Publicidade:

Praia fluvial de Cardigos, um pequeno paraíso em Mação

Fica em Santarém a praia fluvial de Cardigos, um paraíso do interior do país que vale mesmo a pena conhecer. Água, Natureza e diversão à sua espera…

Praia fluvial de Cardigos, um pequeno paraíso em Mação
Fonte: ADXTUR | Destino para uma escapadinha perfeita

A época balnear da praia fluvial de Cardigos já abriu no passado dia 7 de junho e só termina a 8 de setembro. Por isso, ainda tem muito tempo para usufruir deste maravilhoso espaço que tem muito para oferecer.

Fique a conhecer todas as infraestruturas disponíveis na praia fluvial de Cardigos e fique ainda a saber mais sobre a freguesia (que deve o seu nome a uma família local) onde esta praia fica, assim como todos os seus pontos de interesse, desde o património histórico à gastronomia. Prepare uma escapadinha até Cardigos e surpreenda-se com este magnífico pedaço de terra.

Praia fluvial de Cardigos, um paraíso no interior


praia fluvial de cardigos

A Praia Fluvial de Cardigos, também conhecida como Praia do Vergancinho, fica a 5 minutos da freguesia de Cardigos, mais concretamente na estrada que liga a freguesia ao lugar dos Vales, no concelho de Mação.

Uma das vantagens desta praia é ser pouco conhecida e divulgada, pelo que não encontrará enchentes, nem muita confusão. Porém, e apesar de pouca falada, a sua qualidade é inegável e já foi reconhecida, nomeadamente quando foi eleita a “Estrela do Médio Tejo”, na categoria Património Natural – Praias Fluviais.

É uma referência na região como espaço de lazer e de convívio, em contacto direto com a Natureza. Além das piscinas fluviais, aptas para miúdos e graúdos, há uma série de áreas de lazer para explorar, tais como churrasqueiras cobertas, parque de merendas, bar de apoio, casas de banho e chuveiros. Importa ainda salientar que quem se desloca em cadeiras de rodas tem facilidades no acesso à piscina.

Durante o verão, a praia dispõe, ainda, de nadador salvador, o que oferece segurança e tranquilidade a quem frequenta o espaço. Se desejar, é possível fazer campismo, podendo instalar a tenda numa zona para o efeito que fica do outro lado da praia. Para a higiene diária, há casa de banho e chuveiros (com água fria). Para comprar alimentos, terá de se deslocar à mercearia da aldeia.

Infra-estruturas

  • Piscina Fluvial para adultos e crianças (profundidades entre os 0.75m e 2.5m);
  • Parque de merendas com mesas, churrasqueiras, lava loiças (espaço coberto);
  • Café/bar de apoio à praia;
  • Mesas de piquenique com sombra;
  • Zona para campismo;
  • Zona de relvado;
  • Chuveiros;
  • WC público;
  • Chapéus de sol;
  • Areal;
  • Pequenas cascatas;
  • Percursos pedestres;
  • Parque de estacionamento;
  • Instalações da Praia Fluvial.

A freguesia de Cardigos


Cardigos é uma freguesia portuguesa de Mação, que fica na província da Beira Baixa e tem pouco mais de 1086 habitantes. Nesta terra, são diversos os vestígios megalíticos, como dólmenes, e romanos, como pontes, templos e aquedutos.

Terá sido a presença romana a responsável pelo desenvolvimento da agricultura e de culturas como a oliveira e a vinha, árvores de frutos, cereais e explorações de minérios como o ouro, ferro e estanho.

O primeiro domínio de Cardigos foi dos cavaleiros templários, passando mais tarde para o domínio da Ordem de Malta. Por isso, ainda hoje, o brasão da freguesia exibe a cruz desta Ordem Religiosa e Militar em chefe.

Foi durante o reinado de Filipe II de Espanha, em 1605, que Cardigos foi elevado a sede de Comarca.

Património local

  • Pelourinho
  • Ponte de Pedra da Ribeira de Isna
  • Igreja Matriz de Cardigos ou Igreja de Nossa Senhora da Assunção
  • Antiga igreja matriz
  • Ermida do Espírito Santo
  • Capela de São Bento
  • Pelourinho de Cardigos
  • Ponte Romana de Cardigos
  • Fonte do Chão Pião
  • Parte Velha da Chaveira
  • Vestígios arqueológicos pré-históricos, romanos e mouros
  • Serra do Santo
  • Anta da Lajinha

praia fluvia de cardigos

O que comer

É comum dizer-se que em Portugal é muito fácil entrar numa tasca ao calhas e comer de forma divinal. A região de Mação, não foge à regra. Prove os maranhos, o cabrito assado, as cavacas,  o bolo fino, os coscorões ou as tijeladas. A maior parte dos restaurantes serve estas iguarias.

Como ir

O percurso Porto para Mação é servido diariamente por comboios que partem da estação Porto – Campanhã com destino à estação de Barragem De Belver. A duração média da viagem é 4h9m. De Lisboa, o comboio, que pode ser apanhado na estação do Oriente, demora 2h50m.

Para quem vai de carro, é apanhar a A23 (auto-estrada da Beira-Interior) e seguir até à saída 12, em direção a Mação.

Veja também: