Publicidade:

CGD aumenta comissões para levantamentos e contas

A Caixa Geral de Depósitos anunciou o aumento da generalidade das comissões cobradas aos clientes.

CGD aumenta comissões para levantamentos e contas
Novo preçário entra em vigor em maio

O banco público já divulgou o novo preçário de comissões, que entrará em vigor no dia 15 de maio.

De acordo com a informação disponível no site da CGD, um simples levantamento de dinheiro ao balcão com a tradicional caderneta irá custar 2,75 euros – valor que quase triplica em comparação com o custo de 1 euro atualmente em vigor.

Os aumentos também vão afetar os estudantes universitários, sendo que também passa a existir uma nova comissão para este segmento: titulares das “contas à ordem uni-tituladas por estudantes com idade igual ou superior 26 anos com cartão Caixa IU-Institutos e Universidades” vão passar a pagar uma comissão mensal de 2 euros (mais 4% de imposto de selo).

Recorde-se que a CGD cobrou o ano passado 383,3 milhões de euros em comissões, mais 2,3% do que em 2017. O aumento das cobranças, um dos objetivos definidos no plano estratégico acordado com a Comissão Europeia como contrapartida da recapitalização pública, tem provocado muita polémica nos últimos dois anos.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].