Publicidade:

6 razões para ter cartão de crédito

Não lhe tenha medo: não faltam razões para ter cartão de crédito e usá-lo de vez em quando. Conheça-as e saiba como tirar partido desta ferramenta.

6 razões para ter cartão de crédito
Há vantagens em ter um plano B

O cartão de crédito ainda tem muitos medos associados e não é por acaso. No entanto, quando bem usado pode ser um bom amigo, quer em momentos de aperto, quer para aproveitar as campanhas promocionais.

Reunimos, por isso, algumas razões para ter cartão de crédito. São justificações que lhe mostram que este não é um inimigo a abater e lhe explicam como tirar o melhor proveito de um negócio que, à partida, nasceu para beneficiar apenas os bancos.

O truque do cartão de crédito é, no fundo, o de conseguir inverter as regras do jogo e somar pontos quando todos esperam que saia a perder estrondosamente. Como? Vamos mostrar-lhe.

6 razões para ter cartão de crédito e como tirar o melhor partido


razões para ter cartão de crédito

1. Para ter dinheiro lá fora

A União Europeia veio resolver alguns dos problemas mais comuns em relação à utilização dos cartões multibanco, mas ainda falta um pouco para podermos passar a fronteira completamente tranquilos.

Havendo vários tipos de cartões multibanco disponíveis no mercado internacional (com e sem chip, com banda magnética, com e sem sistema contactless…), nem todos os países têm os mesmos padrões de consumo e pode acontecer tentar fazer compras num estabelecimento cujo terminal de multibanco não consegue ler o seu cartão.

Quando sai do espaço europeu, então, o problema é ainda mais comum. Assim, encontra a primeira das razões para ter um cartão de crédito: segurança no exterior.

A verdade é que quase todos os cartões de crédito funcionam em todo o mundo, por isso, podem ser o seu plano B durante as viagens. Pode nem o usar, mas tê-lo por perto vai dar-lhe conforto.

2. Para as despesas-surpresa

Ninguém gosta, mas elas acontecem – e nem sempre estamos totalmente preparados para acolhê-las no nosso orçamento mensal.

Quando uma despesa inesperada lhe cai no colo, muitas vezes é o cartão de crédito que lhe oferece a rede de segurança que o salva da situação. Quando as suas poupanças são magras e vive em constante stress, com medo até de abrir a caixa de correio, não precisa de mais razões para ter cartão de crédito: as noites sossegadas já fazem com que valha a pena.

Claro que, mais uma vez, pode ter o cartão e não o usar. Ele serve para lhe dar conforto, para que saiba que não pode ficar falido em minutos. Se não usar, ótimo, em muitos casos também não paga nada. Se usar, com certeza vai agradecer ter tido uma solução rápida para um problema grave.

3. Para fazer compras online

Contam-se pelos dedos de uma mão os sites populares de compras online que não lhe pedem um cartão de crédito para finalizar as suas compras. Esta é, por isso, outra das razões para ter um cartão de crédito sempre à mão.

Procurando a solução de crédito certa para si, ter um cartão de crédito para fazer compras online nem sequer tem de ser igual a pagar taxas – se comprar no início do mês e permitir que o valor seja totalmente debitado dali a umas semanas, o facto de a despesa não transitar para o mês seguinte já o isenta de custos adicionais.

Desta forma, o cartão de crédito transforma-se numa espécie de cartão de débito retardado para compras digitais. Seguro, cómodo e sem custos no final do mês.

4. Para cortar nos custos

Parece contraditório, mas acontece: em alguns bancos, a adesão ao cartão de crédito isenta-o de despesas de manutenção da conta à ordem. Nestes casos, além das normais razões para ter cartão de crédito tem ainda a vantagem da poupança: se tiver, paga menos.

Tenha, contudo, atenção às letras pequeninas do contrato que assina: há bancos que impõe uma utilização obrigatória do cartão de crédito para proceder à isenção dos custos, por isso terá sempre de usá-lo nem que seja uma vez.

5. Para atrasar pagamentos

Por muito disciplinados que sejamos a planear o orçamento mensal, a verdade é que o cumprimento desse plano nem sempre depende de nós. E quando as contas são mais certas a cair do que os rendimentos, não é difícil vermo-nos em situações delicadas – às vezes por causa de um desfasamento de poucos dias.

Se o seu rendimento não é tão pontual a entrar como as contas e os encargos mensais, a possibilidade e “esticar” o tempo é uma das razões para ter um cartão de crédito sempre pronto a entrar em ação.

O objetivo é que, virtualmente, tenha sempre a verba disponível para pagar as contas do mês: se o salário ainda não entrou e é uma questão de dias, o cartão de crédito funciona como uma espécie de adiantamento que o livra de se meter em sarilhos maiores.

6. Pelas promoções

Sim, também os bancos fazem promoções e elas podem muito bem juntar-se à lista de razões para ter cartão de crédito.

Mais do que de taxas bonificadas, falamos de campanhas de cashback, que são aquelas que lhe devolvem uma parte do dinheiro que gastar com o cartão de crédito. Se planeia fazer uma compra de grande valor – como um computador ou um eletrodoméstico grande, por exemplo -, usar o cartão de crédito pode trazer-lhe vantagens na medida em que, no mês seguinte, uma parte da despesa volta para a sua conta.

Claro que este tipo de campanhas não acontece todos os dias, nem compensa usar o cartão de crédito todos os dias, mas para compras eventuais esta pode ser uma estratégia com muito lucro. Afinal, se vai fazer a despesa e vai, todo o dinheiro que voltar para trás já é ganho.

Ter cartão de crédito não tem de ser um plano desesperado nem um sinal de incapacidade de gerir o orçamento familiar. Na realidade, um cartão de crédito pode ser uma mera estratégia para atingir determinados fins e não está obrigatoriamente associado a uma carência ou desequilíbrio financeiro.

Se consegue ser disciplinado com a gestão do dia a dia, pode aderir a um cartão de crédito sem problemas. Estudando bem as oportunidades do mercado, pode até sair a ganhar dinheiro.

Veja também: