Publicidade:

Vai arrendar casa para férias? Cuidado com as fraudes!

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) divulgou um conjunto de cuidados a ter para evitar burlas com casas para férias.

Vai arrendar casa para férias? Cuidado com as fraudes!
Fique a par dos cuidados a ter para evitar ser burlado

Como todos os anos recebe dezenas de queixas sobre burlas com casas de férias, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) divulgou um conjunto de cuidados a ter com este tipo de arrendamento, sobretudo agora que se está a aproximar o verão.

De acordo com a DECO, há vários anúncios na internet ou nos jornais cujos imóveis não pertencem a quem, supostamente, os disponibiliza ou nem sequer se localizam no sítio indicado porque as imagens são editadas. Por estas razões, alerta a Associação, a primeira coisa a fazer é procurar casa para férias em plataformas ou jornais fiáveis.

Além disso, alerta para que desconfie sempre se o preço for demasiado barato – sobretudo se as imagens mostram casas muito bem decoradas e com vista para o mar. Compare, a este propósito, ofertas idênticas e avalie devidamente.

A pesquisa deve estender-se a várias plataformas, pois muitas vezes as comissões cobradas variam consoante a plataforma e a mesma casa pode estar anunciada em vários sítios com preços diferentes.

Já sobre as formas de pagamento, e antes de entregar um sinal da casa através da internet, deverá confirmar, numa pesquisa na internet, se há anúncios semelhantes, com as mesmas fotos, ou se há denúncias de burlas sobre aquele anúncio.

Desconfie também quando lhe solicitarem algum pagamento através de cheque, dinheiro ou recurso a serviços de transferência em dinheiro. “Mais vale prevenir do que remediar”, já diz o ditado popular.

Veja também: