Publicidade:

Verificar o líquido dos travões: como, quando e porquê

Ter os travões a funcionar na perfeição é crucial não só para a sua segurança, mas também para a dos outros. Saiba como verificar o líquido dos travões.

Verificar o líquido dos travões: como, quando e porquê
Os diferentes tipos de líquidos e como funciona o sistema de travagem

A segurança da condução e a saúde do veículo estão dependentes de uma série de verificações periódicas que se devem fazer. Dentro delas, saber quando e como verificar o líquido dos travões é, talvez, uma das mais importantes.

O sistema parece muito simples: um pedal, as pinças, pastilhas e um disco ou tambor, dependendo do sistema. Mas lá pelo meio há o líquido dos travões, que, apesar de parecer ter pouca importância, é um componente vital na transmissão de informação.

Deve mudar o líquido quando se acende a luz do sistema de travagem. Esse é o principal indicador de que é preciso verificar o líquido dos travões, até porque pode tratar-se de uma fuga.

Acerca do líquido dos travões

Tal como nos óleos do motor, os líquidos dos travões têm várias tipologias – os DOT -, logo deve utilizar o mais indicado para o seu automóvel. Os líquidos estão escalonados tendo em conta a sua resistência à temperatura, isto é, tendo em conta a temperatura em que entram em ebulição – quanto maior a temperatura do ponto de ebulição melhor é o líquido. Com o tempo, apesar de este ser um circuito fechado, a humidade pode afetá-lo, reduzindo a resistência à temperatura.

Independentemente das marcas de líquido dos travões e das marcas de automóveis, o mais utilizado atualmente é o DOT 4, que está numa gama média. Há também os DOT 5, com uma temperatura de ebulição superior, contudo têm preços mais elevados. Por outro lado há os DOT 3, que são os que têm a pior prestação.

tabela DOT

Verificar o líquido dos travões: como?

ALT travoes

Ao aperceber-se que é preciso verificar o líquido dos travões, precisa de alguns materiais: um funil (pequeno), panos velhos, para evitar sujar-se, e um balde. Para fazer a verificação do nível do líquido dos travões e fazer a eventual troca, deve garantir que o motor está frio e deve retirar a chave da ignição. Além disso, certifique-se que tem o automóvel estacionado num local espaçoso, bem iluminado e sem inclinações, para conseguir medir o nível de forma precisa.

Tal como noutros trabalhos de mecânica, mantenha o local de trabalho organizado. Isto facilitará não só o trabalho, como também a limpeza no final. Abra o capot do carro e preste especial atenção ao verificar a parte traseira do motor. Na grande maioria dos carros, o reservatório do líquido dos travões está bem identificado, com uma etiqueta na tampa.

Use os panos velhos para limpar a tampa, caso encontre sujidade. Deverá ser capaz de ver o líquido através da mesma. Se não tiver a certeza de onde está a reservatório, a cor amarela ou a vermelha são as que normalmente identificam o recipiente. Ao verificar o líquido, se o nível estiver abaixo da marca média do depósito, significa que é necessário mais. Use o funil para adicionar mais líquido. Certifique-se que está a usar líquido dos travões apropriado para o seu automóvel.

Trocar o líquido

verificar-liquido-dos-travoes

O líquido dos travões deve ser trocado a cada dois anos, em média. É muito importante que faça esta inspeção periodicamente, para impedir que o fluido dos travões envelheça e que surja humidade dentro do reservatório. Pode estar a arriscar o sistema de travagem (perde eficácia) e colocar a segurança da condução em risco.

É aconselhável que a troca do líquido seja feita numa oficina, por um mecânico especializado. Deve usar sempre o mesmo tipo de líquido, da mesma marca e cor. Líquidos de boa qualidade significam maior longevidade na sua utilização.

Caso esteja a verificar o nível ou até a efetuar a troca, não se esqueça de fechar muito bem o reservatório do líquido e de limpar a tampa, de forma a evitar fugas de óleo e que entrem sedimentos. É sempre aconselhável também fazer um pequeno teste de condução, para garantir que está tudo a funcionar corretamente.

Veja também: