Publicidade:

4 produtos em que compensa comprar a crédito

Não são regra geral, mas existem: são produtos que compensa comprar a crédito mais do que pagar a pronto. Conheça-os e comece a fazer as contas.

4 produtos em que compensa comprar a crédito
O crédito nem sempre é inimigo

Regra geral, as dicas de sustentabilidade financeira aconselham-nos a deixarmos o cartão de crédito em casa na hora de fazer compras. No entanto, toda a regra tem uma exceção e nós conhecemos produtos que compensa comprar a crédito mais do que pagar a pronto.

Não são produtos que compra todos os dias nem são coisas que vai acumular. A ideia, aliás, não é que some despesas em cima de despesas – até porque vão cair-lhe em cima mais tarde -, mas sim que aproveite as vantagens que o seu banco oferece sem comprometer o seu bem-estar financeiro.

Antes de iniciarmos, lembramos-lhe apenas que comprar com o cartão de crédito nem sempre significa pagar a prestações. Assim, não confunda os dois conceitos: não estamos a dizer-lhe que algum destes produtos vale a pena ser pago em mensalidades – estamos apenas a dizer-lhe que são compras que podem trazer benefícios se forem pagas com o cartão de crédito em vez do cartão de débito.

Se vai comprar produtos e optar pelo pagamento em prestações, deve ter outros cuidados adicionais – nomeadamente a análise ponderada do seu esforço financeiro e das taxas de juro aplicáveis.

Quando compensa comprar a crédito?


1. Eletrodomésticos

produtos que compensa comprar a crédito

Se anda de olho naquela TV gigante da loja de eletrodomésticos ou precisa urgentemente de uma máquina de lavar, pondere pagar a sua compra com o cartão de crédito em vez do de débito.

A grande vantagem está nas garantias: há cartões que oferecem seguros adicionais sobre os produtos comprados, e alguns até lhe devolvem a diferença quando encontra o mesmo produto mais barato noutra loja.

Os eletrodomésticos estão na lista de produtos que compensa comprar a crédito também porque tendem a ser produtos mais caros, e isso é uma grande vantagem se tiver um cartão com cashback. Ao fazer uma despesa grande, o cartão vai, mais tarde, devolver-lhe uma percentagem do que gastou, aliviando o peso no seu orçamento familiar.

2. Viagens e hotéis

produtos que compensa comprar a crédito

Quando planeia uma viagem, o seu cartão de crédito funciona como um verdadeiro mediador: por um lado, garante ao vendedor que vai ser pago pelo serviço prestado; por outro, garante-lhe a si que o dinheiro não é entregue ao vendedor antes de usufruir do serviço, pelo que pode anular a compra a qualquer momento.

Comprar produtos a crédito tem a vantagem de ser uma opção com segurança reforçada e que deixa o seu dinheiro a salvo de esquemas fraudulentos. Se o produto ou serviço não chegou a ser transacionado, pode cancelar o crédito e o dinheiro nunca chega a sair-lhe do bolso.

Nestes casos, há ainda a vantagem de o cartão de crédito ser praticamente universal, ou seja, funciona e é aceite em praticamente todos os países do mundo – ao contrário do que acontece com os cartões de débito, que tantas vezes são recusados e deixam os turistas aflitos e sem verba para suportar as férias.

Em algumas situações específicas pode ainda beneficiar de ofertas especiais atribuídas à utilização do cartão de crédito para pagar viagens, como milhas de voo adicionais ou estadias gratuitas em hotéis. Se o seu cartão tem este serviço, não há motivo para não aproveitar.

3. Compras online

produtos que compensa comprar a crédito

Com tantos esquemas fraudulentos a circular pela Internet e com tantos falsos vendedores a prejudicar os utilizadores mais incautos, o cartão de crédito tornou-se a proteção favorita de quem receia ver os seus dados bancários roubados por um qualquer pirata informático. Em ambiente online, em princípio, qualquer produto compensa comprar a crédito.

Além dos mecanismos tradicionais de proteção contra roubo de identidade, os cartões de crédito mais atuais ainda permitem definir limites de gastos para cada utilização, o que o deixa a salvo se os seus dados caírem nas mãos erradas: o ladrão até pode conseguir usar o cartão roubado, mas não vai conseguir gastar mais do que o limite previamente estabelecido.

4. Contas correntes

7 dicas para negociar um crédito pessoal mais barato

Esta é uma utilização pouco comum dos cartões de crédito, mas pode ser muito útil para os mais distraídos e para quem não consegue manter a estabilidade na entrada dos rendimentos.

Vamos supor que o seu salário não entra sempre no mesmo dia. Apesar de não saber quando vai receber rendimento, sabe que as contas da casa (água, luz, gás…) não vão sofrer atrasos e é preciso pagar. Por outro lado, pode fazer-lhe confusão ter de gerir tantas contas ao mesmo tempo…

Para estas situações, uma boa solução é pagar as contas correntes com o cartão de crédito (até pode dirigir para ele os débitos diretos), adiando os prazos de pagamento para o final do mês. O que acontece é que assim garante que todas as contas são pagas na hora certa, mas do seu lado basta pagar uma vez – quando liquidar o total do cartão de crédito no final do mês.

Claro que esta opção só compensa se o seu cartão de crédito permitir usufruir de adiantamentos sem juros até 30 dias – se acabar a pagar tudo com juros no final do mês, já não vale a pena, porque estará a gastar mais do que o necessário.

Como vê, há mesmo produtos que compensa comprar a crédito. Avalie as suas despesas e, muito importante, avalie os juros e taxas cobrados pelo seu cartão. Se puder usá-lo e usufruir das vantagens sem aumentar os gastos… aproveite a oportunidade!

Veja também: