.

Oceânia

Na Oceânia, destaca-se a Austrália, que garante 52 semanas de licença pagas. Já a Papua-Nova Guiné assume-se como o país com menor tempo de licença de maternidade em todo o planeta, garantindo apenas 42 dias às mães.

Como pode verificar, por todo o mundo existem países com maiores e menores licenças de maternidade. Portanto, a decisão de ser mãe poderá ser mais fácil de tomar em alguns países do que noutros.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.