Publicidade:

Acesso ao ensino superior vai ter novas regras

Cursos procurados por alunos com médias de 17 valores vão poder aumentar vagas até 15%. Em contrapartida terão de fazer cortes de 5% se não tiverem alunos nesse patamar.

Acesso ao ensino superior vai ter novas regras
Definição de vagas vai ter novos critérios

O Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior público vai ter novas regras na definição das vagas.

Proposta de despacho do Ministério das Ciências, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) introduz o “índice de excelência dos candidatos”, que passa a ser determinante na possibilidade das instituições de Lisboa e Porto, as mais procuradas, aumentarem ou diminuírem o número de vagas.

A proposta autoriza os cursos mais procurados por alunos de excelência – com notas iguais ou superiores a 17 valores – a aumentar as vagas até 15%. Porém, se não tiverem procura por parte destes alunos, as instituições terão de as reduzir em 5%.

Outra das novidades da proposta do MCTES é a possibilidade das regiões com menor procura poderem aumentar em 5% o número de vagas. Nas restantes situações, a proposta aponta para a manutenção do número máximo de vagas estabelecido para o ano letivo 2018/2019.

Veja também: