Publicidade:

Trabalho como freelancer: 16 dicas para o sucesso

São cada vez mais as pessoas que tomam a decisão de deixar os empregos comuns e começar um trabalho como freelancer. Apetece-lhe? Este artigo é para si.

Trabalho como freelancer: 16 dicas para o sucesso
Saiba como ser bem-sucedido

Muitas pessoas escolhem ser freelancer pela liberdade e flexibilidade que este tipo de trabalho representa. Embora possa parecer fácil, como com a maioria das coisas na vida, existem riscos e recompensas. O trabalho como freelancer implica que seja o seu próprio patrão e isso envolve várias tarefas rotineiras que exigem a sua maior atenção para que corra tudo bem. Para o ajudar a ser bem-sucedido, selecionamos algumas dicas que poderá usar para aprimorar as suas competências e processo de trabalho.

Quais as vantagens do trabalho freelancer?


Esta modalidade de trabalho pode não ser a ideal para muitos, mas outros haverá que a consideram perfeita. Na realidade, são vários os profissionais que se sentem realizados a trabalhar como freelancers. Para estes, entre as vantagens que o trabalho como freelancer oferece está o facto de ter uma grande flexibilidade de horários ou poder, inclusivamente, decidir qual o seu local de trabalho.
A relação estabelecida, entre o freelancer e a empresa (ou pessoa) que contrata os serviços, pode ser equiparada a uma relação comercial, em que o freelancer é o prestador e o contratante é o cliente. Aqui, cabe ao freelancer estabelecer os contactos diretamente com os seus clientes e acompanhar a evolução do trabalho.

16 dicas para ser bem-sucedido no trabalho como freelancer


freelancer

1. Use um contrato em todos os projetos

Um contrato de prestação de serviços é importantíssimo para proteger seus direitos. Assinar um contrato com o cliente é um gesto de boa fé entre as partes, demonstra que ambos querem fazer o trabalho da melhor forma possível e que conhecem seus deveres e obrigações.

O contrato deve ser um acordo comum que inclua alguns termos básicos, mas importantes, como os seguintes:

  • o trabalho que produz é original e não plagiado;
  • as informações do cliente permanecem confidenciais;
  • os termos de pagamentos: quanto e quando será pago;
  • assim que o trabalho esteja concluído e aceite pelo cliente, ele terá a total responsabilidade por quaisquer outros processos em que o trabalho seja utilizado;
  • quais as situações previstas para exercer o direito de rescindir o contrato e as implicações para ambas as partes.

2. Receba sempre um adiantamento

Um dos maiores problemas sobre o trabalho como freelancer é não ser pago a tempo ou ficar preso pelo cliente. Por isso, exija sempre um adiantamento.

3. Atualize as suas competências

Seja num emprego comum ou trabalhar por conta própria, as exigências do mercado de trabalho estão em constante mudança e se as competências necessárias mudam, as suas competências e conhecimentos também têm que ser atualizadas para se manter no topo.

freelancer

4. Cuide da sua presença nas redes sociais

Sempre que se candidatar a um trabalho, o seu cliente vai procurar informações no Facebook, Instagram, LinkedIn ou qualquer outra presença sua online. Mantenha os seus perfis atualizados.

5. Responda rapidamente

A capacidade de resposta é um dos fatores mais importantes para os clientes e esta começa ainda na fase do pedido de orçamento. Demonstra que está preocupado e que se importa com o sucesso deles.

6. Cultive a sua rede de contactos

Para ser bem-sucedido no trabalho como freelancer é importante ter uma boa estratégia de networking para uma carreira de sucesso. Mas lembre-se não basta juntar contactos, é preciso mantê-los “vivos” para que, quem sabe, através deles consiga encontrar novos trabalhos.

7. Defina limites

Seja transparente com os seu clientes, explique como funciona o seu processo de trabalho e “eduque gentilmente” de forma a conseguir que respeitem os seus horários de trabalho. Mas, no entanto, não perca também o limite: seja disponível, ou pode perder o trabalho.

