Publicidade:

Conheça 8 aspetos a considerar antes de pedir um aumento

Está a considerar pedir um aumento? Conheça os fatores a ter em conta antes de avançar para um pedido formal de aumento de salário.

Conheça 8 aspetos a considerar antes de pedir um aumento
Dicas que o vão ajudar a negociar o seu salário

A maioria das pessoas não está à vontade para falar sobre dinheiro com outros, principalmente se um desses outros for o chefe. Mas se nunca falar sobre o seu salário e pedir um aumento, o mais provável é que não o receba. Por isso, é importante saber negociar o seu vencimento.

Os aumentos e promoções não são garantidos. Algumas empresas são pró-ativas nos aumentos salariais e analisam o desempenho dos colaboradores, ajustando a compensação a essas avaliações. Outras empresas podem conceder promoções ou mais dinheiro mediante o pedido do trabalhador.

Negociar o salário e conseguir um aumento requer muita subtileza, competências interpessoais e uma dose de cuidado. Se está a pensar em pedir uma promoção ou um aumento de ordenado, siga as nossas dicas, saiba como iniciar o processo e que argumentos utilizar.

Pedir um aumento: 8 questões a ter em conta


salário

1. Defina o seu objetivo

Antes de começar a preparar-se para negociar o seu salário, certifique-se que tem uma ideia clara do que espera alcançar: qual o valor máximo e qual o valor mínimo para o aumento? O que é importante para a sua carreira? Ou seja, saiba o que vai pedir.

2. Faça a sua pesquisa de mercado

Pesquise o salário médio e os aumentos médios de profissionais da sua área, mas noutras empresas. Avalie a sua posição em relação ao mercado de trabalho no seu setor. No entanto não pense só em dinheiro, há outros benefícios que fazem parte do pacote remuneratório e que também podem ser negociados, como, por exemplo, dias de férias, horário de trabalho flexível, seguro de saúde, etc.

3. Faça uma lista das suas conquistas

Prepare-se para conversar sobre o trabalho que fez e tenha os argumentos prontos para demonstrar o porquê de merecer uma maior compensação.

Lidar apenas com as responsabilidades das suas funções não justifica por si só um aumento. As chefias procuram colaboradores que vão além dos níveis exigidos de desempenho e produtividade. Enfatize os resultados e o impacto que estes tiveram nos resultados da empresa, mencione responsabilidades adicionais assumidas, projetos concluídos com sucesso ou objetivos estabelecidos que foi capaz de ultrapassar.

Reclamar e queixar-se de despesas extras ou aumento de gastos na sua vida pessoal não são argumentos viáveis para pedir um aumento.

4. Pratique o seu discurso

Primeiro, coloque-se no lugar do seu chefe e adapte a sua proposta. A mensagem que pretende transmitir é que é um colaborador focado e que trabalha arduamente para conseguir bons resultados.

Depois de preparado o discurso, pratique em voz alta com alguém da sua confiança que lhe dê uma opinião honesta sobre os argumentos que pretende utilizar.

5. Pratique a linguagem corporal

Depois de aprimorado o discurso com os respetivos argumentos, pode pensar que está pronto para avançar. Mas há vários fatores não-verbais que podem influenciar as chefias e, consequentemente, a decisão.

Não se esqueça de manter o contacto visual, o aperto de mão firme e, ao mesmo tempo, amigável,  gesticule com moderação, mantenha uma boa postura e seja empático nas suas expressões faciais.

6. Escolha a hora certa

Antes de pedir um aumento, além do tempo de casa, deve ter também em conta o estado financeiro da empresa. Se a empresa está no meio de cortes orçamentais para reduzir despesa, não é a melhor altura para aumentar salários. No entanto, se a empresa ganhou um cliente importante ou fechou negócio em relação a algum projeto rentável, aí o pedido de aumento já fará sentido.

Outra altura boa para o fazer será durante o período de análise de desempenho, caso tenha contribuído fortemente para os bons resultados da equipa de trabalho ou empresa. Se está a trabalhar há pouco tempo na empresa, esqueça, para já, o pedido de aumento.

7. Pense no que vai vestir

Ainda que na sua empresa o código de vestuário seja casual ou inexistente, prepare-se para se vestir de forma sóbria e profissional. A ideia é que fiquem a pensar no que disse e não no que levou vestido ou calçado para a reunião. Aqui, como na procura de emprego, também vale a máxima: “Vista-se para o emprego ou posição que quer e não para o emprego ou posição que tem”.

8. Prepare-se para ouvir um não

A rejeição é um dos maiores medos que podemos sentir e que, muitas vezes, nos impede de avançar, seja quando convidamos alguém para sair ou até nas candidaturas a empregos. No entanto, este medo consegue ser mais assustador quando a rejeição vem de alguém que nos conhece. Por isso, ao decidir que vai pedir um aumento, tem que estar consciente de um possível “não” e estar preparado para não deixar que a resposta negativa afete o seu desempenho ou relacionamento com as chefias.

Se a resposta for negativa, encare-a como um ponto de partida e discuta as expectativas em relação a si e crie um plano de ação para um próximo pedido de aumento ou promoção. Quando chegar a altura, não hesite em perguntar novamente.

Veja também:

Inês Silva Inês Silva

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior e com uma pós-graduação em Assessoria de Comunicação pela Escola Superior de Jornalismo do Porto, o seu percurso profissional foi sempre na área da comunicação com a criação dos mais diversos tipos de conteúdos.

Saiba tudo sobre emprego