Publicidade:

8 perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego

Preocupado com a entrevista de trabalho que vai ter? Conhecer as perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego é meio caminho andado para garantir o bom resultado.

8 perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego
Prepare-se para a próxima entrevista

Quem já passou por entrevistas de emprego, sabe que há um conjunto de perguntas às quais não escapamos. São questões que parecem básicas, mas que ajudam os empregadores a conhecer melhor os candidatos e a separá-los logo num contacto inicial. Sabe quais são as perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego?

E sabe respondê-las de forma sincera e eficaz, com bons resultados? Damos-lhe a conhecer algumas das perguntas que pode esperar em qualquer entrevista de emprego para qualquer tipo de função. Esteja preparado e faça o trabalho de casa antes de cada uma. As perguntas podem seguir esta estrutura, mas as respostas devem ser adaptadas ao lugar e empresa a que se candidata.

As 8 perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego


1. Fale-nos sobre si. Que é o/a …. ?

Sim, esta é uma pergunta que lhe vai ser feita numa entrevista, seja de que forma for. Pode ser difícil definir-nos pessoal e profissionalmente, mas é isto que nos é pedido. O aconselhado é ser conciso e direto, e seja fluido. Há que encontrar o equilíbrio entre a arrogância e a falsa modéstia. Por vezes o conteúdo vale pena forma como é apresentado também. Mostre-se confiante.

ALT entrevista

2. Quais são os seus objetivos profissionais?

Nesta questão aproveite para relacionar objetivos profissionais/académicos e pessoais, no contexto da empresa para a qual está a ser entrevistado. O que está a dizer não fica escrito em pedra, pode mudar com o tempo, mas isso não quer dizer que não possa jogar as cartas a seu favor, com honestidade.

3. Prefere trabalhar sozinho ou em equipa?

O trabalho de casa previamente estudado pode ajudar nesta pergunta. A empresa para a qual se candidata engloba-se melhor em que tipo de resposta? O ideal é que seja em ambos, e que a sua resposta reflita isso mesmo. Se possível, dê exemplos de situações em que se tenha visto a trabalhar sozinho e em equipa.

4. Quais são as expectativas salariais?

A pergunta do milhão de euros, literalmente. É raro/a o/a candidato/a que se sente à vontade para responder a esta questão. Implica autoconfiança profissional e uma visão clara do seu valor. Saiba que não está sozinha nesta dificuldade e lembre-se também que ainda não foi contratado: pode responder com uma confiança moderada e honestidade, mostrando-se aberto/a à negociação. Mais uma vez, vá para a entrevista preparado, e faça uma pesquisa do valor da função apresentada, no mercado laboral.

5. O que aprendeu no último emprego?

Quer a sua última rescisão de contrato tenha sido amigável ou não, é possível responder a esta pergunta sem se comprometer. Evite falar mal da última empresa ou empregador. Reflita antes nos erros e vitórias e nas lições que tirou de cada uma. Não hesite em apresentar exemplos práticos como por exemplo: “aprendi a trabalhar no software x ou y”, “melhorei o inglês” etc.

ALT entrevista

6. Quais são as suas melhores qualidades e piores defeitos?

Outra daquelas perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego que nos deixa sempre constrangidos. Pode aparecer relacionada com a primeira questão desta lista, mas se lhe fazem as duas, nesta vai ter de aprofundar um pouco mais, para causar boa impressão. Seja pragmático, mas não demasiado. Os defeitos que apresentar podem ser até “qualidades disfarçadas”. Ou seja, pode apresentar-se como alguém que é muito exigente e perfeccionista, mas que por outro lado, essa exigência não tem de ser necessariamente um motor para uma relação complicada com os colegas.

7. Como lida com a pressão?

Opte por referir que lida com as situações de forma racional, para atingir um determinado objetivo. Como colaborador vai tentar resolver a situação/problema, não aliviar a pressão.

8. Porque quer trabalhar connosco?

A cereja no bolo das perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego. Mostre que conhece a empresa e os objetivos dela, que quer realmente trabalhar ali e como é que a relação profissional pode ser benéfica para todos os envolvidos. Seja honesto e entusiasta.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.