Publicidade:

Conheça 6 SUV de que nunca ouviu falar

Desde SUV’s antigos a outros mais recentes, maioritariamente destinados a mercados internacionais, estes são os 6 SUV's de que nunca ouviu falar.

Conheça 6 SUV de que nunca ouviu falar
Descubra 6 SUV’s, desconhecidos para si

Percorra a nossa lista dos 6 SUV´s de que nunca ouviu falar e confira se, efetivamente, são modelos que lhe passaram despercebidos.

O conceito de SUV não é – numa interpretação básica – uma novidade deste século. Na verdade, as suas raízes remetem ao Jeep Willys MB produzido e utilizado durante a Segunda Guerra Mundial. Ainda que o habitat natural do segmento de jipes tenha um propósito diferente na sua aplicabilidade, foi através das polivalências de locomoção e sentido prático/liberal deste segmento que surgiram os modelos SUV (Sport Utility Vehicle), de forma a conjugar todas as questões de utilização diária num automóvel e a assumir uma linguagem de estilo mais familiar e menos todo-terreno.

O marketing teve, igualmente, o seu papel contributivo, acabando por canalizar a origem deste segmento que, aproximadamente, ganhou força a partir da década de 90. Os SUV’ s começaram a formalizar uma tendência há cerca de 20 anos, apesar de muita gente ainda considerar este fenómeno relativamente recente.

Em alguns casos, o insucesso do volume de vendas de determinados SUV’s fez com que eles caíssem no esquecimento e, em certos casos, nunca fossem lembrados pela comunidade automóvel. Apresentamos-lhe, de seguida, uma lista de 6 SUV´s de que, provavelmente, nunca ouviu falar.

6 SUV´s de que nunca ouviu falar e o vão surpreender


1. Iveco Massif

O Iveco Massif foi lançado em 2007 e produzido apenas até 2011. Com um período de produção tão curto, é compreensível que se tenha tornado num dos SUV´s de que nunca ouviu falar.

Este SUV surgiu fruto da parceria entre a Iveco S.P.A. e a Santana Motor e é uma versão renovada do modelo Santana PS-10, um jipe de porte médio e de caráter rústico que derivou, por sua vez, dos Land Rover Series. Contudo, o Massif viu a sua produção ser terminada, após os seus baixos volumes de vendas.

 

2. Kia Borrego

O modelo Kia Borrego foi lançado em 2008 nos Estados Unidos da América. Contudo, com a economia a colapsar no ano anterior à sua apresentação, o mercado para os SUV’s e para as carrinhas encurtou, o que levou a escassas vendas do modelo Borrego entre 2008 e 2009.

O Kia Borrego acabou, silenciosamente, por desaparecer do mercado, sendo descontinuado e esquecido, sem que a Kia apresentasse alguma justificação pública sobre a sua decisão.

Acredita-se que o baixo volume de vendas nos anos de 2008 e 2009 tenha resultado negativamente, devido ao impacto da recessão económica sentida nos Estados Unidos da América, época em que, igualmente, o mercado dos combustíveis tinha atingido, em muitos estados, um valor consideravelmente elevado.

Além das justificações baseadas na economia do país onde fora lançado, não podem ser esquecidas algumas falhas graves no Kia Borrego. Entre elas, a estética do seu design exterior e interior, mas principalmente o desconforto nas viagens, sendo este um requisito por excelência que cada SUV deve garantir por defeito.

 

3. SsangYong Tivoli

O SsangYong Tivoli é outro exemplo pertencente à lista de SUV´s de que nunca ouviu falar. Na verdade, a própria marca SsangYong Motor Company acaba por ser, para uns esquecida e, para outros, desconhecida. Em Portugal, não há nenhum representante da fabricante sul-coreana.

Lançado na Coreia do Sul em 2015, o Tivoli, cujo nome foi escolhido por poder ler-se, ao contrário, “I love it”, surgiu como uma tentativa de diferenciação da marca, em afirmar-se na produção de SUV’s, e de “combate” aos SUV’s compactos. A partir desta época, a SsangYong começou a investir meramente no fabrico de SUV’s e carrinhas pick up.

Embora o SUV SsangYong Tivoli viesse equipado com motor 1.6 e 128 cv de potência, assim como algumas caraterísticas tecnológicas abonáveis na atualidade automóvel, não foi suficiente para convencer as exigências do público, o que fez deste um modelo esquecido.

Como a SsangYong Motor Company nunca fora vista como uma marca visionária, credível e com peso a nível de design automóvel, o lançamento deste SUV compacto para o mercado não foi encarado, nem conotado, com o sucesso que a marca esperava.

 

4. Ford Edge 

A Ford apostou no desenvolvimento de um SUV, denominado de Edge, que pudesse chegar ao mercado e fazer frente aos rivais bem impostos no mercado europeu, como por exemplo o Range Rover Evoque, o BMW X3 e o Audi Q5.

Equipado com um motor V6 3.5 Duratec com 285 cv de potência, este Ford Edge incorpora caraterísticas que, por si só, seriam suficientes para fazer deste um SUV bem-sucedido nas demandas do público-alvo. Porém, são as estatísticas e o grau de popularidade que falam mais alto e, por esse motivo, incorpora a lista dos SUV´s de que nunca ouviu falar.

 

5. Honda Passport

O Honda Passport surgiu em 1993 e foi o primeiro SUV da Honda, disponibilizado para o mercado americano. A sua produção era feita pela Isuzu Motors, que se inspirava no seu modelo Rodeo. Em 1997, surgiu a segunda geração do modelo, com um motor v6 e 205 cv de potência.

Este SUV é mais um dos que provavelmente nunca ouviu falar e o motivo é simples: em 2010, a Administração Nacional de Segurança Ferroviária dos Estados Unidos da América (NHTSA) emitiu uma revogação sobre o Honda Passport, o que condicionou as suas vendas.

 

6. Nissan Murano

A Nissan conseguiu lançar excelentes SUV’s no mercado, principalmente no português, sendo o modelo Qashqai uma referência no seu segmento, assim como um recordista de vendas. Contudo, o modelo Murano, concebido especialmente para o mercado norte-americano e lançado em 2003, ficou aquém das expectativas. Poucos serão os que se lembram sequer da sua existência.

Com um motor 3.5 V6 e 231 cv de potência e uma bagageira que oferece 480 litros de capacidade, este SUV que respirava alguma personalidade, acabou por não conquistar muitos adeptos. Porém, a mais recente terceira geração do modelo tem obtido sucesso na Argentina.

 

Veja também: