Publicidade:

Sony Xperia XZ2: um novo design e uma câmara surpreendente

O Sony Xperia XZ2 é o novo cartão de visita da Sony na tentativa de recuperar um bom lugar no mercado da tecnológica móvel. Conheça melhor este smartphone.

Sony Xperia XZ2: um novo design e uma câmara surpreendente
O Sony Xperia XZ2 é a mais recente tentativa da Sony de ganhar terreno

O Sony Xperia XZ2 foi apresentado durante o World Mobile Congress 2018, em fevereiro. A Sony não tem sido feliz no acompanhamento das últimas tendências de design e inovação tecnológica nos smartphones, mas este gadget pode finalmente marcar uma revolução nesse aspeto.

Ao fim de alguns anos sem grandes novidades, a marca lançou um telemóvel com um design novo, sendo o dispositivo inovador também por dentro. Resta saber se esta viragem é o suficiente para relançar a Sony no mercado e recuperar o atraso.

Sony Xperia XZ2: uma boa tentativa de relançar a linha Xperia


Sony Xperia XZ2Fonte da imagem: Sony

O Sony Xperia XZ2 é a lufada de ar fresco de que a Sony precisava para tentar acompanhar o ritmo que tem perdido no que toca à inovação e evolução dos seus smartphones. Este dispositivo tem um design renovado, carregamento sem fios e uma tecnologia de ecrã melhorada.

As alterações no design deste telemóvel são as mais contundentes, visto que a marca ficou muito tempo presa a um design aborrecido e pesado. A nova linguagem de design chama-se “Ambient Flow” e consiste num design com linhas curvas e bordas menos afiadas e retangulares (que caracterizava os modelos anteriores). Com molduras de ecrã bem mais reduzidas, este produto está equipado com proteção Gorilla Glass 5.

O sistema de vibração dinâmica é um dos destaques deste dispositivo. É algo que a Apple já utiliza no iPhone, que consiste na capacidade de vibração dinâmica dos telemóveis em função das diferentes coisas que aparecem no ecrã. A Sony pegou nesta ideia e desenvolveu-a, aplicando-a música, jogos e filmes.

A câmara é outro trunfo deste gadget. Com 19 MP, o Sony Xperia XZ2 é o primeiro smartphone no mercado a filmar em 4K HDR, o que é simplesmente surpreendente para um telemóvel.

A performance também não deixa a desejar: disponível em duas versões (uma com 4 e outra com 6 GB de RAM), este dispositivo é potenciado por um poderoso processador Qualcomm MSM8998 Snapdragon 845.

Veredicto

Apesar de o lançamento deste smartphone revelar um grande esforço da Sony em acompanhar as tendências tecnológicas, é frustrante que este modelo não tenha saído mais cedo.

O equipamento tem tudo o que se pretende: um design atrativo (que ainda não está bem bem de acordo com as últimas tendências), um ecrã com melhorias user-friendly, um inovador sistema de vibração dinâmica, carregamento sem fios e captura de vídeos em 4K HDR.

Mas isto não é suficiente para pôr este produto ao nível do iPhone X e do Galaxy S9, sobretudo porque não são características que puxem pela maioria dos utilizadores. Ainda há aspetos que a Sony tem de rever, se quer acompanhar o ritmo da concorrência.

O Sony Xperia XZ2 chegar às prateleiras europeias em abril de 2018, custando cerca de 800€.

Especificações técnicas
 Dimensões 153 x 72 x 11.1 mm
 Peso  198 g
 Material  Parte frontal em vidro, moldura de alumínio
 SIM  Single SIM ou dual SIM híbrido (Nano-SIM)
 Ecrã  IPS LCD de 5.7 polegadas, resolução 1080 x 2160 p, aspeto 18:9, proteção Corning Gorilla Glass 5
 Sistema operativo  Android 8.0 (Oreo)
 CPU  Qualcomm MSM8998 Snapdragon 845, octa-core (4×2.7 GHz Kryo 385 Gold & 4×1.7 GHz Kryo 385 Silver)
 GPU  Adreno 630
 ROM  64 GB (expansível até 400 GB via microSD)
 RAM  4 ou 6 GB
Câmara principal  19 MP, deteção facial e de sorriso, panorama, HDR; vídeo 4K HDR, [email protected], [email protected]/60fps, [email protected]
Câmara secundária  5 MP, 1080p
Conectividade  WLAN, Bluetooth, GPS, NFC, USB
Bateria  Não amovível de 3180 mAh
Cores  Preto, dourado, verde e cor-de-rosa
Preço Cerca de 800€

 

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.