Publicidade:

O YouTube Premium vale a pena? 5 fatores a considerar

Se ainda não se decidiu em relação a este serviço, damos-lhe a conhecer alguns aspetos a considerar. Será que o YouTube Premium vale a pena? Descubra tudo.

O YouTube Premium vale a pena? 5 fatores a considerar
Conheça o serviço pago do YouTube

Oficialmente, este serviço pago existe desde 2015 (ainda que antes fosse conhecido como YouTube Red). Esta foi a forma que a plataforma encontrou de fazer concorrência a serviços como a Netflix, Spotify, Pandora ou HBO. Mas será que o YouTube Premium vale a pena? Tire as suas conclusões no final deste artigo.

Será que vale a pena aderir ao YouTube Premium?


Assinar o YouTube Premium significa ter acesso a uma série de conteúdos originais que envolvem vídeos, música, séries e filmes. Assim, a plataforma tem disponíveis dois tipos de subscrições, nas quais pode usufruir do primeiro mês gratuitamente.

Passado esse período, o pagamento mensal é de 8,49€. Mas há ainda a possibilidade de assinar um plano familiar, do qual podem fazer parte até 6 pessoas do agregado familiar (maiores de 13 anos) – neste caso, a subscrição passa a custar 12,99€/mês.

youtube premiumFonte da Imagem: Christian Wiediger/Unsplash

1. Não há publicidade

Para os fãs de YouTube, que passam horas intermináveis à espera para assistir ao seu conteúdo preferido (que é muitas vezes produzido por YouTubers que lançam vídeos com bastante frequência), esta é a maior das vantagens. É que, para “sustentar” estes profissionais de conteúdo, é necessário que existam anúncios publicitários.

Esses anúncios surgem no início de cada vídeo. Alguns deixam que passe o mesmo à frente ao fim de 5 segundos, mas outros nem por isso. Se o vídeo a que está a assistir for muito longo, é provável que surjam ainda anúncios publicitários pelo meio (um, pelo menos).

Esta pode ser vista como uma das razões pelas quais o YouTube Premium vale a pena, uma vez que elimina todo e qualquer tipo de anúncio, podendo assim assistir a todos os vídeos sem pausas nem atrasos desnecessários.

2. Pode guardar vídeos e vê-los offline

Outra das grandes vantagens deste serviço é poder assistir aos seus conteúdos preferidos até mesmo quando não tem ligação à Internet. Para tal, só precisa de fazer o download antecipado dos vídeos que quer ver mais tarde para, depois, não precisar de uma rede de Internet.

Isto é particularmente útil para quem faz viagens de avião, onde não pode estabelecer qualquer tipo de ligação ou para quem se desloca para locais que têm sinais de rede muito fracos. Assim sendo, tudo o que precisa de fazer é de localizar o ícone de download que se encontra por baixo de cada vídeo para dar início ao descarregamento.

Esta função abrange, claro, todo e qualquer conteúdo do YouTube Premium, sejam séries, filmes, vídeos ou podcasts. Só precisa de escolher o que quer ver mais tarde sem se preocupar com as redes Wi-Fi disponíveis.

3. Obtém o Google Play Music gratuitamente

Não, não leu mal. Um dos maiores concorrentes do Spotify atualmente, o Google Play Music, fica automaticamente subscrito assim que assina o plano mensal do YouTube Premium (e vice-versa). Com este “golpe”, a Google (que também detém o YouTube) consegue monopolizar uma grande parte dos utilizadores em todo o mundo.

Desta forma, pode ouvir os seus álbuns e playlists preferidas numa plataforma e os conteúdos visuais na outra. Assim, encontra um sítio dedicado e especializado em dois tipos de conteúdos diferentes. Tudo indica que, idealmente, o Google Play Music se irá fundir com o YouTube Music Premium, um serviço que está prestes a ser lançado pelo YouTube e que se foca, exclusivamente, em música.

youtube premium vale a penaFonte da Imagem: Leon Bublitz on Unsplash

4. O vídeo não pára mesmo que abra outra app

Apesar de tudo, esta continua a ser uma das principais desvantagens da aplicação do YouTube. Pode até estar só a ouvir uma música, mas não pode utilizar outra aplicação em simultâneo – senão a música irá parar, pois é como se estivesse a fechar a app do YouTube.

Ainda que não seja isso que acontece e que esteja só a abrir o Chrome para fazer uma pesquisa, por exemplo, o conteúdo ao qual estava a assistir (ou a ouvir) é interrompido de forma imediata. Ora, se isto é algo que já o irrita, esta é, então, uma das razões pelas quais o YouTube Premium vale a pena.

5. Tem acesso a conteúdo exclusivo

Se é fã do YouTube por ser uma plataforma que promove a criação de conteúdo original, então esta é uma das grandes mais-valias de assinar este serviço. Nomes como, por exemplo, Lilly Singh ou Rooster Teeth, entre outros, são só dois exemplos de YouTubers que produzem conteúdo exclusivamente para o YouTube Premium.

Por outras palavras, isto significa que, se não for assinante do serviço pago da plataforma, não poderá ver esses vídeos em específico. Se gosta de acompanhar nomes como estes, o mais provável é até que esteja a perder conteúdo valioso sem saber, já que ele é produzido em exclusivo para a plataforma paga.

Por isso, se estas cinco razões o convenceram, subscreva este que é, atualmente, um dos melhores serviços de conteúdo disponíveis atualmente.

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.