8. Não se isole

O trabalho como freelancer pode implicar ficar todo o dia em casa, isolado e em frente ao computador. Isto pode prejudicar a sua produtividade e até a sua lucidez profissional, mantenha pontos de interação com reuniões, almoços ou ligue-se a colegas e amigos através de aplicações de conversação online.

freelancer

9. Defina a sua área de trabalho

A crise económica veio, de certa forma, favorecer esta modalidade de emprego. São muitas as empresas que preferem contratar serviços a profissionais externos. Por isso esteja atento, registe-se numa (ou várias) plataforma(s) de trabalho como freelancer. Construa bons perfis e defina as suas competências profissionais para que possa ter acesso a várias ofertas na sua área profissional.

10. Deixe a sua marca no mercado

Freelancer ou não, este é um dos preceitos mais básicos do mercado de trabalho. Para ser bem-sucedido deve diferenciar-se dos restantes candidatos ou profissionais. Por isso, construa um nome no mercado, torne-se uma referência na sua área enquanto freelancer e vai ver que vão “chover” ofertas para si.

11. Seja organizado

Apesar de toda a flexibilidade que o trabalho como freelancer lhe possa conferir, é impotente que seja organizado nos seus trabalhos. Desengane-se se acha que ser freelancer é a liberdade total, porque não é. Pode não ter que cumprir um horário das 9h às 18h, mas tem que cumprir prazos – e os prazos são fundamentais nesta modalidade.

Lembre-se: a coordenação e o sucesso do seu trabalho depende apenas de si, por isso seja um bom líder.

12. Mantenha uma boa relação com os seus clientes

Se quer ver o seu trabalho como freelancer reconhecido é importante que mantenha uma boa relação com os seus clientes. A palavra-chave aqui: confiança! Sem confiança nada feito. Deve ter sempre em consideração que está a trabalhar para e com os seus clientes. O “passa palavra” pode ser fundamental para que receba contactos de novos clientes. Um bom feedback de um cliente hoje pode ser o motivo de novos trabalhos amanhã.

13. Esteja disponível

Seja por telefone, Skype ou email, tente manter-se sempre contactável. Os trabalhos como freelancer desaparecem com a mesma rapidez com que aparecem. Garanta que está sempre pronto para agarrar as ofertas quando elas aparecem.

14. Horários? Sim, alargados e flexíveis

Este é um dos pressupostos do trabalho como freelancer – a ausência de horários. Evite definir horários fixos ou períodos durante os quais está disponível para falar com atuais ou potenciais clientes. Obviamente pode determinar horários de forma a poder organizar o seu trabalho, mas não crie um horário laboral. Lembre-se do ponto anterior. É importante que esteja disponível. Se não estiver, outro freelancer estará.

15. Mantenha-se atualizado

Pode ser freelancer, mas não deixa de ser um profissional. Por isso, mantenha-se atualizado. Leia artigos relacionados com a sua atividade profissional, esteja a par das últimas tendências, faça formações. O mercado de trabalho é competitivo. Para quem trabalha como freelancer pode ser ainda pior, já que está por sua conta e risco. Como tal, faça tudo o que está ao seu alcance para se diferenciar e ser bem-sucedido.

16. Crie um espaço de trabalho

Para ter sucesso como freelancer é determinante definir um espaço para trabalhar. Se optar por trabalhar em casa, tenha cuidado com as distracções. Crie um escritório ou delimite uma parte da sala como tal e defina regras. Não misture vida pessoal com profissional. Recorrer a um espaço de coworking é, por vezes, uma boa solução.

Mãos à obra!

Trabalhar como freelancer não são “favas contadas”. É necessária dedicação e trabalho. Mas mais que isso, é necessário que tenha mente aberta e esteja disposto a aceitar novos desafios. Mas, cuidado: ao decidir tornar-se freelancer, pense nos seus objetivos enquanto profissional e se tem ou não capacidade para dar resposta aos desafios a que se está a propor. Não se esqueça do que referimos antes: a confiança é fundamental para ser bem-sucedido e ela consegue-se não só pelos bons resultados, mas também pelo cumprimento dos compromissos assumidos.

Veja também: