Publicidade:

Usar chupeta: sim ou não?

Usar chupeta: sim ou não? A chupeta é quase como que um grande amigo do seu bebé, ajudando-o a adormecer e a relaxar. Mas também tem desvantagens.

Usar chupeta: sim ou não?
O seu bebé não larga a chupeta?

Usar chupeta é um hábito mais do que estabelecido na nossa sociedade e tem por objetivo acalmar e confortar a criança. A sucção da chupeta tem uma função de autocontrolo, conforto e de sossego na criança, possibilitando-lhe enfrentar as exigências do mundo com sucesso.

Mas este hábito não está isento de controvérsia e se há quem defenda a sua utilização, também há quem lhe aponte muitas contraindicações. Vamos tentar conhecer e compreender as principais vantagens e desvantagens de usar chupeta.

Vantagens de usar chupeta


a) Efeito preventivo na síndrome de morte súbita do bebé

Vários estudos têm vindo a confirmar esta grande vantagem do uso da chupeta: proteger contra a síndrome de morte súbita. Estes autores defendem que incentivando o uso da chupeta, é provável que uma morte por síndrome de morte súbita possa ser evitada num grande número de crianças.

Assim, apesar de não se conseguir explicar muito bem o motivo, parece que os bebés que usam chupeta têm uma menor probabilidade de sofrer esta síndrome.

b) Efeito calmante

O uso da chupeta tem um notório efeito calmante nos bebés. O prazer da sucção deixa-os mais tranquilos e serenos. Este efeito estende-se aos pais, que quando vêm os seus bebés mais apaziguados também ficam menos ansiosos.

c) Ajuda a aliviar a dor

O ato de sucção promove a libertação de substâncias como a serotonina, que modificam a perceção da dor.

usar chupeta ajuda a acalmar e a tirar a dor

Desvantagens de usar chupeta


a) Influência na amamentação

Alguns autores defendem que ao usar chupeta ou biberão, os bebés aprendem técnicas de sucção inadequadas e usam métodos diferentes comparativamente ao mamilo. Defendem que a tetina da chupeta pode confundir o bebé pela semelhança com o mamilo, dificultando a adaptação à mama.

No entanto, inúmeros estudos não têm encontrado qualquer relação entre o uso da chupeta e a duração da amamentação exclusiva ao peito. De qualquer forma, algumas sociedades científicas recomendam que não se introduza a chupeta logo nos primeiros dias de vida ou até a amamentação estar bem estabelecida.

b) Influência na saúde oral

O uso de chupeta tem vindo a ser associado a alterações no desenvolvimento dentário. Para combater esta desvantagem, os pais podem optar pelas chupetas ortodônticas ou anatómicas, que parecem deformar menos os dentes.

c) Maior probabilidade de desenvolver otite média aguda

Usar chupeta parece ser um dos fatores de risco responsáveis pelo surgimento desta infeção comum em idade pediátrica. A sucção aumenta o refluxo de secreções nasofaringeas para o ouvido médio, facilitando o processo infecioso.

usar chupeta aumenta a probabilidade de desenvolver otite média aguda

Em suma

A chupeta tem sido usada pelas crianças como objeto calmante desde que temos memória. O debate acerca dos seus benefícios e contraindicações mantém-se e os pais recebem constantemente conselhos e indicações contraditórios e confusos.

Ninguém conhece melhor o seu bebé do que os seus pais e ninguém lhes quer tão bem. Informe-se das vantagens e desvantagens do uso da chupeta, aconselhe-se com o pediatra que acompanha o seu filho e opte pelo melhor para a sua família.

Veja também:

Ana Graça Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Além da Psicologia. é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que traga mais felicidade!