5 riscos de beber vinho na temperatura errada

Seja caro ou barato, jovem ou envelhecido, o vinho deve ser servido à temperatura certa, sob pena de só saber a álcool ou de ser demasiado adstringente.

5 riscos de beber vinho na temperatura errada
Saiba como tirar o máximo partido do vinho que consome

Regra geral, a avaliação de um vinho implica saber analisar um conjunto de fatores, nomeadamente: cor, brilho, tonalidade, intensidade do sabor e aromas libertados.

Para tirar partido de todas estas propriedades é necessário que o vinho seja servido à temperatura ideal, uma vez que os vinhos têm, digamos assim, um temperamento difícil – e se forem muito trabalhados na sua fase de produção, mais complexa é a sua integridade.

Como tirar o máximo de partido de um vinho?

5-riscos-de-beber-vinho-a-temperatura-errada

No que diz respeito às temperaturas adequadas para cada vinho, os brancos, por norma, devem ser bebidos frescos e quanto mais doces e jovens, mais frescos devem estar. Isto porque quando submetidos a temperaturas mais elevadas, a sensação de doçura e a acidez sobressaem, desequilibrando os sabores. Portanto, quanto mais baixa for a temperatura, menor é a sensação de acidez.

Já os tintos ganham com temperaturas mais altas, uma vez que a evaporação das substâncias voláteis tornam o sabor e os aromas mais intensos. A este respeito, é importante ainda ter a noção que o teor de taninos é um fator que deve condicionar a temperatura a que serve o vinho, dado que quanto maior for este teor, menos frio se deve beber o vinho. Ou seja, as temperaturas mais altas diminuem a adstringência. É por esta razão que os tintos reservas – robustos, envelhecidos e encorpados – se servem, idealmente, aos 18º C e os tintos jovens um pouco mais frescos, entre os 15 e os 16º C.

Temperaturas ideais para brancos e tintos

5-riscos-de-beber-vinho-na-temperatura-errada

As temperaturas indicadas para servir corretamente os vinhos brancos e tintos são as seguintes:

  • Brancos secos, envelhecidos e encorpados – 10 a 12 °C
  • Brancos meio-seco e jovens – 7 a 10 °C
  • Brancos suaves e doces – 7 a 8ºC
  • Tintos envelhecidos e encorpados – 15 a 17º C
  • Tintos Reserva – 17 a 18º C
  • Tintos jovens e suaves – 15 a 16ºC

5 riscos de beber vinho na temperatura errada

5-riscos-de-beber-vinho-a-temperatura-errada

1. Neutralizar as propriedades do vinho

Depois do referido acima, aconselhamos a nunca servir um vinho acima dos 18º C, nem abaixo dos 7º C. Vinhos demasiado frescos não possuem qualquer sabor e aroma e vinhos demasiados quentes sabem apenas a álcool, tornando-se intragáveis.

2. Tirar sabor à comida

Entre comida e vinho o que se procura é uma combinação perfeita. É por essa razão que se aconselha beber vinho branco com peixe e um tinto robusto com carnes vermelhas ou pratos ditos mais pesados. A título de exemplo, se escolher um tinto robusto para acompanhar um prato de peixe, os taninos vão interagir com o iodo presente no peixe, deixando um sabor metalizado no vinho e uma sensação de amargor e adstringência.

Se a temperatura do vinho que escolheu para acompanhar determinado prato estiver errada, o sabor da comida pode sofrer alterações significativas e vice-versa.

3. Desperdiçar o dinheiro investido no vinho

Quer gaste muito ou pouco dinheiro numa garrafa de vinho, lembre-se que se beber o vinho à temperatura errada não terá o retorno do seu investimento – isto em termos do prazer gustativo que o vinho lhe pode proporcionar. O preço de uma garrafa de vinho não determina necessariamente a qualidade do mesmo ou serve de garante que o vinho será apreciado.

4. Ficar intoxicado e demasiado “alegre”

No rótulo das garrafas de vinho disponíveis no mercado, o volume de álcool é indicativo de quão forte e rico o vinho é.  Os vinhos cujo volume de álcool é elevado  são feitos a partir de uvas mais maduras, que têm sabores fortes. Se beber um vinho deste tipo mais fresco do que a temperatura a que deveria ser servido, então corre o risco de ingerir uma grande quantidade de álcool sem se aperceber de imediato.

5. Fazer má figura num jantar de amigos

Se vai receber amigos em casa para um jantar, leia este artigo antes de comprar o vinho. Seja recordado como a pessoa que percebe de vinhos e que faz belíssimos jantares.

Cave de Vinhos: a solução para não correr mais riscos

5-riscos-de-beber-vinho-na-temperatura-errada

Cave de Vinhos Electronia HS-64WN

Com capacidade para 16 garrafas, esta Cave de Vinhos – disponível na Rádio Popular – é perfeita para preservar o seu vinho em condições ideais. Tem um controlo ajustável de temperatura entre os 5º e os 18ºC para manter uma temperatura uniforme, valorizando o paladar do seu vinho.

Ver produto >>


Cave de Vinhos Electronia HS-125 WEN

Com capacidade para 34 garrafas, nesta cave de vinhos pode armazenar qualquer vinho à temperatura desejada – seja ele branco, tinto ou mesmo espumante.

Ver produto >>


Cave de Vinhos Electronia HS-168 WEN

Com capacidade para 45 garrafas, esta Cave de Vinhos tem duas zonas de temperatura separadas e ajustáveis – uma para o vinho branco e, a outra, para o tinto, mantendo as propriedades de cada um intactas. Esta cave é perfeita para armazenar os seus vinhos em condições de temperatura ideais.

Ver produto >>

Veja também: