Publicidade:

Aproveite o Verão para pôr a cultura em dia... sem gastar dinheiro

Sabe quanto pode poupar se em vez de comprar livros, CD e jogos de computador os requisitar numa biblioteca? Experimente.

Aproveite o Verão para pôr a cultura em dia... sem gastar dinheiro
A rubrica de Pedro Andersson (Contas Poupança) no E-Konomista

Vêm aí as férias e muitos aproveitam para ler os livros que queriam ler durante o resto do ano e não tiveram tempo. Se gosta de ler, ver filmes e ouvir música, porque não aproveita e requisita os livros que quer ler na sua Biblioteca Municipal? Sim, pode requisitar livros que acabaram de sair, não tem de requisitar livros amarelados pelo tempo (também pode).

Se a imagem que tem das bibliotecas é a de um edifício velho com paredes forradas de livros a cheirar a bolor, esqueça. As bibliotecas já não são nada disso. Salvo raras exceções, onde os novos tempos não chegaram.

Estão bonitas, arejadas e esforçam-se por ter aquilo que as pessoas/leitores querem: coisas recentes e apelativas. A cultura mudou muito. E não tem de ser cara! Pelo contrário, as bibliotecas disponibilizam TUDO grátis.

Vá a uma Biblioteca e deixe-se surpreender

por a cultura em dia

Tem milhares de livros (recentíssimos), filmes (recentíssimos), CDs, algumas bibliotecas (não todas) têm dezenas de jogos para computador para levarem para casa. Sim, para os seus filhos jogarem em casa. Se não tiverem o livro que quer, faça um pedido de requisição e eles tentarão comprar.

Já viu quanto pode poupar se em vez de comprar livros, CD e jogos de computador os requisitar numa biblioteca? Experimente. Se o livro que quiser ler custar 19 euros, são 19 euros que poupa. Multiplique por 3 ou 4 livros e já está a ver que não é tão pouco quanto isso. Claro que se quiser ficar com o livro mais vale comprar.

Quanto posso poupar?

Pode simular neste site quanto pode poupar se frequentar uma biblioteca. É qualidade de vida que ganha sem gastar dinheiro. É tudo ganho. Há poucas coisas assim. Aproveite!

Vá amanhã a uma biblioteca e faça o favor de sair de lá com um livro, um filme, um CD para ouvir no carro, um jogo para jogar com os miúdos logo à noite ou no fim de semana ou um jogo que o seu filho anda a pedir para o computador e que finalmente vai experimentar.

O favor é a si próprio. E se conseguir criar o bichinho da biblioteca nos seus filhos ou netos não vai conseguir dar-lhes melhor prenda este ano do que essa.

Visite os Museus e palácios sem pagar

Não se esqueça também de que as entradas são grátis nos Museus e Monumentos sob tutela da Direção-Geral do Património Cultural todos os Domingos e feriados, até às 14h00. Há quanto tempo não os visita?

Desde 1 de julho de 2017 que as entradas voltaram a ser gratuitas um dia por semana para todos os cidadãos residentes em território nacional. Tem aqui a lista dos locais que pode visitar gratuitamente aos Domingos.

A cultura, como vê, não tem de ser cara. E tem muito por onde escolher.

Câmaras: eventos grátis

Embora a oferta cultural não seja igual em todos os municípios, há sempre ofertas culturais grátis ao longo do ano. Esteja atento à página na Internet e à página de Facebook da sua Câmara Municipal. A maior parte das Autarquias tem também um Boletim com o “Plano das Festas”. Aproveite.

Não ignore essas propostas. Às vezes, não aproveitamos programas culturais excelentes porque simplesmente nem damos por eles. Amanhã, ou ainda hoje, espreite para ver o que há este mês no seu concelho, ou quem sabe, no concelho vizinho.

Uns quilómetros ao lado pode estar a peça de teatro, o workshop para os miúdos, o concerto ou a exposição que gostava de ver. A custo zero. E fica mais rico, de certeza.

Veja também:

Pedro Andersson Pedro Andersson

Pedro Andersson é jornalista e responsável pela rubrica Contas-poupança, no Jornal da Noite da SIC. Trata semanalmente de temas ligados às finanças pessoais, poupança e direitos dos consumidores. Trabalhou na Rádio TSF, até ser convidado para ser um dos jornalistas fundadores da SIC Notícias. Escreve também regularmente no Expresso e na Visão sobre temas de poupança.