Publicidade:

Salamandra a pellets ou a lenha: qual a melhor opção?

Não sabe se deverá comprar uma salamandra a pellets ou a lenha? Saiba mais sobre estes sistemas de aquecimento e sobre como tomar a melhor decisão.

Salamandra a pellets ou a lenha: qual a melhor opção?
Conheça as características de cada sistema

Na altura de equipar a sua casa e criar as melhores condições de habitabilidade, deverá estar atento a todos os pormenores. Também na hora de escolher uma salamandra a pellets ou a lenha deverá garantir que são cumpridos alguns requisitos essenciais e, claro, ter em conta os custos associados a cada opção.

Independentemente da sua escolha, saiba desde já que ambas as opções são mais económicas e ecológicas quando comparadas com as restantes soluções do mercado para o aquecimento das habitações.

Salamandra a pellets ou a lenha: quais as características?


salamandra a pellets ou a lenha

As salamandras são soluções de aquecimento casa vez mais procuradas. Existem alguns tipos de salamandras, sendo que os mais comuns são os seguintes.

A lenha

As salamandras a lenha mais tradicionais são construídas em ferro fundido sem ventilação ou em aço e as mais modernas já contam com um sistema de ventilação que garante a máxima combustão e aproveitamento da lenha (com um rendimento 80% superior às salamandras comuns).

A pellets

Estas salamandras garantem um rendimento superior a 80% à conta dos pellets, o material utilizado, que são desperdícios da indústria da madeira, que são triturados secos e tratados para que a resina e a humidade deste material sejam eliminadas.

As salamandras a pellets mais recentes contam com depósitos maiores e sistemas de autorregulação e de fornecimento automático do material a consumir (esta otimização permite chegar aos cinco dias sem necessidade de atestar o respetivo depósito).

Como referido, o mercado conta com mais modelos, como são os casos das salamandras a gás ou das salamandras elétricas. Na altura de comprar o seu equipamento não se esqueça de pedir ajuda aos técnicos especializados. Com uma rápida pesquisa em qualquer motor de busca encontrará lojas da especialidade perto da sua zona de residência, que poderão aconselhá-lo na altura de escolher a melhor opção para a sua casa.

Esteja atento aos materiais utilizados

Antes de efetuar a compra, esteja atento ao material que reveste a salamandra. Para garantir que consegue uma maior acumulação e emissão de calor escolha materiais refratários.

Preste também atenção à regulação da entrada do ar para que possa ir controlando o ritmo da combustão e esteja atento aos materiais da conduta da salamandra: escolha tubos verticais que fiquem à vista (dessa forma vai otimizar a recuperação do calor dos fumos).

Qual a melhor potência para as salamandras?


salamandra a pellets ou a lenha

Para descobrir a melhor potência para a salamandra de sua casa deverá começar por calcular o volume total da área que pretende aquecer – terá de multiplicar os metros quadrados da divisão pela atura da divisão; de seguida, multiplique pelo coeficiente térmico.

Este coeficiente tem em conta o isolamento da área que pretende aquecer. Se tiver um baixo nível de isolamento deverá multiplicar por 40. Se o nível de isolamento for médio deverá multiplicar por 35, e se contar com um alto nível de isolamento a multiplicação deverá ser feita por 30.

O resultado desta equação permitirá descobrir o valor em Kcal que deverá converter em KW. Para tal, basta dividir o resultado por 862.

Quais as vantagens das salamandra a pellets ou a lenha?


salamandra a pellets ou a lenha

Agora que já conhece as características de cada uma das soluções de aquecimento chegou a hora de descobrir as respetivas vantagens.

Salamandras a lenha

Este tipo de soluções proporciona aquecimento a baixo custo, já que as salamandras a lenha permitem atingir elevadas temperaturas a partir de equipamentos bastante simples.

A madeira é uma fonte de energia acessível ao longo de todo o ano e, para tal, basta armazená-la para que possa usar durante as épocas mais frias do ano.

Salamandras a pellets

Os pellets são um biocombustível feito a partir de subprodutos, como é o caso da serradura e outros materiais e resíduos de madeira.

As salamandras a pellets são mais sustentáveis e amigas do ambiente porque não implicam o abate de árvores para a produção do respetivo material de combustão, necessitando apenas de materiais reciclados de restos da madeira que, de outra forma, não seriam aproveitados.

Nas salamandras a pellets, o problema da produção de fumos (e respetivos odores) é minimizado e, por isso, podem ser instaladas em qualquer divisão da casa, sendo apenas necessária uma saída para a extração do dióxido de carbono.

A otimização do aquecimento é outras das vantagens das salamandras a pellets, já que as cinzas produzidas com a queima deste material correspondem a apenas 1% a 3% da sua totalidade.

Quais as desvantagens destes sistemas de aquecimento?


Na altura de ponderar a compra deste tipo de sistemas de aquecimento tenha sempre em que mente que ambos produzem fumos e libertam partículas resultantes da combustão.

Assim sendo, para garantir que não coloca em risco a sua saúde, deverá certificar-se de que conta com um sistema para filtrar estes subprodutos para o exterior da sua habitação.

Para garantir que cumpre todos os procedimentos de segurança deverá cumprir com a correta manutenção dos equipamentos. Para isso, deverá conhecer todas as regras de segurança de instalação e utilização das salamandras – só assim conseguirá usufruir ao máximo deste sistema de aquecimento.

Veja também:

Pedro Andrade Pedro Andrade

O amor à voz e às palavras levou-o, desde sempre, à rádio. Entrega-se à escrita (mais ou menos) criativa sem nunca esquecer a paixão pelo mar, pela boa comida e pelos serões rodeado da família e amigos.

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].