Publicidade:

12 carros importantes no Salão de Genebra

O Salão Automóvel de Genebra 2019 recebeu algumas das maiores novidades das marcas de automóveis. Conheça 12 carros que brilharam sob os holofotes do certame suíço.

12 carros importantes no Salão de Genebra
A eletrificação do automóvel é o futuro. Os megadesportivos de valores exorbitantes também.

O Salão Automóvel de Genebra foi palco para muitos construtores de automóveis apresentarem as suas novidades e projetos. Os modelos elétricos foram uma das faces importantes do evento e, prova disso, são alguns destes exemplos que aqui trazemos. Existe muita tecnologia para reduzir as emissões de gases poluentes e as marcas querem mostrar que o futuro não significa necessariamente menos gosto e prazer pelo automóvel. Prova disso são os hiperdesportivos presentes nesta lista de novidades do mundo automóvel.

12 carros importantes no Salão de Genebra


Peugeot 208

Peugeot 208

O novo Peugeot 208 é um modelo importantíssimo para a marca francesa e esta não poderia deixar de o mostrar no Salão de Genebra. O modelo francês usa uma nova plataforma CMP, que possibilitará uma versão híbrida e-208. O pequeno leão passa a disponibilizar uma nova caixa de 8 velocidades, motores de três cilindros PureTech a gasolina e um Diesel 1.5, de 100 cavalos. Estilo é coisa que não falta ao novo representante da Peugeot, com imagem dinâmica, interior moderno e novas soluções na área da segurança.

Renault Clio

O novo Renault Clio

Fonte: Renault/ Divulgação

Com o 208 no stand da Peugeot, a Renault responde com o seu best-seller: Clio. O novo Renault Clio, acerca do qual também damos mais detalhes aqui, não revoluciona exteriormente, mantendo-se semelhante à geração anterior. A Renault preferiu revolucionar no habitáculo, agora todo redesenhado e com elementos digitais de maior superfície, materiais de melhor qualidade e novas tecnologias a bordo. O novo Renault Clio prevê também uma versão híbrida, graças à nova plataforma CMF-B.

Ferrari F8 Tributo

Ferrari F8 Tributo

O espetacular Ferrari F8 Tributo presta homenagem à última linhagem dos motores de 8 cilindros na Ferrari. O V8 3.9 apresenta 710 cavalos na versão Pista e permite ao hiperdesportivo alcançar os 100 km/h em 2,9 segundos e 340 km/h de velocidade máxima. O F8 Tributo destaca-se também (como qualquer Ferrari) pela espetacular estética desportiva e habitáculo inspirado na competição.

Pininfarina Battista

Pininfarina Battista

Os traços italianos são inconfundíveis no que toca a design automóvel e o Battista é outro claro exemplo. Além das linhas aerodinâmicas e superdesportivas, o Pininfarina Battista destaca-se pela motorização exclusivamente elétrica, com motores em cada roda, e em “tempos-canhão”: menos de 2 segundos dos 0 aos 100 km/h, 350 km/h de velocidade máxima e 11,8 segundos para atingir… 300 km/h! O Pininfarina Battista tem potência equivalente a 1.926 cavalos e um binário de 2.300 Nm!

Koenigsegg Jesko

Koenigsegg Jesko

Fonte: Koenigsegg/Divulgação

Menos potente que o Pininfarina e com motor a gasolina, o exclusivo Koenigsegg Jesko também foi apresentado no Salão de Genebra. O modelo que presta homenagem ao fundador da marca, Jesko Von Koenigsegg, tem um V8 biturbo 5.0 com 1.360 cavalos e que chega aos 1.600 cavalos com combustível E85 (15% gasolina e 85% etanol). O chassis é em fibra de carbono e a carroçaria exerce um efeito de downforce superior a 1000 kg. Velocidade máxima: 482 km/h.

Audi Q4

novo Audi Q4

Fonte: Audi/Divulgação

A Audi continua o caminho na eletrificação. Levou a Genebra o protótipo Q4 e-tron, que estará pronto a ser comercializado em 2021. Colocado na gama abaixo do Audi e-tron, usa a plataforma MEB que partilhará com o novo elétrico da Volkswagen, o I.D. Neo. O Audi Q4 e-tron terá tração traseira e poderá ter tração integral. Ainda não há informação quanto às baterias.

Mercedes-Benz CLA

Mercedes-Benz CLA

O novo Mercedes-Benz CLA foi outra das estrelas a brilhar no Salão de Genebra. Com partilha de elementos com o mais recente Classe A, o novo CLA destaca-se pela silhueta coupé, de aspeto mais dinâmico. A marca apresentou também a Shooting Brake, um conceito mais familiar, mas igualmente desportivo. A CLA SB chega a Portugal a partir de setembro, com motorizações Diesel e gasolina, tração dianteira ou às quatro rodas e caixas manual e de dupla embraiagem.

Polestar 2

Polestar 2

Fonte: Polestar/Divulgação

Depois de ter anunciado o fim de produção de motores Diesel, a Volvo tem na Polestar a marca que concentra os esforços em automóveis elétricos. O Polestar 2 é 100% elétrico, com bateria de 78 kW e anuncia autonomia de 500 quilómetros. A potência dos dois motores elétricos do Polestar 2 é de 408 cavalos, com um binário de 660 Nm.

Bugatti La Voiture Noir

Bugatti La Voiture Noire

Fonte: Bugatti/Divulgação

Uma das maiores sensações do salão de Genebra, o Bugatti La Voiture Noire, foi apresentado como o automóvel mais caro de sempre. Com o motor W16 8.0, já conhecido do Bugatti Chiron, por exemplo, esta exclusiva peça de arte automóvel debita 1.500 cavalos de potência e 1.600 Nm de binário. Só há uma unidade e já está vendida. Preço: 11 milhões de euros (mais impostos).

Honda E Prototype

Honda E Prototype

Fonte: Honda /Divulgação

O novo carro elétrico da Honda promete dar que falar. Foi apresentado no Salão de Genebra como protótipo mas muito próximo de uma versão de produção. O Honda E Prototype tem cinco portas, interior com tablier recheado de elementos tecnológicos e tração traseira. Sem grandes detalhes divulgados, a marca anuncia uma autonomia superior a 200 quilómetros. O início de produção está agendado já para o final deste ano.

Peugeot 508 Sport Engineered

Peugeot 508 Sport Engineered

Fonte: Peugeot/Divulgação

Apresentado como protótipo, o 508 Sport Engineered surge como evolução do Peugeot 508 Hybrid mas com vocação mais desportiva. A carroçaria é mais agressiva, com elementos específicos como as entradas de ar e extrator de ar traseiro, a suspensão foi rebaixada e as vias alargadas. O habitáculo conta com superfícies em alcantara e carbono. O Sport Engineered tem motor a gasolina 1.6 PureTech, com 200 cavalos, e dois motores elétricos colocados nos eixos. O da frente origina potência semelhante a 110 cavalos e o de trás chega aos 200 cavalos. A autonomia elétrica anunciada é de 50 quilómetros.

Mark Zero

Piëch Mark Zero

Fonte:Piëch/Divulgação

Chama-se Piëch Mark Zero e foi ao salão de Genebra estrear a marca da família Piëch, nome conhecido do topo da hierarquia do Grupo Volkswagen (segundo se diz, Ferdinand Piëch é o cliente que ficou com a única unidade do Bugatti La Voiture Noire…).

O belo e futurista Mark Zero tem a particularidade de assentar numa plataforma modular apesar de ser um carro 100% elétrico. No entanto, dada a plataforma, pode adotar motorizações de combustão interna e de hidrogénio. O Mark Zero é um dois lugares, com três motores elétricos que, no conjunto, debitam o equivalente a 612 cavalos. Anuncia 3,2 segundos dos 0 aos 100 km/h, 250 km/h de velocidade máxima de uma autonomia de 500 quilómetros.

 

Veja também:

Também lhe pode interessar: