Publicidade:

Rede EURES: tudo o que precisa de saber

Talvez já tenha ouvido falar deste nome, mas será que sabe em que consiste a Rede EURES? Se quer emigrar, então esta informação interessa-lhe.

Rede EURES: tudo o que precisa de saber
Descubra o que é, quais os seus objetivos e aplicação

Quando falamos de mobilidade de profissional de cidadãos europeus, falamos necessariamente da Rede EURES.

Antes de mais, interessa relembrar que o princípio da livre circulação dos trabalhadores da União Europeia é considerado um dos mais importantes direitos dos cidadãos da UE. Significa, portanto, que qualquer europeu poderá deslocar-se para qualquer Estado-Membro, bem como para a Islândia, o Listenstaine, a Noruega e a Suíça, à procura de emprego e exercer o mesmo lá.

É importante refletir um pouco sobre a importância da circulação e intercâmbio de cidadãos/profissionais, entre os diversos países que compõem a Europa. Na base está um troca de saberes, de pontos de vistas e competências cuja união contribui (e muito) para o crescimento económico de cada um e de todos. O contacto com diferentes realidades sociais, culturais e linguísticas, permite que a União Europeia se una cada vez mais e melhor, trabalhando para um bem comum. Nesse sentido, a rede EURES assume, sem dúvida, um papel relevante.

A escolha de um outro país europeu não significa apenas – ainda que em grande parte dos casos – uma melhoria de vida a nível financeiro.

Emigrar representa abraçar novas oportunidades, aumentar a bagagem profissional e cultural, através aquisição e desenvolvimento de competências, da capacidade de adaptação, da aprendizagem de outros idiomas e costumes, as sociedades beneficiem de um conjunto positivo de efeitos que resultam em relações de maior proximidade, reconhecimento e valorização do contributo de cada um para uma comunidade que se quer, de facto, unida.

A Rede EURES promove essa ligação e essa partilha, traçando oportunidades.

O essencial sobre a rede EURES


Rede EURES

Rede EURES: o que é?

Rede EURES é o Portal Europeu da Mobilidade Profissional. Criada em 1993, esta rede de emprego abrange todos os países da UE, bem como a Islândia, o Listenstaine, a Noruega e a Suíça.

Trata-se de um conjunto de serviços que visam facilitar a mobilidade profissional de cidadãos na Europa. Uma rede de cooperação entre os Serviços Públicos de Emprego de todos os Estados Membros do Espaço Económico Europeu e a Comissão Europeia, assim como outras organizações parceiras.

Quem coordena a EURES?

A coordenação da Rede EURES é feita a nível europeu e em cada país em particular.

Gabinete Europeu de Coordenação (ECO)
A nível europeu, a rede é coordenada pelo Gabinete Europeu de Coordenação, criado no âmbito da Direção-Geral do Emprego, dos Assuntos Sociais e da Inclusão da Comissão Europeia. O ECO é ainda responsável pela gestão do portal EURES.

Gabinetes Nacionais de Coordenação (NCO)
Cada país europeu tem designado um gabinete de coordenação nacional para a rede EURES, responsável pela coordenação de membros e parceiros da mesma a nível nacional.

Quais são os principais objetivos da rede EURES?

Usufruir de um direito que pode até parecer simples, é por vezes, um enorme desafio, repleto de dificuldades. O principal objetivo da EURES é precisamente ajudar e apoiar os candidatos a emprego e os empregadores.

A Rede EURES presta informação e aconselhamento aos cidadãos interessados em trabalhar noutro país da Europa que não o seu. Coloca à disposição dos candidatos um serviço de recrutamento e colocação de trabalhadores, através de um portal online de mobilidade profissional.

Outro dos seus grandes objetivos passa por fazer a ponte entre empresas e candidatos a emprego, promovendo uma ligação adequada entre a oferta e a procura. Desta forma, a Rede EURES consegue remover alguns obstáculos à mobilidade e garantindo um processo mais rápido e seguro.

Quais serviços oferece a rede EURES?

A EURES ajuda candidatos a emprego a encontrar trabalho, assim como empregadores a recrutar mão-de- obra, dentro de toda a comunidade europeia.

Tal trabalho envolve a prestação de uma vasta gama de serviços, disponíveis no portal EURES ou através da vasta rede humana de mais de mil conselheiros que trabalham nas organizações membro e parceiras da EURES.

Assim, entre os serviços EURES aos candidatos a emprego e aos empregadores enumeram-se os seguintes:

  • Informação – a EURES presta toda a informação e orientação, assim como outros serviços de apoio a trabalhadores e empregadores; acesso a informação sobre as condições de vida e de trabalho nos Estados-Membros da UE, tais como fiscalidade, pensões, seguro de saúde e segurança social;
  • Procura de emprego – a EURES permite o acesso a inúmeras ofertas de emprego dos países que integram o Espaço Económico Europeu e proporciona, ainda, a divulgação do Curriculum Vitae dos candidatos a emprego que pretendam trabalhar num outro país;
  • Recrutamento – a Rede EURES disponibiliza serviços de aconselhamento personalizado às entidades que pretendam selecionar e recrutar trabalhadores de qualquer país do Espaço Económico Europeu (EEE). Fornece informações sobre o atual mercado de trabalho, as condições de trabalho, a mobilidade transnacional e/ou transfronteiriça, incluindo esclarecimentos sobre legislação laboral, impostos e a atuação da Segurança Social;
  • Ponte – a rede EURES consegue fazer a correspondência entre ofertas de emprego e o CV do candidato, no portal EURES;
  • Primeiro emprego EURES – a EURES promove programas de integração que permitem aos jovens europeus frequentarem um estágio ou encontrarem um emprego noutro país da Europa.

Estes e outros serviços pode e devem ser consultados junto de um dos membros e parceiros EURES e/ou no portal, aqui >>

Membros e parceiros EURES

Os membros e parceiros EURES prestam serviços a candidatos a emprego e empregadores.

Os serviços públicos de emprego têm um papel específico a desempenhar, uma vez que participam e prestam constantemente serviços na qualidade de membros EURES. Outros serviços de emprego e organizações que prestam serviços aos candidatos a emprego e aos empregadores também podem participar na qualidade de membros EURES ou como parceiros EURES, em função do tipo de serviços que oferecem.

Um membro da rede EURES presta toda a gama de serviços da rede, enquanto um parceiro dispõe de uma oferta de serviços mais limitada em função da dimensão da organização ou da natureza dos outros serviços que normalmente presta.

Através do portal, pode saber quem são e como contactá-los, selecionando um país na lista que é disponibilizada para o efeito.

A Rede EURES dispõe de centenas de conselheiros nos vários países onde está presente para esclarecer dúvidas sobre qualquer uma destas áreas.

QUE FUNÇÕES DESEMPENHAM OS CONSELHEIROS?

  • Serviços de informação e orientação sobre mobilidade profissional;
  • Contacto diário com empregadores e candidatos a emprego;
  • Apoio à resolução de problemas enfrentados por empregadores e trabalhadores;
  • Aconselhamento em questões práticas, jurídicas e administrativas relacionadas com a mobilidade nacional e transfronteiriça.

A REDE EURES EM PORTUGAL

Atualmente, a Rede EURES está presente em todos os países da União Europeia – o que inclui Portugal – bem como a Islândia, o Listenstaine, a Noruega e a Suíça.

A EURES portuguesa está distribuída da forma como descrevemos abaixo.

  • No continente: está integrada no Instituto do Emprego e Formação Profissional – IEFP.
  • Nos Açores: encontra-se na Direção Regional para o Emprego e Qualificação Profissional.
  • Na Madeira: no Instituto de Emprego da região autónoma da Madeira.

Para mais informações, consulte o portal da Rede EURES.

Veja também:

Elsa Santos Elsa Santos

Formada em comunicação, conta com uma vasta experiência na área. Do jornalismo ao marketing digital, a escrita é o elo comum. Apaixonada por histórias, tem desenvolvido, nos últimos anos, diversos projetos de storytelling, copywriting e locução. É mãe de duas crianças, o que não lhe dá superpoderes, mas a obriga a estar permanentemente ligada.