Publicidade:

8 ideias para viagens low cost no inverno

São cada vez mais os destinos europeus à distância de um voo económico. Veja aqui quais as sugestões que temos para si de viagens low cost no inverno.

8 ideias para viagens low cost no inverno
Conheça 8 destinos low cost para os dias de inverno

Semana sim, semana sim, são várias as companhias aéreas com promoções generosas. Um voo para Londres ou para Paris por menos de 15€ parece mentira, mas não o é. O truque é estar atento às páginas das companhias low cost a operar em Portugal e aproveitar os preços com desconto para uma escapadinha feliz. Aqui, deixamos-lhe 8 ideias para viagens low cost no inverno – 8 destinos do Velho Continente para riscar da sua lista de cidades a visitar.

Espreite os websites de companhias como a Ryanair e a Easyjet e faça as malas para embarcar nestas magníficas viagens low cost no inverno.

8 viagens low cost no inverno: destinos na Europa


1. Paris

paris

Paris, a cidade das luzes, é um dos destinos mais populares da Europa e não é por acaso. A capital francesa alberga um património artístico, histórico e cultural ímpar, estando repleta de museus fascinantes e monumentos históricos impressionantes. Perca-se pelas avenidas largas da cidade e pelas margens do Sena, em busca dos afamados marcos parisienses, como o Arco do Triunfo, os Champs-Elysées, a Catedral de Notre Dame e o Museu do Louvre, onde habita a Mona Lisa de Da Vinci. Espreite ainda o Quartier Latin e pare num pequeno café ou bistrot para observar, sem pressa, a vida vibrante da cidade e de quem nela vive.

2. Luxemburgo

luxemburgo

A cidade do Luxemburgo, capital do pequeno país homónimo, aninhado no coração da Europa Central, é um destino cosmopolita e vibrante que facilmente deslumbra quem a visita. Perca-se pela parte mais antiga da cidade, que data do século X e que foi declarada Património Cultural da Humanidade em 1994 pela UNESCO. Espreite ainda o Palácio Grão-Ducal, construído em estilo renascentista espanhol no século XVI, e a Catedral de Notre Dame, na qual, durante a Revolução Francesa, foi colocada uma estátua de Nossa Senhora, padroeira da cidade e do país.

3. Bruxelas

bruxelas

Majestosos palácios, jardins verdejantes, museus com história, igrejas imensas e tentadores restaurantes fazem de Bruxelas, a capital da Bélgica, um dos melhores destinos europeus, ideal para uma viagem low cost no inverno. Faça-se à Praça Principal, onde jazem edifícios do século XVII que ilustram na perfeição a energia da cidade, enquanto centro político, comercial e cultural nesse período, e visite a Igreja de Notre Dame du Sablon, um dos mais fantásticos exemplos da arquitetura gótica de Brabante, na Bélgica. Um outro lugar bonito, a não perder em Bruxelas, é o Parque do Cinquentenário, um parque público urbano no qual se encontram edifícios que foram encomendados pelo governo belga, sob o reinado do rei Leopoldo II, para a Exposição Nacional de 1880, em comemoração do cinquentenário da independência do país.

4. Varsóvia

varsovia

A capital da Polónia é uma cidade verde, onde são várias as residências aristocráticas, as estátuas com história e as igrejas de beleza ímpar. Mergulhe na história do país e de Varsóvia, ao visitar locais como o Memorial do Gueto, o Monumento da Revolta de Varsóvia e o Túmulo do Soldado Desconhecido. Perca-se a pé pela Cidade Antiga, que alberga alguns dos mais famosos pontos da cidade, como a Praça do Castelo, a Coluna do Rei Sigismundo, a Catedral de São João e a Praça do Mercado.

5. Eindhoven

eindhoven

Eindhoven, nos Países Baixos, é uma cidade que se reinventou e começou a atrair turistas da capital holandesa, bem como visitantes de diversos pontos do globo. Faça uma visita ao afamado Museu Philips, localizado num antigo edifício da empresa que aqui nasceu e fez crescer a cidade, onde são exibidas agora peças antigas e curiosas. Também nas imediações da cidade, a marca deixada pela empresa líder em tecnologias da saúde é palpável. Strijp-S – conhecida como “cidade proibida” e onde, na década de 70, chegaram a trabalhar cerca de 10.000 pessoas – é agora o centro cultural e criativo da cidade, onde poderá visitar, no terceiro domingo do mês, o FeelGood Market, vibrante e repleto de peças feitas à mão, deliciosos snacks biológicos, bebidas, workshops e música ao vivo.

6. Marselha

marselha

Capital da região de Provence-Alpes-Côte d’Azur, Marselha surge como uma das viagens low cost no inverno, porque é um dos destinos europeus para o qual há sempre voos a preços modestos. Aqui, passeie pelo Porto Velho da cidade e apanhe um barco até Château d’If, o magnífico castelo construído sobre as rochas, que ficou conhecido pelo romance de Alexandre Dumas, O Conde de Monte Cristo. Para uma vista soberba de Marselha, suba à Notre Dame de la Garde, a belíssima igreja ornamentada com mármore colorido, mosaicos em estilo bizantino e uma estátua da Virgem Maria banhada a ouro, no topo.

7. Bolonha

bolonha

Bolonha, pousada a sul de Veneza no mapa, é uma cidade universitária com história que se afirmou desde cedo como um pólo cultural e económico de Itália. Aqui, os visitantes abrem os olhos de espanto para os edifícios e deixam-se fascinar no interior dos variados museus. Vá até à Piazza Maggiore, a praça central de Bolonha, onde irá encontrar a Basílica di San Petronio, igreja dedicada ao santo padroeiro da cidade, a poucos passos do Museo Civico Archeologico, cujas coleções o farão viajar no tempo. Não perca ainda uma visita ao Archiginnasio, em tempos o principal edifício da Universidade de Bolonha que alberga agora o Teatro Anatómico, e suba às torres inclinadas de Asinelli e Garisenda para uma vista ímpar da cidade.

8. Londres

londres

Hoje em dia, é difícil falar em viagens low cost no inverno – ou em qualquer outra altura do ano – sem mencionar a capital do Reino Unido. Londres é um dos destinos que mais vezes se encontra entre os que constam nas promoções das companhias aéreas. Escolha as datas e perca-se por entre os inúmeros locais emblemáticos de uma cidade que dificilmente o aborrecerá. O Palácio de Buckingham, com o render da Guarda Real; Leicester Square, uma das praças mais agitadas, com teatro, cinema e espetáculos de rua; Trafalgar Square; a Torre de Londres, que hoje alberga os tesouros da Coroa britânica; o London Eye e o Big Ben são só alguns deles. Para uma visita mais cultural e entre paredes, faça-se ao Museu de História Natural ou à National Gallery. Para o oposto – relaxar ao ar livre –, espreite o St. James Park ou o Hyde Park, ambos amplos e repletos de surpresas.

Veja também: