Publicidade:

Perdeu o emprego e agora não sabe o que fazer? Temos 5 dicas

Perdeu o emprego? E agora, o que pode fazer? Estas são algumas das questões para as quais temos as respostas. Fique connosco.

Perdeu o emprego e agora não sabe o que fazer? Temos 5 dicas
Perdeu o emprego, e agora? Veja os nossos conselhos

Quem já passou por uma situação de desemprego, sabe o quanto pode ser complicada. Se perdeu o emprego e agora não sabe o que pode ou deve fazer, não se preocupe: temos dicas para que consiga ultrapassar este momento da sua vida da melhor forma possível.

Numa fase inicial é essencial que se mentalize que não deve de todo ficar parado, a lamentar a sua situação, nem deixar-se levar pelo desespero. Estes comportamentos podem prejudicá-lo quer a nível profissional, impedindo-o de começar a procura de um novo emprego, quer a nível emocional, podendo mesmo ficar deprimido e sem ânimo.

Como todos nós sabemos, o mercado atual é cada vez mais competitivo e, por vezes, são poucas as oportunidades oferecidas para o elevado número de profissionais à procura de emprego.

Mesmo assim, perder o emprego não é o fim do mundo e a atitude que tem perante essa situação pode mesmo ajudar a demonstrar o tipo de profissional que é.

De acordo com os especialistas em recrutamento há alguns conselhos que as pessoas que acabaram de perder o emprego podem seguir, encarando este período como uma oportunidade para investirem em si e se realizarem pessoal e profissionalmente.

5 dicas para ultrapassar a perda de emprego


procurar emprego

Se perdeu o emprego e agora não sabe como deve agir, não se preocupe. Temos algumas dicas que vão certamente ajudá-lo a ultrapassar esta situação delicada, tome nota.

1. Defina um plano de ação

O primeiro passo para ultrapassar a perda do seu emprego, é mesmo a definição de um plano de ação, que deve ser elaborado por si. Determine o timing em que irá precisar de começar a trabalhar, tendo por base as suas finanças pessoais. Assim, e com a ajuda deste plano, pode perceber durante quanto tempo estará salvaguardado até começar a trabalhar novamente.

Para os profissionais que não tenham uma licenciatura ou outro tipo de formação académica superior, este plano pode ser um instrumento importante para ponderar se há tempo e recursos financeiros disponíveis que permitam investir num regresso aos estudos, por exemplo.

Além disso, o plano de ação pode ajudá-lo a decidir o tipo de emprego que quer procurar: se tenciona trabalhar na mesma área ou se o seu objetivo é aproveitar para fazer uma mudança na sua carreira.

2. Atualize e modifique o seu currículo

Se perdeu o emprego e agora não sabe o que fazer, esta é uma boa dica: faça um esforço e dedique algum do seu tempo para rever o currículo.

Tente olhar para isto como uma vantagem relativamente aos profissionais que se encontram no mundo de trabalho. Se necessário, opte por recorrer a amigos ou especialistas que o possam ajudar a rever o seu currículo. Não tenha medo de fazer algumas alterações, afinal o importante é mesmo atualizá-lo e torná-lo mais apelativo e interessante para os recrutadores.

Mas atenção, tenha alguns cuidados e não exagere. Seja sempre transparente na informação que quer realmente passar à empresa.

3. Aproveite para expandir a sua rede de contactos e procure emprego ativamente

Todos nós sabemos que a fase em que o profissional perde o emprego, é realmente uma fase complicada e com grande mudanças emocionais envolvidas. No entanto, não se esqueça que é o indivíduo quem tem de ir à procura do emprego e não o contrário.

Verifique constantemente as plataformas de trabalho disponíveis na internet e não tenha medo de publicar constantemente o seu currículo e a sua disponibilidade para que os recrutadores vejam.

Aproveite esta fase em que se encontra mais parado para expandir a sua rede de contactos – fale com amigos, colegas de empregos passados, familiares ou até mesmo diretores de empresas onde já trabalhou. Não tenha medo de falar e entrar em grupos do setor no Linkedin, por exemplo.

É muito importante que, numa fase como esta em que perdeu o seu emprego, todos saibam que está ativamente à procura de uma nova oportunidade.

4. Mantenha uma boa relação com o seu último empregador

Sabemos que nem sempre é possível manter uma boa relação com o nosso último empregador. Contudo, deve sempre sair de cada trabalho mantendo boas relações, tanto com os seus colegas de trabalho, como com os seus superiores.

Não se esqueça que, durante uma busca incessante por emprego, os seus antigos diretores podem mesmo fazer boas referências suas. Foque-se no futuro e aceite o seu passado: esta é a chave para o sucesso.

5. Faça a sua autoavaliação

Esta é uma dica bastante importante. Deve optar por fazer uma autoavaliação onde descreve os seus pontos fracos (quer a nível técnico, como a nível profissional), para que os consiga trabalhar e melhorar.

Pense em todos os motivos que o levaram a perder o seu último emprego, e arranje uma forma de os trabalhar para se tornarem numa aprendizagem. Não tenha vergonha por ter errado no passado, afinal, é com os erros que todos nós crescemos e aprendemos.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.

Saiba tudo sobre emprego