Publicidade:

Viagens de uma vida: os destinos com que sempre sonhou

Conhecer novos locais, culturas e formas de vida é algo que todos devemos fazer e que nos enriquecem a vários níveis. Descubra as viagens de uma vida.

Viagens de uma vida: os destinos com que sempre sonhou
Destinos perfeitos para a maior aventura da sua vida

Escolha o seu destino preferido desta lista de viagens de uma vida e sinta aquela transformação interna de que tantos falam e que nunca percebeu. Só vivenciando determinadas experiências, conseguimos mudar muito da nossa forma de ser, estar, pensar e mudar o chip mental para ser mais positivo, tolerante, paciente e agradecido pelo que temos e conquistamos.

Por isso, gastar uma parte considerável do seu dinheiro numa destas viagens de uma vida não é, de todo, um desperdício. É antes um investimento que irá valorizar.

14 viagens de uma vida


Parta connosco nesta ronda de viagens de uma vida para se deslumbrar com tantas experiências incríveis que esperam por si.

1. Ver as luzes do Norte

aurora boreal

Fonte: Max Pixel

Ver a aurora boreal pode ser algo bastante comum, mas há uma maneira de viver esta experiência e torná-la completamente única: assistir através de um iglu de vidro enfiado na neve no Kakslauttanen Arctic Resort, na Finlândia. Pode reservar um iglu clássico ou uma cabana de madeira com um iglu anexo e o melhor período para fazê-lo é de setembro a abril.

2. Viver o “hygge” em Copenhaga

copenhaga

Fonte: Max Pixel

Os dinamarqueses são um povo impressionantemente otimista. A Dinamarca é um país que passa por longos e escuros invernos, com poucas horas de sol durante o dia, algo que, para muitos, seria um motivo mais que suficiente para se sentir deprimido. Todavia, algo muito diferente se passa por lá. Os dinamarqueses criam luz, calor e conforto, e chamam-no de “hygge”, que pode ser experimentado de várias formas, desde beber um copo de vinho com amigos, um jantar à luz de velas, ler um bom livro, assistir a um filme em boa companhia…

Pequenas coisas, mas que têm muito significado. Pode encontrá-lo em restaurantes como Høst, Amass ou Baest, ou caminhando pelas ruas da cidade com prédios coloridos e lojas pitorescas.

3. Comer a melhor pizza do mundo em Nápoles

pizza

Fonte: Max Pixel

Poucos contestam que Nápoles, na Itália, é o berço da pizza. Diz a lenda que, inspirada pelas cores da bandeira italiana, um cozinheiro chamado Raffaele Esposito fez uma “Pizza Margherita”, para homenagear a rainha italiana Margherita de Savoy em 1889. E assim nasceu o local que todas as pessoas que adoram pizza devem visitar, para viver uma experiência gastronómica incomparável.

4. Apreciar a paisagem requintada do Grand Canyon

grand canyon

Fonte: Max Pixel

Um dos mais populares destinos de férias familiares nos Estados Unidos, com cerca de 6 milhões de visitantes por ano, que vêm para se deliciar com as paisagens sobrenaturais rochosas no norte do Arizona. Caminhe, admire e fotografe o dia desde o nascer do sol deslumbrante até ao pôr do sol de tirar o fôlego. Sem dúvida, uma das mais inesquecíveis viagens de uma vida.

5. Conhecer a natureza nas Ilhas Galápagos

galápagos

Fonte: Max Pixel

Nadar com pinguins, ouvir o adorável som das focas enquanto brincam ou tirar fotos de tartarugas gigantes que vivem nas ilhas mágicas na costa do Equador. Só visitando o local perceberá por que motivo Darwin se sentiu tão inspirado pelo arquipélago vulcânico, onde as iguanas do mar e os tubarões de ponta branca nadam nas águas cristalinas da região.

6. Beber chá masala genuíno

taj mahal

Fonte: Max Pixel

E que melhor local para o fazer? Em frente ao Taj Mahal, na Índia. Uma chávena autêntica do chá picante e leitoso só por si quase que vale a pena a viagem. Ainda por cima pode combinar com uma excursão a uma das obras de arquitetura mais impressionantes do mundo. Localizado no famoso Triângulo Dourado da Índia, o monumento branco e o mausoléu são encontrados na cidade de Agra, facilmente acedida de comboio e a melhor altura para o fazer é de novembro a fevereiro.

7. Andar de balão de ar quente na Capadócia

capadócia

Fonte: Visual Hunt / Jose Javier Martin Espartosa

A Capadócia localiza-se na Turquia e é o lar de formações geográficas coloridas, vastos sistemas de cavernas e cidades subterrâneas. É uma experiência de rara beleza pode ver tudo isto de cima, bem lá no alto, como se toda esta beleza se rendesse a nós. Além disso, a aventura na Capadócia só fica completa se passar a noite numa caverna, das chamadas “chaminés das fadas”, que são esculpidas em formações rochosas criadas há milhões de anos. Qualquer pessoa ficará admirada com a beleza da paisagem.

8. Parar em plena Times Square durante uns minutos

times square

Fonte: Max Pixel

É uma das praças mais conhecidas em todo o mundo e que facilmente nos irá absorver pela sua beleza. Por isso, quando estiver em Nova Iorque, fique uns minutos simplesmente a contemplar a impressionante Times Square.

Faça-o, preferencialmente, à noite, altura em que pode ver os outdoors iluminados, placas de néon e gigantescas telas de vídeo para um instantâneo icónico e uma experiência urbana surreal, diferente de qualquer outra.

9. Fazer um cruzeiro ao pôr do sol na costa Na Pali no Havaí

havai

Fonte: Visual Hunt

Conhecida por exuberante paisagem tropical, semelhante a um cartão postal, Kauai é a ilha mais antiga do Havaí, também conhecida como a Garden Isle. Para ver os majestosos penhascos tão altos, ao longo da Costa Na Pali, é melhor ir de barco e assim pode navegar pelas águas azuis profundas e observar o sol a despedir-se de mais um dia, num local que serviu de cenário de filmes como “Piratas das Caraíbas: Sobre Marés Inesperadas” e “Mundo Jurássico”.

10. Jantar com vista para a Torre Eiffel à noite

torre eiffel

Fonte: Max Pixel

É um total cliché, bem sabemos, mas, confesse, é algo que quer mesmo muito fazer, verdade? É um dos monumentos mais famosos e bonitos do mundo, principalmente à noite quando fica todo iluminado com as luzes douradas que lhe conferem uma magia especial. O restaurante Les Ombres, localizado no terraço do Musée du Quai Branly, tem uma das melhores vistas para a torre e opções gastronómicas do melhor que a culinária francesa tem para oferecer.

11. Aventurar-se por um safari na Tanzânia

tanzânia

Fonte: Visual Hunt / Hoppy1951

A zona protegida de Ngorongoro é cercada por vários hectares de árvores que conferem um aspeto muito bonito à região, mas a joia da coroa é uma cratera vulcânica de quase 2 mil metros de profundidade, situada no meio das planícies e que inclui todos os ecossistemas da África Oriental: florestas, lagos e muita vida selvagem.

12. Fazer snorkeling em Belize

belize

Fonte: Max Pixel

A maioria das pessoas pensa na Austrália quando ouve falar em barreira de corais, mas os mergulhadores mais experientes pensam em Belize, que abriga a segunda maior barreira do mundo. Poderá ver de perto os peixes coloridos, corais e criaturas do mar ao largo da costa da maior ilha do país, Ambergris Caye, na Reserva Marinha de Hol Chan.

13. Visitar a antiga cidade de Petra

petra

Fonte: Visual Hunt / Colin Tsoi

Esta antiga cidade em tons quentes, no sul da Jordânia, é património mundial da UNESCO que acolhe milhares de turistas a cada ano. Mas tinha de fazer parte da lista de viagens de uma vida. Encontra-se semiescondida na paisagem soprada pelo vento na parte sul do país, o que torna a descoberta do espaço ainda mais atraente. Pode-se lembrar do local das cenas em “Indiana Jones e a Última Cruzada”.

Os 400 quilómetros quadrados de deserto que compõem o Sítio Arqueológico de Petra estão repletos de monumentos deslumbrantes, incluindo um anfiteatro de estilo romano, cavernas e uma enorme estrutura com colunas chamada Mosteiro, que fica no topo de uma montanha.

14. Explorar o jovem Butão

bhutan

Embora tenha sido aberto a estrangeiros em 1974, o Butão, com suas paisagens intactas e templos budistas bem preservados, apenas começou a ser visto como um destino turístico há cerca de dez anos. Alguns dos pontos mais interessantes e espetaculares do país são o Mosteiro de Takstang e o Tiger’s Nest, construído em redor de uma caverna onde o guru indiano Rinpoche meditou no século VIII.

Não espere mais, parte numa destas viagens de uma vida!

Veja também: