Publicidade:

Santo António: Guia completo para a grande noite de Lisboa

É a noite mais animada do ano e a cidade ganha mais alegria, vida, cor e música. Conheça todos os destaques das festas de Santo António.

Santo António: Guia completo para a grande noite de Lisboa
A capital invadida pelo espírito dos santos populares

Em época de Santo António, tudo se tolera: a música que toca mais alto pelos bairros, o cheiro a sardinha assada que nos invade os sentidos e um ambiente de leveza, alegria e festa que não deixa ninguém indiferente. Sejam bem-vindos aos santos populares de Lisboa!

Santo António é muito venerado em Lisboa e tratado como o verdadeiro padroeiro da cidade e é ele quem dá o mote para as festas, cujo ponto alto é o dia de 12 de junho, altura em que decorrem os Casamentos de Santo António e, à noite, com as marchas populares que invadem a Avenida da Liberdade.

Nesta altura há um cheiro a verão no ar e junho dá início à época que confere a Lisboa uma beleza adicional.

Marchas de Santo António


santo antónio

Foi no ano de 1935 que, pela primeira vez, se realizaram as Marchas de Santo António. Mal se esperaria que, 84 anos, este fosse um dos eventos mais esperados da cidade e que torna até o vizinho mais tímido numa pessoa mais feliz, que até dá um pézinho de dança ao som das músicas populares portuguesas.

São centenas os marchantes que todos os anos preparam durante meses as músicas, coreografias, visuais e cenários que devem impressionar ao máximo. A “guerra” entre bairros é grande, mas saudável, mesmo podendo haver apenas um vencedor.

Independentemente disso, nada esmorece a vontade com que defende o bairro a que pertencem nem as cores que estão a vestir.

Como é habitual, o desfile deste ano integra também uma marcha convidada: a Marcha Popular de Ribeira de Frades, de Coimbra.

Exibições Marchas Populares na Altice Arena, 21h:

  • 7 de junho: marcha Infantil “A Voz do Operário”, Bairro da Boavista, Bica, Marvila, Alfama, Baixa, S. Vicente, Graça;
  • 8 de junho: Mercados, Mouraria, Bela Flor-Campolide, Carnide, Alto do Pina, Alcântara, Madragoa, Olivais;
  • 9 de junho: Santa Casa, Parque das Nações, Castelo, Penha de França, Beato, Bairro Alto, Ajuda

Desfile na Avenida Avenida da Liberdade, 12 de junho, às 21h:

  • Marcha Convidada: Marcha Popular de Ribeira de Frades (Coimbra);
  • Alinhamento: Infantil “A Voz do Operário”, Mercados, Santa Casa, S. Vicente, Carnide, Bica, Alfama, Bela Flor-Campolide, Ajuda, Baixa, Madragoa, Penha de França, Graça, Beato, Marvila, Bairro da Boavista, Olivais, Mouraria, Parque das Nações, Castelo, Alto do Pina, Alcântara, Bairro Alto;

Marchas Infantis de Lisboa Belém – Praça do Império e Jardim Vieira Portuense, 15 de junho, às 17h

Casamentos de Santo António


A primeira edição dos Casamentos de Santo António decorreu em 1958 e contou com a participação de 26 casais que se casaram na Igreja de Santo António – ou não fosse este o santo casamenteiro.

O objetivo da iniciativa era possibilitar o casamento a casais com maiores dificuldades financeiras. Hoje, o evento são uma parte incontornável das festas populares de Lisboa e contribuem para afirmar a identidade cultural da cidade.

Este ano, a tradição irá cumprir-se mais uma vez e 16 casais lisboetas celebrarão com a cidade – e com o país – o seu amor, no dia 12 de junho, às 12h, numa cerimónia a decorrer nos Paços do Concelho.

Os melhores arraiais para dançar toda a noite


sardinhas

Se gostaria de saber onde haverá festa da boa, então, a resposta é simples: praticamente em todo o lado! Atente aos arraiais populares onde pode bailar até o sol raiar.

  • Alcântara – Academia de Santo Amaro
  • Benfica – Associação Recreativa de Moradores e Amigos do Bairro da Boavista
  • Campolide – Associação Viver Campolide
  • Carnide – Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz
  • Carnide Clube
  • Estrela – Grupo Dramático Escolar “Os Combatentes”
  • Misericórdia – Corpo Nacional de Escutas Agrupamento 48 Santa Catarina
  • Misericórdia: Grupo Desportivo Zip Zip
  • Misericórdia – Marítimo Lisboa Clube
  • Olivais – Associação Desportiva e Cultura da Encarnação e Olivais
  • Olivais – Grupo Musical “O Pobrezinho”
  • Olivais – Ingleses Futebol Clube
  • Parque das Nações – Grupo Recreativo Centieirense
  • Santa Maria Maior – Centro Cultural Dr. Magalhães Lima
  • Santa Maria Maior – Grupo Desportivo da Mouraria
  • Santa Maria Maior – Grupo Sportivo Adicense
  • Santa Maria Maior – Sociedade Boa União Beco das Cruzes
  • São Vicente – Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia
  • São Vicente – Sociedade de Instrução e Beneficência “A voz do Operário”
  • Arraial Popular da Paróquia de Olivais Sul, Jardins da Biblioteca dos Olivais
  • Grande Arraial de Benfica, Alameda Álvaro Proença
    • Dias: de 20 a 23 de junho (com concertos de Ruth Marlene, Toy, Bárbara Bandeira, Cuca Roseta e HMB)
  • Arraial dos Navegantes Igreja Nossa Senhora dos Navegantes, Parque das Nações
  • Arraial da Vila Berta – Bairro da Graça
  • Arraial de São Vicento, Largo da Graça e Largo de São Vicente
  • Arraial de Santo António – Santos Populares em Alvalade, Parque de Jogos 1.º de Maio
  • Arraial Lisboa Pride Praça do Comércio

Programa: atrações adicionais


fado

Além das sardinhas, arraiais, casamentos e marchas populares, há outros eventos que ajudam a conferir cor e alegria à cidade. Veja alguns dos destaques.

Fado no Castelo

O evento decorre no Castelo de São Jorge e traz dois concertos imperdíveis: a 14 de junho, Ana Moura e Sopa de Pedra e, a 15 de junho, Raquel Tavares e Gospel Collective.

Ambos os concertos são às 22h e a entrada é gratuita, limitada ao número de bilhetes disponíveis, que poderão ser levantados na bilheteira do Castelo de S. Jorge ou no Museu do Fado, a partir das 20h.

Lisboa Mistura

Trata-se de um festival de música gratuito, que celebra a diversidade que caracteriza a cidade. São três dias de música do mundo, que vai soar na Quinta das Conchas.

O objetivo deste evento é “promover o encontro de pessoas e de comunidades através de um conjunto de espetáculos e encontros artísticos que incorporem os vários ritmos e as várias tendências culturais que nos permitem sentir o pulsar da cidade.”

  • 8 junho: 18h DJ Ricardo Alves / 19h30, AL-QASAR;
  • 9 junho: às 15h OPA – Oficina Portátil de Artes / 18h30 Sunset Mistura com Mãe Dela / 19h30 Akua Naru;
  • 10 junho: 15h Festa Intercultural / 18h30 Sunset Mistura com DJ Johnny /  19h30 África Negra.

Festival Coros de Verão

Naquele que é considerado o maior acontecimento coral do ano irão assinalar-se os 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães. Conheça o programa:

  • 21 junho: Linhagem, de Eurico Carrapatoso Estreia mundial Grande Auditório CCB, 21h;
  • 22 junho: Competição Internacional de Coros Grande Auditório CCB;
  • 23 junho: Atuações de grupos corais ao ar livre Entrada livre Caminho pedonal CCB 16h / Jardim Vasco da Gama 16h / Museu de Marinha – Pavilhão das Galeotas 18h / Mosteiro dos Jerónimos 21h30;
  • 24 junho: Atuações de todos os Coros participantes Entrega de prémios Atuação conjunta dos Coros participantes Grande Auditório do CCB, 19h.

Homenagem a António Variações

As festas populares de Lisboa deste ano terão o seu encerramento a 29 de junho, com um concerto muito especial, que servirá, igualmente, para celebrar a vida e a obra de António Variações, num espetáculo inédito, onde cantores como Ana Bacalhau, Conan Osiris, Lena d’Água, Manuela Azevedo, Paulo Bragança ou Selma Uamusse vão interpretar as canções de um dos maiores músicos de sempre.

O concerto decorre no Jardim Torre de Belém, às 22h e tem entrada livre.

Veja também: