7 coisas que deve saber antes de remodelar a casa

A planear grandes mudanças no seu lar? Então, antes mesmo de começar, veja tudo o que deve saber antes de remodelar a casa.

7 coisas que deve saber antes de remodelar a casa
Dicas essenciais para não saltar etapas

Tudo começa pelo sonho. Um teto falso, um novo closet, mais área útil na cozinha… Mas, se não tiver cuidado, o sonho rapidamente se transforma num pesadelo. A solução? Agir com antecedência. O planeamento não salva a obra de eventuais erros, mas evita que tudo tenha de ser alterado durante a execução dos trabalhos. Descubra tudo o que deve saber antes de remodelar a casa, passo a passo.

Tudo o que deve saber antes de remodelar a casa


Antes de mais, é importante que tenha consciência: vai precisar ter a calma necessária para planear e sobreviver à remodelação da sua casa. Mas, no final, o resultado compensa.

o que deve saber antes de remodelar a casa

Passo 1: antes de remodelar a casa, desenhe o seu sonho

Mesmo antes de pensar em consultar um mestre de obras, um arquiteto ou uma empresa especializada, comece por esboçar o seu sonho e dar formas às suas ideias para a remodelação do apartamento ou da casa. Quer adicionar uma cómoda? Expandir a sala ou a cozinha? Ou será que quer apenas substituir os azulejos das casas de banho? Pense em como as mudanças podem alterar os padrões e o trânsito da sua casa, alterando os ambientes e, até, as possibilidades de decoração.

Por exemplo: um novo armário pode somar vantagens a um espaço, mas superlotar outro. Talvez, ao remodelar uma área, acabe por dirigir o trânsito das pessoas para outra zona, que pode ser mais apertada – e isso vai dificultar o movimento. Se não tem grandes habilidades com desenho, arrisque-se nas aplicações que hoje já ajudam na remodelação da casa. Muitas têm modelos para que possa inspirar-se.

Ver exemplo de app:
Android >>
iOS >>

Passo 2: aprenda com outras pessoas

Uma das melhores formas de ganhar inspiração, evitando armadilhas comuns, é aprender com as experiências dos outros ao seu redor. Pesquise na internet, por exemplo, testemunhos e histórias de proprietários de imóveis que viveram uma remodelação e podem apontar onde moram os perigos e os enganos que vai querer evitar.

Esta é, aliás, uma das grandes vantagens de consultar os serviços de uma empresa especializada: falar com quem entende do assunto e faz disso profissão. É através de relatos como estes que vai perceber possíveis dificuldades comuns a cada etapa da remodelação.

Passo 3: ao planear a remodelação, pense no futuro

Embora possa ter todos os sonhos possíveis e imagináveis, a verdade é que nem todas as ideias para uma remodelação podem dar certo ou serem as mais inteligentes. Uma casa muito espaçosa pode ser o seu sonho hoje e, no futuro, passar a não fazer qualquer sentido. Uma casa de banho demasiado luxuosa vai custar imenso dinheiro e pode, mais para a frente, não trazer retorno ao investimento. As suas necessidades e as da sua família podem mudar ao longo dos anos, por isso, reflita sempre se o projeto de hoje encaixa no futuro.

São inúmeros os exemplos de enganos que poderiam ser evitados, caso pensasse no futuro ao planear a sua remodelação. Sabia que na verdade, alguns projetos podem mesmo reduzir o valor da sua casa no mercado?

Passo 4: defina quanto pode gastar

Orçamentar nunca é demais – afinal, quase sempre, o projeto vai custar mais do que estava a contar e mesmo um orçamento muito bem elaborado está passível de falhar.

Antes de escolher o piso de luxo ou qualquer material de alto padrão, saiba exatamente quanto pode gastar. Há escolhas que podem arruinar a sua economia. Explore as suas opções, saiba se pode ter o pagamento facilitado ou informe-se sobre créditos para financiar uma remodelação com juros mais baixos.

Remodelar a casa

Passo 5: faça a melhor escolha dos profissionais que vão executar a sua obra

A menos que seja um profissional da área e tenha tudo sob controlo, vai precisar contactar e contratar profissionais que sejam qualificados para o seu projeto. Procure por profissionais ou empresas certificadas, reconhecidas no setor e garanta que o projeto tem autorização da Câmara Municipal para arrancar.

Para encontrar a melhor equipa, não selecione apenas pelas referências que tem. Pode, por exemplo, ter uma boa indicação de um arquiteto mais novo que, no entanto, não será o mais apropriado para realizar trabalhos numa casa mais antiga. Profissionais mais experientes podem estar mais habituados com técnicas usadas há alguns anos, sabendo prever e evitar erros que podem ter origem em falhas na própria construção.

A nossa sugestão: Urban Obras. Contacte os profissionais aqui >>

Passo 6: saiba negociar os serviços

Mal entendidos podem resultar em autênticos desastres que comprometem o resultado das obras. Seja ao planear um pequeno trabalho de carpintaria ou um grande projeto de alvenaria, nunca dê início a qualquer trabalho sem que cada pormenor do serviço tenha sido negociado e esteja presente num contrato escrito e formal. Garanta que, ao iniciar a obra, todos concordam com os detalhes, como materiais a usar e prazo para a conclusão.

Passo 7: comece as obras com todas as permissões legais tratadas

Legalmente, é necessária uma autorização para realizar quaisquer mudanças estruturais numa casa – o chamado alvará. É isso que, entre outras coisas, vai garantir que os trabalhos respeitam os regulamentos de segurança e os códigos de construção.

Numa zona histórica da cidade, por exemplo, mudanças na fachada podem não ser autorizadas, uma vez que a casa está à imagem da sua vizinhança. Ao contratar uma empresa para a sua remodelação, é comum que seja ela a tratar da papelada.

Limpeza e Arrumação