Publicidade:

5 sinais de que tem problemas no motor de arranque

O motor de arranque é o que dá energia elétrica ao carro e a converte em energia mecânica. Fique a saber como identificar problemas no motor de arranque.

5 sinais de que tem problemas no motor de arranque
Conheça os problemas mais comuns no motor de arranque

O motor de arranque é um dos componentes mais importantes do motor de um carro. É um pequeno motor elétrico com escovas, que está associado ao motor de combustão e é acionado quando o condutor dá à chave ou pressiona o botão de ligar o motor.

Os problemas no motor de arranque estão, por isso, relacionados com o facto de a energia elétrica não conseguir ser transformada em energia mecânica, o que significa que a viatura não sai do sítio.

Fique a saber como identificar problemas no motor de arranque.

Como diagnosticar problemas no motor de arranque


Se o motor não pegar, deve primeiramente verificar se o problema está relacionado com a combustão: a bobina, ignição, combustível, etc., uma vez que são estas as anomalias mais comuns nos veículos.

Os problemas no motor de arranque podem ser provocados por má manutenção ou desgaste deste componente. Os problemas evidenciam-se com o motor a não pegar ou a pegar de uma forma muito lenta, o que se pode dever a um componente desgastado, má ligação elétrica ou bateria descarregada.

motor de arranque

1. O motor não pega

É o indicador mais comum de que há um problema com o motor de arranque: quando se dá à chave e nada acontece. Isto é, geralmente, provocado por um componente que se queimou ou por um problema elétrico. Mas também pode ser algo relacionado com a bateria.

Se isto ocorrer, deve contactar o mecânico, que irá avaliar o motor de arranque, sistema de ignição e outros componentes elétricos.

2. O motor pega mas não liga

Pode parecer confuso, mas isto pode acontecer. Se estiver atento consegue ouvir, quando dá à chave, o motor de arranque a ser ativado mas não o motor de combustão. O que acontece é que o motor não está a conseguir converter a energia elétrica em energia mecânica. Neste cenário, o mais provável é o seu mecânico ter de substituir o motor de arranque por um novo.

3. Ruído quando tenta ligar o motor

Este problema é semelhante ao anterior. Ocorre porque está a haver uma falha de ligação entre o motor de arranque e a transmissão. Chame o seu mecânico até porque se o ruído continuar, provavelmente, está a causar danos na transmissão, o que é algo muito dispendioso de reparar.

4. Cheiro a queimado ou fumo quando liga o motor

Como já foi explicado, o motor de arranque, que é elétrico, é o ponto de partida para o motor gerar energia mecânica. Por vezes, o motor de arranque entra em sobreaquecimento devido à energia que é continuamente enviada para o motor de arranque, ou pode acontecer também que o motor de arranque não tenha desligado após a ignição.

Se isto acontecer, é provável que veja fumo ou lhe cheire a queimado. Este problema é causado por um curto-circuito, um fusível queimado ou algo que ocorreu mal na ignição. De qualquer das formas, chame o mecânico mal note que há fumo.

5. Ouve cliques ao dar à chave

Por fim, se ouvir um clique depois de dar à chave, isto quer dizer que o motor de arranque não está a receber eletricidade suficiente para funcionar como deve ser. Isto é sinal de que o problema pode estar na bateria, na ligação entre os cabos ou no motor de arranque em si.

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.

Também lhe pode interessar: