Publicidade:

Saiba quais são as praias mais perigosas de Portugal

Os invernos rigorosos provocam a alteração da costa portuguesa - um dos principais motivos para revelar quais as praias mais perigosas de Portugal.

Saiba quais são as praias mais perigosas de Portugal
Os temporais de inverno alteram a configuração de várias praias do país

Invernos fortes e rigorosos, com tempestades de grandes consequências: tem sido assim nos últimos anos, o que provoca alterações nas zonas costeiras. Conheça, então, quais as praias mais perigosas de Portugal e os motivos que as levam a ser assim classificadas.

As tempestades que afetaram nos últimos meses a costa portuguesa alteraram o perfil das praias, tornando-as mais perigosas devido à menor quantidade de areia.

Bem diz o ditado: “há mar e mar, há ir e voltar.” E mesmo assim todos os anos há vidas que se perdem no mar, muitas pela falta de atenção e respeito para com uma entidade que muito o exige. Há vários motivos para desfrutar de um dia de descanso com cuidado e irá conhecê-los nesta lista de praias mais perigosas de Portugal.

As 8 praias mais perigosas de Portugal


praias mais perigosas de PortugalFonte: PxHere

Da força do mar à falta de vigilância: muitos são os perigos que espreitam nestes locais que compõem a lista de praias mais perigosas de Portugal. Descubra quais são e onde ficam.

1. Praia da Codixeira, Póvoa de Varzim

A Praia da Codixeira tem um areal muito extenso e existe um sistema de dunas bem conservado. Apesar de ser um local bastante calmo e de pouca afluência, há alguns cuidados a ter, nomeadamente a questão da vigilância, precisamente pela sua elevada dimensão.

2. Praia de Esposade, Gondomar

A praia de Esposade está longe de ter o aspeto de uma agradável zona balnear fluvial, havendo, inclusivamente a proibição de ir a banhos. O perigo de mergulhar numa zona de risco constata-se por vários motivos: falta de vigilância; inesperadas correntes provocadas pelas turbinas da hídrica da Barragem de Crestuma ali bem perto; e perda de areia, que é levada no inverno pelas cheias.

3. Praia do Salgado, São Martinho do Porto

O mar na Praia do Salgado é muito agitado, pelo que é muito perigoso em qualquer época do ano, e até mesmo durante a época balnear e com vigilância. Neste local são raros os dias em que se pode nadar livremente e até o simples gesto de molhar os pés requer muita atenção.

4. Praia da Consolação, Peniche

A Praia da Consolação é dotada, pelo lado sul, de excelentes condições terapêuticas, pois localiza-se numa aberta enseada, possibilitando a acumulação de iodo e grande exposição solar, o que proporciona o tratamento medicinal para algumas maleitas.
Porém, do lado Norte, a paisagem é completamente diferente, havendo um extenso areal e uma ondulação muito forte que exige bastante cuidado, mesmo para os praticantes de surf e windsurf que a procuram.

5. Praia do Guincho, Cascais

A Praia do Guincho é muito ventosa e dispõe de boas condições para a prática de surf, kitesurf e windsurf. E é precisamente por esta questão que se pode tornar bastante perigosa, até porque é bastante frequentada e a probabilidade de haver objetos a voarem ou de levar com areia nos olhos é elevada.

6. Praia do Seixo, Torres Vedras

Também conhecida como Praia do Porto das Barcas, esta praia é detentora de uma grande beleza natural, muito devido à existência de falésias muito altas. E é por este motivo que deve ter cuidado: quer para aceder à praia (deverá fazê-lo pelo lado da praia da Mexilhoeira), quer pela possível queda de pequenos detritos. Além disso, a praia não possui qualquer vigilância.

7. Praia do Lacém, Tavira

A praia do Lacém encontra-se inserida numa paisagem agrícola e possui um areal bastante reduzido com algumas dunas a modelar este braço de ria. Tem um aspeto de praia selvagem e é pouco frequentada, pelo que o seu isolamento e ausência de estruturas e meios de apoio poderão dificultar um dia de praia tranquilo.

8. Praia D. Ana, Lagos

Esta é considerada uma das mais belas do mundo, porém bastante perigosa, pelo risco de desabamento, dado que a praia está repleta de arribas instáveis e fortemente ocupadas por urbanizações turísticas.

Um dia de praia tem tudo para correr bem, desde que cumpra as regras mínimas de segurança. Divirta-se, mas com respeito pelas indicações existentes e tendo em conta as condições do meio envolvente.

Veja também: