Publicidade:

Visitar a Galiza: o que precisa de saber para uma escapadinha incrível

Visitar a Galiza é ter a certeza que todos encontrarão algo de que gostam. Vamos descobrir bons motivos para fazer uma escapadinha incrível?

Visitar a Galiza: o que precisa de saber para uma escapadinha incrível
Aproveite ao máximo uns dias de férias na Galiza

Optar por visitar a Galiza é muito mais do que apenas usufruir de umas horas bem passadas, pois lá há muito para desfrutar e para todos os gostos.

Esta região autónoma de Espanha tem inúmeras cidades para passear, cheias de histórias e com vida pulsante. Mas também tem rios e praias, espaços verdes, o que a torna num dos locais prediletos para conhecer e aproveitar uns dias de férias.

Visitar a Galiza: onde ir


cabo finisterra

Há tantos locais interessantes para conhecer na Galiza. Elegemos algumas opções imperdíveis e explicamos porquê.

Parque Nacional das Ilhas Atlânticas

Além das ilhas Cíes, que todos os anos atraem milhares de turistas às praias incríveis, o Parque Nacional das Ilhas Atlânticas inclui outros locais paradisíacos: Ons, Sálvora e Cortegada. Em Ons arranje tempo para as misteriosas furnas, que são grutas marinhas esculpidas em granito, que descem, reza a lenda, até ao inferno e nas noites de temporal ouvem-se as vozes dos mortos.

Catedral e Centro Histórico de Santiago

Prepare-se para ficar sem fôlego, pois a Catedral e o Centro Histórico de Santiago são locais com uma magia muito própria. A catedral, que tem mais de 800 anos, conserva-se esplêndida e com renovados atrativos, pronta a receber os caminhantes que lá finalizam o incrível percurso dos caminhos de Santiago. No centro histórico, poderá ver igrejas e conventos de clausura, lojas de ourivesaria típica e com artigos locais, cafés lendários, bons restaurantes e as bonitas praças de Obradoiro, Praterías, Cervantes e Toural.

Muralha Romana de Lugo

A muralha romana que rodeia a cidade de Lugo é única no mundo, porque ainda se conserva inteira. É Património da Humanidade e está envolvida em mistério e beleza. A sua construção foi feita pelos romanos, há mais de 17 séculos, e visava não a proteção da cidade, mas sim do “Bosque Sagrado de Augusto”.

Torre de Hércules

Este é um símbolo da cidade e uma espécie de farol da humanidade, para tempos de incerteza e falta de fé.
Encontra-se na cidade da Corunha e, desde a sua construção, que foi um monumento digno de menção em várias crónicas romanas. Como tal, ainda hoje é o símbolo da cidade, algo que muito orgulha os locais.

Cabo Finisterra

O seu nome deriva do latim “finis terrae”, o fim da terra, por ser considerado pelos romanos como o ponto mais ocidental da terra, o sítio onde o mundo acabava.

É um local de extrema beleza: paisagens agrestes e praias impressionantes, onde é possível testemunhar um por-do-sol de rara beleza, sobre a imensidão do oceano.

O que fazer em Galiza


santiago de compostela
E quando lá chega, o que fazer? Fique atento às nossas sugestões imperdíveis.

Caminho de Santiago

Mais do que uma simples caminhada, o Caminho de Santiago é uma viagem de autodescoberta, uma aventura pessoal e um desafio que eleva o espírito tão mais além, a que muitos se propõem, seja qual for a motivação.

Esta rota milenar é seguida por milhões de peregrinos desde o início do séc. IX, quando foi descoberto o sepulcro do Apóstolo Santiago, o Maior. Desde então, e de uma forma totalmente espontânea, pessoas oriundas de diversas partes do mundo percorrem os caminhos que conduzem à Catedral onde se veneram as relíquias do Santo Apóstolo, dando origem a um fenómeno que se reforça a cada ano.

Bosques da Galiza

Penetrar nos bosques da Galiza é uma das melhores formas de descontrair e esquecer o quotidiano frenético, encontrando a paz da natureza, que tão bem faz a qualquer espírito.

Todavia, é necessária muita atenção enquanto os visita, porque estes bosques, muitos deles impenetráveis, são morada de uma fauna e de uma flora dignas de admiração e espanto, com os seus espessos carvalhais, azinhais, bétulas e castanheiros que esperam a sua visita.

Centros de BTT

De forma a dinamizar a região, foram criados vários centros de BTT, como um novo produto que incentiva o desenvolvimento turístico sustentável e de respeito pelo meio ambiente.

Encontrará vários locais concebidos e preparados para utilizadores de BTT, que se aventuram pelo meio rural e natural através do ciclismo de montanha.

Turismo marítimo

A Galiza possui 1200 quilómetros de costa, cheias de rias, às quais se junta um património cultural intrinsecamente ligado ao fascinante mundo marítimo e pesqueiro e à sua rica gastronomia.

Por que não acompanhar os profissionais do mar num dia de pesca e depois cozinhar as suas próprias capturas? Será uma atividade verdadeiramente inesquecível.

A rota da camélia

O clima húmido da Galiza, com temperaturas suaves e solos férteis e ácidos fazem com que seja o local perfeito para o cultivo da camélia.

Esta flor chegou à região no final do séc. XVIII, proveniente de países bem longínquos como a China e o Japão, tendo sido, inicialmente, cultivadas nos jardins dos paços e das casas senhoriais da nobreza galega. Com o tempo, o seu cultivo foi-se expandindo pelos mai diversos jardins e quintas, colocando a Galiza como uma referência internacional no cultivo e produção desta planta.

O que comer em Galiza


gastronomia galega

A culinária da Galiza tem uma grande tradição e variedade, potenciando vários momentos de convívio. Os petiscos são um elemento caraterístico da gastronomia galega, destacando-se os seguintes pratos:

  • Orelha e focinho de porco, temperados com sal e pimenta;
  • Lombo de porco temperado;
  • Tortilla;
  • Batatas cozidas, usualmente com pimenta ou em “allada”, um molho feito à base de alho;
  • Presunto assado, com molho;
  • Cogumelos temperados e com salsa;
  • Lula e chocos fritos com a sua própria tinta ou guisados com molho;
  • Polvo à galega.

Para refeições mais consistentes, como se estas não fossem suficientes, há também várias e deliciosas opções:

  • Caldo galego, feito com grelo, couve-galega ou repolho, batatas, banha gordura de porco, feijão e chouriço, lacão ou toucinho entremeado;
  • Chouriço com batatas cozidas;
  • Cozido galego;
  • Churrasco;
  • Mariscada – ou não fosse esta uma terra onde abunda o lingueirão, lavagante, lagosta, lagostim, camarão, santola, sapateira, vieiras e ostras;
  • Empanada — pastéis, geralmente recheados de carne ou peixe, feitos com massa de trigo, milho ou centeio;
    Pimentos de Padrón.

E tudo isto bem regado com alguns dos melhores vinhos do mundo, entre os quais se destacam Rías Baixas, O Ribeiro, Ribeira Sacra, Valdeorras e Monterrei.

As 5 melhores praias em Galiza


visitar a galiza

Nesta zona as praias são muitas e incríveis. Deixamos cinco opções que lhe vão dar o tão merecido descanso.

Rodas

Esta é, de acordo com o jornal The Guardian, a melhor praia do mundo, pelas suas águas cristalinas e tranquilas, areia fina e dourada, rodeada de uma floresta de pinheiros que convidam à tão famosa sesta espanhola.

Catedrais

É uma das praias mais emblemáticas de Espanha. Com a maré baixa é possível visualizar as ondas a formarem-se ao longe, como se fizéssemos parte daquele fenómeno natural que, ao mesmo tempo, parece intocável.

Carnota

A maior praia da Galiza é a Carnota, e é composta por sete quilómetros de um verdadeiro paraíso natural. Está suportada por dunas e lagoas, sendo toda a área prolifera em vida selvagem.

Xastelas

A Praia de Xastelas é perfeita para as famílias, dadas as suas águas calmas, adoradas pelos mais novos, principalmente para os que começam a dar as primeiras braçadas e ainda apresentam algum receio de mares mais agitados.

Pantin

Se procura um local para a prática de surf, então esta é a melhor praia para o efeito. Ali são produzidas ondulações consistentes, mais calmas no verão e cheias de vida e imponência no inverno.

Veja também: