Publicidade:

Simulador do IRS automático mostra o valor real da liquidação

Se é um dos contribuintes abrangido pela declaração automática, então saiba que o simulador do IRS mostra o valor real do que tem a pagar ou a receber.

Simulador do IRS automático mostra o valor real da liquidação
Ferramenta ajudá-lo-á a gerir melhor o seu orçamento

O simulador do IRS disponível no Portal das Finanças permite-lhe perceber o valor real do reembolso que vai chegar à sua conta ou do valor que terá de pagar. Assim, poderá saber efetivamente com o que conta.

Quem é abrangido pela declaração automática?


Simulador do IRS

declaração automática de IRS tem agilizado bastante a obrigação fiscal. Contudo, não se aplica ainda a todos os contribuintes, apenas aos que apresentam situações fiscais mais simples – as quais o Fisco consegue fazer já uma liquidação provisória pronta a tornar-se definitiva.

Todos os trabalhadores cujos rendimentos provenham apenas do trabalho dependente, bem como pensionistas, estão abrangidos pelo IRS automático. Em 2019, é possível aos titulares de Planos de Poupança Reforma (PPR) disporem também desta funcionalidade. Se estiver abrangido por esta funcionalidade, só tem que verificar se todos os dados estão corretos e validá-la.

Se (ainda) tem dúvidas sobre se é ou não abrangido pelo IRS automático, basta aceder ao Portal das Finanças e clicar na opção “IRS Automático”. Se reunir as condições exigidas por lei, vai ver a página com as informações que o fisco contabilizou para chegar à pré-liquidação do imposto.

Se não for abrangido, surge um pequeno texto a informar que “por não reunir todas as condições previstas para ser abrangido pela Declaração Automática de Rendimentos, deve proceder à entrega de uma declaração de IRS, Modelo 3, nos termos gerais”.

Como funciona o Simulador do IRS


Simulador do IRS

Ao usar o simulador de IRS ficará logo a saber se terá de pagar ou se terá direito a receber reembolso do IRS em 2019, podendo assim organizar as suas finanças pessoais de acordo com o resultado.

Isto, claro, para quem for abrangido pela declaração automática de IRS. Portanto, se é um dos contribuintes que tem acesso à entrega automática da declaração de rendimentos de IRS, então, mal submete a declaração provisória, fica desde logo a saber o que tem a pagar ou a receber. Além disso, o Fisco prevê reembolsos em apenas 11 dias para os contribuintes abrangidos pelo IRS automático.

Para os restantes casos, se preencher o IRS no Portal das Finanças, antes de entregar a declaração, pode gravar a mesma e selecionar “validar” para consultar eventuais erros. Se a declaração não apresentar erros, pode clicar em “simular” para saber qual o montante que terá a receber de IRS (ou a pagar).

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].