Publicidade:

Quanto custa abrir uma empresa e quais os passos a seguir

Está a pensar abrir o seu negócio e quer saber quanto custa abrir uma empresa? Conheça aqui todas as despesas associadas e evite surpresas.

Quanto custa abrir uma empresa e quais os passos a seguir
Entenda quais os custos associados à abertura de um negócio próprio

Qualquer empreendedor precisa de saber quanto custa abrir uma empresa para, assim, avaliar a viabilidade do seu projeto. Conhecer todo o processo, as dificuldades que podem surgir e os custos associados é essencial para ser bem sucedido nesta nova etapa da sua vida.

A criação de empresas em Portugal tornou-se um processo mais simples e mais rápido com os balcões Empresa na Hora e com a criação do serviço Empresa Online. Saiba tudo com a informação que selecionámos para si.

Quanto custa abrir uma empresa em Portugal e como fazer


Para efetuar o registo da sua empresa deverá optar por uma das seguintes modalidades:

Registo Presencial

quanto custa abrir uma empresaFonte: Unsplash/Helloquence

Quem não dispensa um atendimento mais personalizado – ou quem não quer correr o risco de realizar algum erro durante o registo da empresa – poderá recorrer a um dos 214 postos de atendimento presencial Empresa na hora disponíveis a nível nacional. Através deste serviço conseguirá criar uma empresa de forma rápida e menos burocrática.

Como funciona?

Os balcões Empresa na Hora encontram-se inseridos nos Espaços Empresa disponíveis em Portugal. Deverá verificar qual o balcão mais perto de si e deslocar-se às instalações com toda a documentação necessária para a abertura da sua empresa. Para ser possível realizar de imediato o registo, é necessário que todos os sócios estejam presentes nesse processo.

Apenas podem ser constituídas sociedades unipessoais por quotas, sociedades por quotas e sociedades anónimas, sendo excluídas as sociedades anónimas europeias.

Registo através da Internet

Para aquelas pessoas que preferem constituir a sua empresa sem sair de casa, podem fazê-lo na internet através do serviço Empresa Online do Portal do Cidadão.

Como funciona?

Para realizarem este processo necessitam de um computador com acesso à internet e de um Certificado Digital Credenciado:

• Advogados;
• Solicitadores;
• Notários;
• Cartão do Cidadão (todos os sócios têm de possuir Cartão de Cidadão e Assinatura Digital ativa para conseguirem beneficiar deste serviço).

Através do Portal do Cidadão – Balcão do Empreendedor, podem ser criadas sociedades comerciais e civis sob a forma comercial, do tipo por quotas, unipessoal por quotas e anónimas. Estão excluídas deste serviço as sociedades anónimas europeias. Nesta área pode realizar vários serviços, tais como criar uma empresa, registar uma marca e obter certidões.

Após envio do pedido terá de aguardar aprovação por parte dos serviços responsáveis.

Já sabe onde dirigir-se e como deve proceder para abrir o seu negócio. A próxima etapa é saber quanto custa abrir uma empresa e se o valor associado irá comprometer a sua ideia de negócio.

Custos para abertura de uma empresa

Para abrir uma empresa o custo é de 360€, incluindo o registo comercial e as publicações associadas à constituição da sociedade. O valor deve ser pago no ato do processo de registo da empresa.

Caso os membros da sociedade optem por um capital social total ou parcialmente realizado em bens que não sejam dinheiro, acrescem os seguintes valores:

Certificado de Admissibilidade, previamente emitido no valor de 75€ com o prazo de 10 dias úteis, ou ainda 150€ para um dia útil. Estes certificados possuem uma validade de 3 meses e, caso já possua um, verifique se é válido ou se é necessário acrescentar este valor à sua despesa;

50€ por imóvel, quota ou participação social;

30€ por cada bem móvel;

20€ tratando-se de ciclomotor ou motociclo, triciclo ou quadriciclo com cilindrada não superior a 50 cm3, até ao limite de 30.000€;

• Para associar uma marca com uma classe de produtos ou serviços pagará 200€ no balcão de atendimento e 100€ através da internet. Por cada classe adicional acresce a este valor 44€.

Para além disso, deverá ainda contar com o pagamento do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) e de outros possíveis impostos consoante os negócios jurídicos a celebrar. Todos os pagamentos devem ser assegurados de forma prévia à constituição da empresa.

Outras despesas associadas

Em termos de despesas, é necessário somar ainda os honorários a pagar pelo Técnico Oficial de Contas (TOC). Caso opte por um dos profissionais da bolsa,  o custo terá um valor máximo de 50€, aos quais acrescem IVA à taxa legal em vigor.

Salientamos que, após a abertura da empresa, deve contar com outros custos que terá mensalmente associados à mesma, dos quais salientámos:

Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) – 17% até 15.000€ sobre o lucro tributável e 21% quando superior;

• Derrama Municipal – taxa que poderá chegar aos 1,5% sobre o lucro tributável;

Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) – taxa de 23%, 13% ou 6% (conforme o tipo de bens ou serviços);

Taxa Social Única (TSU) – taxa de 23,75% sobre o valor dos salários dos trabalhadores.

No primeiro ano de atividade, a empresa está isenta de pagamentos por conta e pagamentos especiais por conta.

Agora que já sabe quanto custa abrir uma empresa, escolha a opção de registo mais cómoda para si e dê hoje mesmo o primeiro passo para abrir o seu próprio negócio.

Veja também:

Ana Luísa Machado Ana Luísa Machado

Ana Luísa Machado é Mestre em Psicologia e possui formação em Marketing Digital & Ecommerce. É uma foodie assumida e uma apaixonada por comunicação, tecnologia e viagens. Adora partilhar experiências e acrescentar valor a todos os que se cruzam na sua vida.